CIVITATE - INCENTIVADORES

sábado, 14 de novembro de 2009

DEPUTADOS ESTADUAIS AGOSTINHO MOREIRA E HEITOR FERRÉR DEFENDEM MELHORES SALÁRIOS PARA OS MILITARES ESTADUAIS DO CEARÁ

"REAJUSTE DA PM EM DISCUSSÃO"

"Os deputados querem a melhoria para os policiais militares, mas advertem para a situação financeira do Estado."

O deputado Augustinho Moreira (PV) afirmou, na última quinta-feira, em pronunciamento na Assembleia Legislativa, ser a favor da aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) número 300, que determina equiparar os salários de todos os policiais e bombeiros militares do País com os atuais vencimentos recebidos pelos PMs do Distrito Federal (DF).

Porém o parlamentar deixou claro que se a aplicação dos efeitos da PEC 300 não tiver o respaldo financeiro da União, para subsidiar a diferença salarial entre os esses policiais militares, o Estado do Ceará não vai ter capacidade financeira para pagar seus policiais a remuneração definida pela proposta de alteração da Constituição brasileira atualmente em discussão.

"Da maneira como está sendo proposto tem que ter ajuda da União", afirma o parlamentar. Contudo Augustinho acha válido a aprovação da Proposta já que admite a necessidade do salário dos PMs ser realmente melhorado, posto que hoje é insuficiente para a manutenção das suas respectivas famílias e incompatível com função que esses policiais exercem.

Para o deputado, há esforço, dedicação e entusiasmo por parte dos policiais em querer dar segurança à sociedade e só o fato de correrem risco na profissão, já é um motivo para que tenham salário à altura da função e do risco que desempenham no dia a dia.

Segundo Augustinho, a aprovação da PEC 300 traria um incentivo e melhoraria a autoestima dos policiais e das suas famílias, pois haveria melhoria salarial, mas reitera que deve haver mudanças na Proposta. "Espero que a PEC 300 seja aprovada com responsabilidade, não impondo aos Estados todo esse ônus financeiro, mas que se divida com a União e que se contemple os policiais, afinal de contas, eles merecem, dado a profissão que é de risco", defendeu o parlamentar.

Bem remunerado

De acordo com o deputado Heitor Férrer (PDT), a proposta de igualar o salário dos policias militares do País com os atuais vencimentos recebidos pelos PMs do Distrito Federal, é porque é onde o policial é mais bem remunerado.

Já o salário que é pago aos PMs do Ceará, afirma Férrer, fica muito aquém do desejado. "É inaceitável o salário que está se pagando ao policial militar do Estado. Está se pagando pessimamente mal. O soldado de Brasília ganha mais que o capitão do Ceará", reclamou, informando que um soldado em Brasília recebe R$ 4.129, já um capitão no Estado do Ceará ganha apenas R$ 3. 844."

Férrer aponta que são os baixos salários pagos aos nossos policiais que fazem com que eles busquem os "bicos" para poderem complementar seus salários. "O soldado só busca o bico na intenção de complementar seu salário porque está muito defasado", disse, ressaltando que faz parte da segurança o policial bem remunerado."

(Fonte: Jornal Diário do Nordeste)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.