CIVITATE - INCENTIVADORES

terça-feira, 30 de junho de 2009

PREOCUPA A VIOLÊNCIA EM QUIXADÁ - CE

"O deputado Osmar Baquit (PSDB - CE) demonstrou preocupação com a violência no município de Quixadá - CE, na sessão plenária desta terça-feira (30/06) da Assembleia Legislativa. O parlamentar atribuiu o problema ao crack. Para ele, falta iniciativa das administrações municipais no combate a disseminação da droga, mas também no tratamento dos dependentes.

Baquit entende que as prefeituras precisam criar casas de recuperação para dependentes químicos e apoiar as que já existem. Entretanto, segundo ele, reforçar o policiamento e políticas públicas para os usuários de droga não resolverá o problema. O deputado entende que é preciso investir no combate ao tráfico. Ele sugeriu que a criação de secretarias de segurança municipais, que ao lado de programas como o Pró-cidadania e Ronda do Quarteirão, deve atenuar a violência no Interior.

Em aparte, o deputado Augustinho Moreira (PV) disse que o primeiro passo para vencer a violência em Quixadá é a população denunciar os traficantes. A deputada Tânia Gurgel (PSDB) reforçou que há uma necessidade de se investir em instituições de apoio aos dependentes.

Para o deputado Tomás Figueiredo (PSDB), a violência em alguns municípios do Interior chegou a níveis inadmissíveis a ponto de interferir na vida econômica das cidades, com prejuízo do comércio. Já o líder do Governo na Casa, deputado Nelson Martins (PT) disse que o governador Cid Gomes esta empenhado em resolver o problema no Estado. Prova disso, segundo o petista, é a chegada do Ronda do Quarteirão no Interior, além da criação do Pró-Cidadania. Ações que, de acordo com ele, deve minorar o problema."

(Fonte: TJonline)

BOMBEIROS DO DISTRITO FEDERAL TREINAM TÉCNICAS

"O trânsito na plataforma superior da Rodoviária de Brasília ficou bloqueado entre 9h30 e 11h desta terça-feira (30/6) devido a uma uma simulação de acidente envolvendo dois ônibus. Essa simulação foi realizada em virtude da comemoração dos 153 anos do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF).

De acordo com o tenente coronel Rogério Sorares, o objetivo da simulação é mostrar o novo Sistema de Comando de Incidentes (SCI). "Queremos mostrar à população como será o trabalho do Corpo de Bombeiros quando houver acidentes", disse. Cerca de 100 bombeiros e 15 voluntários (as vítimas) participaram da simulação. Além disso, foram disponibilizados um helicóptero e 15 viaturas do CBMDF.

Com o SCI, serão estabelecidos também o Posto de Comando, a área de espera de viaturas, a área de concentração de vítimas e a zona de pouso de helicópteros. Durante a simulação, os bombeiros informaram que o socorro às vítimas será prestado por questão de prioridade (gravidade)."

(Fonte: Correio Braziliense)

ESTADOS UNIDOS COMEÇA A RETIRAR TROPAS DO IRAQUE

POLICIAIS IRAQUIANOS COMEMORAM A SAÍDA DOS EUA


FFAA DO IRAQUE SOLENIZAM O INÍCIO DA SAÍDA DOS EUA

"Militares norte-americanos começaram a carregar equipamentos para dar início a retirada das tropas dos EUA das cidades e centros urbanos do país. Ao concluir essa etapa, os EUA entregam formalmente as tarefas de segurança nestes locais às forças iraquianas.

A retirada acontece seis anos e três meses depois de George W. Bush declarar o início do ataque norte-americano ao Iraque. Este é o primeiro passo para a retirada total das forças estrangeiras que ocupam o Iraque desde a operação militar norte-americana de 2003, que atacou o país sem consentimento da ONU e baseada em frágeis argumentos sobre o controle de armas de destruição em massa pelo governo do então presidente Saddam Hussein.

Segundo o acordo assinado no final de 2008 entre Bagdá e Washington (com George W. Bush ainda no poder), a partir desta terça-feira os soldados norte-americanos deixarão suas funções de segurança nas cidades iraquianas, mas ainda continuarão em bases militares dos EUA no país.

Uma vez fora das cidades, as tropas americanas só voltarão a entrar em áreas urbanas se as forças de segurança iraquianas pedirem ajuda. O mesmo documento estipula que a data limite para uma retirada total das tropas americanas do Iraque é 31 de dezembro de 2011.

Responsabilidade iraquiana

Sem os militares dos EUA, forças nacionais iraquianas assumem a tarefa de impedir as atividades da Al Qaeda e controlar a violência sectária no país - um objetivo que o primeiro-ministro iraquiano, Nuri al Maliki, qualificou na última semana como "um desafio".

"Garantimos que as forças iraquianas estão prontas para a missão, apesar de algumas violações das medidas de segurança estabelecidas, e garantimos que o país está mais estável e seguro", disse Maliki.

A violência diminuiu significativamente desde os confrontos de 2006 e 2007. No último mês de maio, o país registrou o menor número de mortes violentas desde o início da invasão americana, que derrubou o regime de Saddam Hussein. Contudo, ataques a bomba realizados na última semana mataram mais de 150 pessoas no país - uma prova de que o país não está livre da violência dos últimos anos.

Não existem dados oficiais sobre o número de mortos, mas organizações independentes estimam que 4.316 soldados americanos morreram no Iraque desde o início da ofensiva militar em 2003 , enquanto mais de 100.000 civis iraquianos foram mortos em meio à violência no país no mesmo período.

Incertezas

Para a diplomacia dos Estados Unidos, que foram alvo de críticas pelo modo como a invasão foi realizada desde seu começo, seria importante vitória que o Iraque conseguisse uma estabilidade sustentável, também porque se localiza em uma região marcada por outras instabilidades: a questão entre israelenses e palestinos e a problemática nuclear no Irã, principalmente.

Mas esse é um caminho cheio de incertezas. Além das questões de segurança, o Iraque enfrenta problemas graves em outras frentes, desde a reconciliação nacional depois da ditadura sunita de Saddam Hussein ao reestabelecimento dos serviços básicos do país, passando pela corrupção em seu sistema político e pelos entraves na elaboração de uma base legal para a futura exploração do petróleo iraquiano, importante fonte de riqueza para um país que passou os últimos anos invadido.

O jornal "The New York Times" resume a preocupação de americanos e iraquianos: "Como quase todo mundo já percebeu a essa altura, invadir o Iraque é muito mais fácil do que sair de lá"."

(Fonte: Uol)

FORTALEZA - AVENIDA WASHINGTON SOARES GANHARÁ TÚNEIS

"A Secretário de Turismo do Estado do Ceará anunciou que quatro túneis serão construídos no entorno do novo Centro de Feiras e Eventos do Ceará, na avenida Washington Soares. A obra servirá como solução para o trânsito no local.

Três túneis serão construídos entre as avenidas Manoel Sales e Washington Soares, um outro será construído entre a rua Firmino Aguiar e avenida Washington Soares. Além disso dois semáforos serão retirados, são os que ficam em frente ao Centro de Convenções e ao Shopping Salinas.

O custo do projeto, segundo o Secretário Bismarck Maia será em torno de R$ 300 milhões, mais caro que as outras soluções apresentadas, que contemplaram a construção de viadutos."

(Fonte: Tjonline)

O ARRAIÁ DO PRESIDENTE LULA




Sábado (27/06) foi de folia, fogueira e quentão na residência oficial da Granja do Torto, em Brasília - DF. Como todos os anos do seu Governo, o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva reuniu a família, chamou Ministros e amigos para o seu tradicional Arraiá Junino. Veja algumas fotos do Arraiá do Presidente.

(Fonte: Correio Braziliense)

POLÍCIA FEDERAL REALIZA OPERAÇÃO "LUXO" EM FORTALEZA

"A Políca Federal realiza, nesta manhã de terça-feira (30/06), a Operação Luxo. A ação ocorre em empresas de Fortaleza e do Rio de Janeiro. A PF cumpre 12 mandados de busca e apreensão e mais seis de prisão.

Em Fortaleza, a Operação Luxo ocorre na Indústria Naval do Ceará (INACE), na Nossa Casa, de produtos importados, e na empresa Marimar. No Rio, ainda segundo a Polícia Federal, a operação envolve a empresa Intramar.

A Polícia Federal investiga empresas acusados de sonegação fiscal, descaminho de mercadorias e evasão de divisas. Maiores detalhes serão liberados pela PF ao longo do dia."

(Fonte: Portal O Povo)

ATUALIZADO ÀS 09H30, do dia 02 de Julho de 2009:

“Na nota fiscal falsa, um relógio importado por 4 mil euros (R$ 10.935) aparecia como se tivesse sido adquirido por cerca de 100 dólares (R$ 192,92). Com notas como essa, empresas cearenses teriam enganado a alfândega brasileira, que acabava cobrando impostos de documentos falsificados. O exemplo foi dado pelo delegado da Polícia Federal (PF), Cláudio Joventino, para explicar como funcionava o esquema de compra subfaturada de produtos importados, um dos crimes investigados pela Operação Luxo, deflagrada na última terça-feira, 30.

Quatro empresários cearenses e um carioca foram presos. No Ceará, pelo menos três empresas estariam no esquema, que também envolve fraudes em licitações: a Indústria Naval do Ceará (Inace), a Empresa de Navegação Marimar e a Nossa Casa (loja de artigos de decoração). Os detalhes da investigação foram divulgados com exclusividade na edição de ontem do O POVO. Segundo o delegado da PF, essas empresas importavam produtos de diferentes paí fiscais verdadeiras. No lugar delas, eram apresentadas à alfândega brasileira documentos falsos, emitidos por uma firma laranja, com sede em Miami, nos Estados Unidos.

“É como se os produtos tivessem sido comprados lá (na firma dos EUA), mas na verdade a empresa só emitiu a nota falsa”, explica Joventino. A suspeita é de que a firma americana teria sido aberta por pessoas ligadas ao grupo Inace. A Nossa Casa e a Marimar também teriam participado do esquema porque “conhecem, se relacionam” com a Indústria Naval do Ceará, de acordo com o delegado.

Ainda conforme o delegado, as notas falsas eram emitidas com valor inferior a 5% do custo real do produto. O esquema envolvia a compra de artigos de luxo e de equipamentos e produtos navais. Durante as investigações, a PF também encontrou mercadorias que teriam chegado ao Brasil sem nenhum registro de venda. Nesse caso, diz Joventino, os produtos eram contrabandeados em malas ou contêineres, de forma camuflada.

A Polícia Federal ainda não sabe o valor exato movimentado no e squem a, informando apenas que é na casa dos milhões. “Agora que analisamos 20% do estoque (com os produtos apreendidos)”, informa o superintendente regional da PF em exercício, Marlon Jefferson. Os cinco presos na Operação Luxo continuam detidos na sede da PF. Apenas dois deles - os empresários Gil Bezerra e empresária Elisa Maria Gradvohl (Inace) - foram presos preventivamente (sem prazo de soltura). O motivo, segun do o delegado Joventino, é a existência de “provas contundentes” contra eles. Os demais tiveram ordem de prisão temporária, de cinco dias.”

(Fonte: Jornal O Povo)

ATUALIZADO ÀS 15H17, do dia 02 de Julho de 2009:

"Nenhum dos presos investigados pela Operação Luxo, que atua em Fortaleza e Rio de Janeiro, conseguiu Habeas Corpus da Justiça Federal, para responder as acusações no envolvimento de fraudes em liberdade. O delegado da Polícia Federal (PF) responsável pela operação, Cláudio Joventino, fez um balanço parcial das investigações e divulgou os nomes dos presos, na tarde de ontem (1º).

Os empresários da Inace (Fortaleza), Elisa Maria Gradvohl e Gil Bezerra estão presos por mandados de prisão preventiva. Já os mandados temporários expedidos pela Justiça mantém Robert Gil Gradvohl Bezerra, também da Inace, José Antônio do Carmo Nogueira, da empresa Marimar, e Euclides Duncan, almirante reformado da Marinha, presos na sede da Polícia Federal. O mandado temporário só vale por cinco dias.

Segundo a PF, as empresas investigadas participavam de um esquema internacional que fraudava notas fiscais reduzindo o valor da mercadoria, geralmente equipamentos e produtos navais e artigos de luxo, para 5% do valor real do produto. As notas falsas eram emitidas por uma empresa laranja, com sede nos EUA. Quando os produtos importados chegavam na alfandega brasileira eram apresentadas as notas frias para que o imposto cobrado fosse menor.

“Ainda não se sabe o valor desviado no esquema”, diz o superintendente regional da PF, Marlon Jefferson. Ainda segundo ele, os produtos apreendidos estão sendo analisados. A Operação Luxo foi deflagrada nesta terça-feira (30) e investiga os crimes de fraude em licitações, sonegação fiscal, evasão de divisas, contrabando e descaminho."

(Fonte: TJonline)

ATUALIZADO ÀS 18H20, do dia 02 de Julho de 2009:

“O Ministério Público Federal [MPF-CE] pediu a abertura de inquérito policial, com a participação de agentes da Polícia Federal, para investigar o “vazamento de informação sigilosa em operações policiais no Ceará”.

Segundo divulgou o relise da Assessoria de Comunicação do MPF-CE, o procurador da República, Oscar Costa Filho, disse que ”a presença de indícios ao acesso de informações privilegiadas por um único veículo de comunicação é o motivo determinante da medida adotada pelo MPF”.

Na verdade “o único veículo de comunicação” a que se refere o procurador é O POVO, que ao noticiar a “Operação Luxo”, que levou à prisão os empresários Elisa Gradvohl; o marido dela Gil Bezerra, e o filho do casal, Robert Gil Bezerra Gradvohl, foi, ontem, o único jornal a divulgar o nome dos suspeitos.

Os presos são proprietários do estaleiro Inace [Indústria Naval do Ceará] e do hotel Marina Park, sendo que apenas a primeira empresa está sendo investigada. Também foi preso o empresário José Antônio do Carmo, sócio da empresa Marimar, também do ramo da construção naval.

O jornalista Demtiri Túlio, um dos repórteres que assinaram a matéria indicada acima, diz que não será a primeira vez que ele será chamado à Polícia Federal para responder a perguntas a respeito de suas fontes.

Ele lembra que quando investigou o contrabando de lagostas “miúdas” [abaixo do tamanho permitido para a pesca] - um caso em que também aparecia o nome de Elisa Gradvohl, ele também foi chamado à Polícia Federal.

“O delegado insistiu bastante para que eu revelasse as fontes, mas lhe disse que eu tinha o direito constitucional de preservá-las”, diz o repórter.

Sob mais pressão, Demitri disse que se seguiu um diálogo mais ou menos assim:

- “Não digo as fontes nem sob tortura”.

- “O que é isso?”, exclamou o delegado, à guisa de crítica.

- “Não estou dizendo o sr. vá fazer isso, mas para deixar claro que não vou revelar as fontes em nenhuma hipóstese”, respondeu Demitri.

De fato, jornalistas têm o direito constitucional de manter o sigilo sobre quem lhe repassa informações.

A Polícia Federal pode buscar identificar - sem a ajuda do repórter, como vocês podem ver - quem vazou informações confidenciais e aplicar as punições prevista em lei para o funcionário público, pois cabe a este manter sigilo sobre as informações sob seus cuidados - e não ao jornalista.

O jornal tem o direito e - dependendo do caso -, o dever, de divulgar informações, ainda que sob sigilo legal, se julgar que são de interesse público.”

(Fonte: Blog do P. Bortolotti)

PROCESSO ENVOLVE POLICIAIS MILITARES

"Foi iniciada ontem (29/06) a primeira fase de um processo que compromete quatro policiais militares que, em agosto de 2008, se envolveram em uma desordem por conta de uma reclamações de som alto em um bar no Jóquei Clube. Os soldados Robson Randaw Damasceno, Cristiano Silva de Castro e José Bezerra de Sousa, do Ronda do Quarteirão, se desentenderam com o major PM Júlio César Passos Pereira e o irmão dele, que também é major, na confusão.

Os três policiais do Ronda do Quarteirão, após atender uma ocorrência de perturbação de silêncio, determinaram o fechamento do bar. Contudo os majores, que estavam no bar, teriam impedido a ação. Houve uma discussão entre os soldados do Ronda e os dois oficiais.

Os três policiais acabaram sendo presos e respondem a acusações que juntas podem chegar a sete anos de prisão. Eles também podem ser expulsos da PM. O major Júlio César foi denunciado pelo crime de ofensa aviltante a inferior (artigo 176 do Código Penal Militar). Se condenado, o major pode pegar de três meses a um ano.

Isoladamente, os depoimentos foram tomados nesta segunda-feira na Vara Única da Auditoria Militar, no Fórum Clóvis Bevilaqua, pelo promotor de Justiça Militar e Estadual Joathan de Castro Machado.

A versão dos soldados do Ronda seria de que eles teriam agido de acordo com o padrão de conduta da Polícia Militar. E ainda afirmaram que não deram voz de prisão aos dois majores, que próprio major Júlio César teria pego as algemas do soldado Castro e se algemado junto ao irmão. Eles afirmaram também que os dois estariam bebendo a paisana no bar. A defesa do major nega que ele estivesse bebendo e que tenha se alterado e afirma que não havia musica no bar.

O depoimento das testemunhas de acusação e em seguida as de defesa serão colhidos em próximo momento. A previsão é que o processo inteiro dure pelo menos dois anos."

(Fonte: Tjonline e O Povo)
Justificar

segunda-feira, 29 de junho de 2009

BEBÊ EM PRESÍDIO MILITAR



"Um cartaz chama a atenção de quem chega à ala feminina do Presídio Romão Gomes (da PMESP), onde estão presos militares, na zona norte de São Paulo - SP.

"Senhores (as), por gentileza, NÃO batam na porta desta carceragem. Bebê a bordo! Obrigada. Ass: Feminino."

No local, a soldado I., de 36 anos, vive com o filho, que nasceu em 30 de janeiro. É o primeiro bebê concebido atrás das grades do presídio militar. Ela e o marido, o cabo M., de 39 anos, estavam presos lá desde 2007, aguardando julgamento por tentativa de homicídio. O casal violou normas e burlou a segurança interna para manter encontros íntimos. Cinco PMs que integravam a guarda da carceragem foram afastados e processados por facilitação de comunicação interna e prevaricação.

A chegada do bebê foi um susto. Mas a única grande mudança ocorreu na cela de I., com autorização do comandante do presídio, tenente-coronel Abaré Vaz de Lima. Ela colocou, ao lado de seu beliche, um berço com urso de pelúcia e almofada em forma de coração para aconchegar o filho. Também decorou o local como quarto de bebê. Uma banheira de plástico ajuda a compor o cenário, que só lembra uma cela por causa das grades na porta de entrada. Nas paredes, quadrinhos com desenhos de bichinhos.

- Sempre quis ter um menino. Foi uma vitória", diz I., que já era mãe de duas meninas, de 15 e 9 anos, do primeiro casamento.

O bebê passa o dia sendo paparicado pela mãe e por sua companheira de ala, a cabo A., além da carcereira Tina, que se reveza com uma colega na guarda das internas. I. e A. são as únicas mulheres presas no Romão Gomes.

O bebê pode sair do presídio a qualquer momento. Em março, foi, pela primeira vez, conhecer o pai. O cabo foi expulso da PM e transferido, em outubro, para o presídio de Tremembé, no Vale do Paraíba.

O casal é acusado de tentar matar um perueiro, em 13 de julho de 2007. O motivo teria sido a disputa por um ponto de lotação. Eles tocavam seis peruas na linha Parada de Taipas-Terminal Pirituba, segundo denúncia do Ministério Público.

No Romão, marido e mulher ficaram separados por alas distantes 50 metros uma da outra. Por diversas vezes, I. reivindicou a visita íntima à Justiça Militar e à direção do presídio.

De acordo com o comandante, o casal pedia aos carcereiros para se encontrar apenas para um abraço, e esses, com pena, atendiam.

I. não fala sobre o caso. E limita-se a dizer apenas que, durante a gravidez, se sentiu sozinha e chorou bastante.

- Fiquei muito assustada. Comecei a sentir enjoo e, quando soube que estava grávida, tive um sentimento duplo de alegria e desespero. Chorei muito. Depois fiquei muito, muito feliz - diz a soldado.

O julgamento do casal pela tentativa de homicídio está marcado para o dia 22 de julho, no 2 Tribunal do Júri. Por lei, o bebê teria direito a ficar apenas seis meses com a mãe, morando na cadeia, mas a Justiça Militar pode autorizar a sua permanência no Romão por mais um semestre, até 2010."

(Fonte: Diário de São Paulo e O Globo)

CPRV VEM TRABALHANDO "FORTE"

A Companhia de Policiamento Rodoviário (CPRv), da Polícia Militar do Ceará, vem trabalhando "forte" nas Rodovias do Estado nos últimos dias. Depois de combater assaltos no Sertão Central, Sertões de Santa Quitéria, agora conseguiu apreender mais de 100 quilos de maconha e dois traficantes, que ocupavam o veículo Gol, vermelho, placas HWX-6390, Fortaleza - CE, na Região do Cariri Cearense.

No Gol estavam Edmárcio Hildo dos Santos, 35 anos, e Antônio Carlos Pereira da Silva, de 24 anos. Os dois receberam voz de prisão e foram levados, juntamente com toda maconha para a sede da Polícia Federal, em Juazeiro do Norte - CE.

(Fonte: SM)

AA - PARABÉNS AO COMITÊ DISTRITO CENTRO-OESTE

Parabéns ao pessoal de Alcoólicos Anônimos, nas pessoas do Agnelo, Fátima, Alexandre, Luciana e demais integrantes que estiveram a frente dos trabalhos da Reunião de Informações ao Público, do Comitê Distrito Centro-Oeste. Agradeço o convite e foi um prazer proferir a Palestra "Alcoolismo e Segurança Pública".

Local: CAIC - Autran Nunes - Fortaleza - CE.
Data: 29 de junho de 2009.
Hora: 19h00 - 20h30.

"Problemas com alcoolismo?": www.aaceara.org.br

O VERDADEIRO LADRÃO

"Ajuda a bancos em 1 ano supera a para países pobres em 50". Essa é a manchete do artigo do Estadão. O detalhe trágico vinha no trecho de abertura, logo a seguir:

"Relatório divulgado pela ONU aponta que instituições receberam US$ 18 trilhões em ajuda pública no último ano (...)

"Segundo a organização, que promove o cumprimento das metas das Nações Unidas para o combate à pobreza no mundo, os países em desenvolvimento receberam em 49 anos o equivalente a US$ 2 trilhões em doações de países ricos".

Está aí a mais importante notícia econômica da semana que passou, merecedora de apenas colunas discretas de cadernos de economia na grande mídia conservadora, quando deveria produzir a manchete do dia. E não por acaso.Está aí retratada, como fratura exposta, a essência do regime capitalista, da qual essa mídia conservadora é porta-voz subalterna.

Está ai retratada, também, a forma como as crises são espaços importantes para que o grande capital tenha acesso desavergonhado aos recursos estatais em seu interesse privado. Em apenas um ano, os banqueiros predadores, os que se locupletaram nos lucros pantagruélicos obtidos no período de vacas gordas da especulação desenfreada do neoliberalismo, abocanharam, por conta da crise que geraram, quase dez vezes mais recursos dos que o destinado aos paises pobres, em meio século. US$ 18 trilhões, em um ano, contra US$ 2 trilhões em 50 anos, é bom repetir, roubados de políticas públicas indispensáveis, e deficientemente tratadas como é praxe no regime do capital, fixado na transformação de saúde, transporte e educação em mercadoria.

Junte-se a isso a coluna de Paulo Nogueira Batista (globo 27/06/09), nosso representante no FMI e, portanto, insuspeito dos dados que fornece:

"(...) O sistema financeiro se sofisticou de maneira extraordinária. Em parte por preconceitos ideológicos, a regulação e a supervisão não acompanharam.

"O sistema privado passou a funcionar livre e solto, em larga medida isento de controles governamentais.

"Em consequência, criou-se um monstro. O poder econômico e político dos bancos agigantou-se. Governos, parlamentos, imprensa, economistas - todos sofreram a influência avassaladora da turma da bufunfa. Ser banqueiro era o ápice do prestígio e da glória.(...)

"(...)Os governos e bancos centrais vêm socorrendo o setor financeiro de várias maneiras: injetando capital, comprando ativos, realizando operações de empréstimo e garantindo depósitos e outras obrigações. (...) Montante total do apoio ao setor financeiro: 81% do PIB! Para a Alemanha e o Japão, a conta total chegou a 22,2% do PIB, segundo as estimativas do FMI. No Reino Unido, a 81,6% do PIB. Na Suécia, a 69,7% do PIB."

Quanto ao Brasil, nosso representante no FMI registra, o quadro foi realmente bem menos drástico em relação aos bancos. 1,5% do PIB. Registra, mas não explica, porque sua condição de representante do Governo lhe cria óbices. Mas estivesse escrevendo na condição anterior de articulista independente, totalmente discordante do modelo macroeconômico implementado pelo governo que passou a representar no abominável e dispensável FMI, e sua reação teria sido outra. Certamente lembraria dados do Banco Central referentes ao ano anterior à crise, 2007, para mostrar o porquê de o sistema financeiro privado brasileiro, para não ter tido necessidade de entrar na montanha russa da especulação do primeiro mundo.

Ao longo de todo aquele ano, R$ 8 bilhões de reais foram despendidos no atendimento de 11 milhões de famílias (algo em torno de 44 milhões de brasileiros) através do Bolsa-Família. Pois bem; Foi essa mesma quantia que o segundo maior banco privado, em termos de lucro, o Bradesco, publicou em seu balanço de apenas nove primeiros meses. Porque o mais lucrativo, o Itaú, conhecido pela sua atuação predatória na especulação com a dívida pública, e seu comportamento de agiota na concessão de créditos ao capital produtivo, bateu R$ 500 milhões a mais. R$ 8,5 bilhões de lucro em apenas nove meses.

Como conseguem? Simples se lembramos apenas um dado. Com o governo Lula despendendo algo em torno de R$ 160 bilhões anuais no pagamento de indevidos juros de uma sempre crescente dívida pública, não tinham porque pescar em águas turvas. Ficaram se locupletando aqui no rasinho da praia.

Ou seja; se alguém ainda tem pretensões de afirmar que a esquerda deve agir pacientemente com os banqueiros, e com a política macroeconômica do governo Lula, que atente para os fatos. Que não recorra ao "pessimismo da razão" para argumentar contra uma campanha educativa de massas, quanto à necessidade de estatização do sistema financeiro privado. Sem que isto seja considerado "otimismo da vontade" mas sim necessidade premente e imediata de qualquer processo de radicalização da democracia social em nosso Pais.

Bertold Brect tinha toda razão na dúvida sobre o verdadeiro ladrão; se o que assalta ou se o que funda um banco."

(Fonte: Milton Temer - Por e-mail da Fundação Lauro Campos)

GANGSTERIZAÇÃO DA POLÍTICA

"Rio, junho de 2009."

"Antes era o Fernando Henrique, agora é o Lula. O que o vulgo chama de "operação abafa", é triste constatar, tem sido procedimento recorrente entre os que nos governam. Basta estourar qualquer escândalo de corrupção e, pronto, lá está o governo empenhado em barrar a investigação. É moralismo denuncista, vai afetar o funcionamento das instituições e paralisar o livre curso dos negócios, alegam os titulares do poder executivo que, como santos de bordel, flutuam incólumes sobre o mar de lama.

Lá atrás, quando tocava aos tucanos administrar o receituário dominante, o Senador Pedro Simon tratou do tema. Ele, que era amigo pessoal do presidente e participava de sua base de apoio na época, falando com seu gestual peculiar, formulou a seguinte máxima: "...eu não sei se o presidente Fernando Henrique rouba, nem se ele deixa roubar, mas de uma coisa eu tenho absoluta certeza: ele não deixa investigar de jeito nenhum".

Ainda da mesma era, os mais antigos hão de se lembrar da famosa briga ACM versus Jader Barbalho. Os dois, que eram líderes dos maiores partidos aliados do governo, se chamaram de "ladrão" e "mais ladrão" em plena tribuna do Senado Federal. Ato falho que, segundo as más línguas, serviu para mostrar que ambos estavam com a razão. O falecido oligarca baiano chegou a convocar a imprensa estrangeira para declarar com todas as letras: "o presidente FHC, para manter a aliança que o sustenta, é tolerante com a corrupção".

O caso atual, que com o desdobrar dos acontecimentos adquire feições cada vez mais escabrosas, recoloca a natureza comum da linhagem anterior. E, a julgar pelas declarações repetidas pelo atual presidente, o estigma de Simon ("não deixa investigar de jeito nenhum") cai como uma carapuça certeira na cabeça de Lula. O morto-vivo que ainda preside o Senado despenca ladeira abaixo feito bola de neve, mas tem história e não pode ser investigado. Os presidentes são figuras incomuns, logo inimputáveis. Não estão aí para tomar conhecimento das falcatruas que lhes sustentam o pedestal.

Vivemos uma época espantosa, marcada pela crença na impessoalidade da corrupção sistêmica. A corrupção não tem pernas, nem é uma seqüência de fatos isolados que se repetem. Ela é uma cultura que azeita o funcionamento da máquina de poder, articula os pontos fortes da economia com o intestino grosso da pequena política. Por sua gigantesca malha fluem os "valores" que articulam o capitalismo financeiro que nos domina ao sistema político que lhe fornece base de sustentação.

Sendo assim, a luta pela ética na política (que também tem experimentado surtos recorrentes no período em pauta) não pode ser tratada como moralismo abstrato, rearmamento moral, ou coisas do gênero. Pelo contrário, trata-se de uma dimensão importante da luta contra o modelo dominante. Quando os organismos do aparelho de Estado, ao invés de defender o interesse público, prestam reverência ao deus mercado, não dá outra. Os escalões intermediários fazem negócios e, para fechar o círculo vicioso, a cumplicidade dos altos escalões abafa qualquer tentativa de investigação. O pacto de silencio garante a partilha do butim. A riqueza privada se afirma sobre a falência do poder público e o resultado inevitável é o que aí está: a "gangsterização" da política."

(Fonte: Léo Lice - Por e-mail da Fundação Lauro Campos)

MINISTÉRIO PÚBLICO AGE EM RELAÇÃO AO SENADO E PUBLICA RECOMENDAÇÕES

PARA SANAR AS DIVERSAS IRREGULARIDADES IDENTIFICADAS NO PROCEDIMENTO ADOTADO QUANTO À PUBLICIDADE DOS ATOS DA CASA:

Seja determinado de imediato à Diretoria-Geral do Senado a observância da regra de publicidade ampla para todos os atos elencados na
Portaria 310/2002 da Imprensa Nacional;

Seja observado por essa Casa as disposições constitucionais que impõe seja a decisão quanto à criação, transformação (desmembramento) e extinção de cargos emanada exclusivamente do Senado e não de sua Comissão Diretora ou de seu Presidente ou de seus membros;

Seja observado por essa Casa para a criação e transformação de cargos em sua estrutura se há prévia dotação orçamentária suficiente para atender as projeções de despesas e autorização específica na lei de diretrizes orçamentárias, conforme preceitua o art. 169 da C.F.;

Seja a Secretaria de Recursos Humanos e os órgãos equivalentes no PRODASEN e na Gráfica instruídos a, antes de implementar qualquer ato que tenha como objeto qualquer das providências descritas na Portaria 310/2002, observar impreterivelmente se no processo consta cópia da publicação do ato no Diário do Senado Federal ou no DOU, sem o quê o ato não poderá ser implementado, tal qual já é feito em relação à pensão e aposentadoria;

Seja feito um levantamento de 1995 até a presente data de TODOS os Atos do Senado que tratam das matérias elencadas na Portaria 310/2002 da Imprensa Nacional, e não apenas daqueles atos que não foram publicados na INTRANET do Senado, a fim de identificar quais destes atos não foram publicados nem no Diário do Senado Federal nem no DOU;

Identificados os atos não publicados no Diário do Senado Federal nem no DOU, sejam estes declarados nulos ressalvando-se que os beneficiários dos atos de nomeação em cargos não necessitarão restituir os valores recebidos, desde que o trabalho tenha sido de fato prestado, o que pode ser aferido por meio de análise da frequência, e não tenham agido de má-fé;

No caso de ato de exoneração não publicado no Diário do Senado Federal nem no DOU, comprovado que o servidor de fato não exerceu atividade no período, seja ressalvado na decisão que decretar a nulidade do ato, também em homenagem ao princípio do enriquecimento ilícito, que não será devido ao servidor qualquer valor.

Sejam declarados nulos todos os atos que não demandam ampla divulgação, como é o caso de designações para compor Comissões, que não tenham sido publicados, em até 30 dias após a data da assinatura do Ato, no Boletim Administrativo de Pessoal e DIVULGADO na INTRANET do Senado no mesmo prazo, observando-se em relação aos beneficiários dos atos nulos a ressalva descrita no item I.6;

Seja feito um levantamento específico, no período de 1995 até o corrente ano, quanto dos atos que criaram, transformaram (ou desmembraram) ou extinguiram cargos, efetivos ou comissionados, com intuito de verificar se foi observado o instrumento legal adequado (Resolução), a divulgação no Diário do Senado Federal ou no DOU e os parâmetros orçamentários fixados no art. 169 da C.F.;

Identificados que atos não atenderam cumulativamente aos três requisitos descritos no item I.9, sejam declarados nulos todos os atos e, por consequência, sejam declarados inexistentes os cargos criados ou transformados, com o imediato retorno à situação existente antes da edição dos atos viciados, com as ressalvas já esclarecidas acima em relação aos beneficiários (tópico I.6);

Seja divulgada no novo Portal da Transparência do Senado a relação contendo: os nomes de todos os servidores da Casa; a natureza do vínculo mantido (efetivo ou comissionado); data de publicação do ato de nomeação no Diário do Senado Federal ou no DOU; nome do cargo no qual o servidor foi admitido; atribuição do cargo; se possui FC; local aonde desempenha suas funções (no caso dos servidores lotados nos escritórios dos senadores nos Estados, indicar o endereço do respectivo escritório);

Isso sem prejuízo das recomendações formuladas pela Comissão Especial, notadamente em relação à fixação de prazo máximo entre a data do ato e a sua efetiva publicação no Diário do Senado Federal ou no DOU.

PARA SANAR AS IRREGULARIDADES RELATIVAS AO CONTROLE INTERNO:

Seja solicitado ao TCU a realização de auditoria na Secretaria de Recursos Humanos do Senado e nos órgãos equivalentes do PRODASEN e da Gráfica, notadamente para se identificar se os benefícios implantados no ERGON estão devidamente amparados nos documentos físicos mantidos nas pastas relativas aos servidores;

Sejam adotadas as medidas adequadas para garantir à SCINT uma estrutura suficiente de pessoal que permita à Secretaria estabelecer rotinas de auditoria periódicas em todos os órgãos do Senado;

Sejam adotadas todas as providências necessárias para que a SCINT tenha amplo acesso a todas as bases de dados do Senado Federal que tratem de matéria administrativa da Casa, inclusive com a imediata abertura de procedimento administrativo disciplinar em face de qualquer servidor (efetivo ou comissionado) que
venha dificultar ou impedir este amplo acesso pela SCNIT;

Seja retirada da estrutura da SCINT a Secretaria de Fiscalização e Controle.

Isso tudo sem prejuízo da adoção de quaisquer outras medidas que possam ser úteis para sanar as irregularidades identificadas pelo Ministério Público
Federal.

Por fim, solicita-se seja-nos informado em 30 (trinta) dias a respeito do acatamento à presente recomendação.

(Fonte: MPF)

VIGILANTE FOI ENCONTRADO MORTO AGORA PELA MANHÃ NA ALDEOTA, EM FORTALEZA - CE

"Marlon Lima Chaves, de 31 anos, vigilante de uma empresa de segurança foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (29/06) na guarita de um prédio comercial onde dava plantão durante a madrugada, no bairro Aldeota, em Fortaleza, Ceará.

Marlon, foi encontrado com um tiro na testa. A polícia suspeita de suicídio, mas não descarta a hipótese de assassinato. A arma do vigilante estava próxima ao corpo. De acordo com as primeiras investigações, não foram encontrados sinais de arrombamento no prédio.

O outro vigilante que também trabalhava no prédio esta madrugada prestará depoimento à Polícia. O caso será investigado pelo 2º DP, na Aldeota."

(Fonte: TJonline)

PLANTÃO POLICIAL DE DOMINGO NO INTERIOR FOI MOVIMENTADO

"Segundo informações da Polícia Militar, 26 prisões foram efetuadas de ontem (28/06) até as primeiras horas da manhã desta segunda-feira (29/06) no interior do Ceará, com a apreensão de três armas de fogo. Também foram registrados homicídios.

Execução em Aracati
Por volta das 10h15min do último domingo, em Aracati (149 km de Fortaleza), um ex-presidiário de 20 anos foi executado a bala por um homem da mesma idade e um adolescente. A Polícia ainda investiga o caso.

Oito disparos em Brejo Santo
Em Brejo Santo (500 km de Fortaleza), às 18h40min, nas proximidades do estádio de futebol Geraldão, o ex-presidiário Antônio Célio Couto dos Santos, 30, foi morto com oito tiros por dois homens não identificados que estavam em uma moto.

Uma morte e seis acidentes nas estradas
Segundo a Polícia Rodoviária Federal, das 7h do último domingo até as 10h desta segunda-feira seis acidentes foram registrados nas BRs que cruzam o Ceará, resultando em um óbito e duas pessoas com ferimentos leves.

Quatro pessoas foram detidas por dirigirem alcoolizadas: duas em Caucaia, uma em Maracanaú e outra em Fortaleza."

(Fonte: TJonline)

MÊS JUNINO

Estivemos ausentes cumprindo extensa agenda social ante o final do mês junino. Deu para prestiar alguns eventos, mas outros deixamos de comparecer em face da coincidência de dias e horários, ademais alguns eventos que prestigiamos eram no interior do Estado.

Agradeço os contives formulados e parabenizo à todos. Aos que não pudemos comparecer nossas desculpas, mas fui informado do sucesso de todos.

- SOAPOL;
- JBN;
- Marília/Prado;
- Ritinha/Jorge;
- Paulinho/Jaqueline;
- Teno/Sâmia.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

GUARDA MUNICIPAL FARDADO E ARMADO FOI PRESTAR QUEIXA EM DELEGACIA E FICOU PRESO POR PORTE ILEGAL DE ARMA

"Na tarde desta sexta-feira (26/06), o Guarda Municipal Antônio Auritônio Soares de Lima, de 46 anos, foi preso por porte ilegal de arma.

Antônio Auritônio se dirigiu ao 12º Distrito Policial, no Conjunto Ceará, em Fortaleza - CE, para fazer um boletim de ocorrência alegando que sua casa havia sido invadidada e roubada. Ele estava fardado e levava um revólver calibre 38 consigo. O problema, é que Guarda Municipal não é autorizado a andar armado. Além disso, a arma não tinha registro.

Em depoimento à polícia, o homem alegou que usava o revólver para se defender. Ele será levado a Delegacia de Capturas, onde ficará à disposição da Justiça, e posteriormente deve ser encaminhado a um presídio."

(Fonte: TJonline)

TIROTEIOS, EXECUÇÕES E HOMICÍDIOS CONTINUAM NO SÃO MIGUEL, NA GRANDE MESSEJANA EM FORTALEZA

"Mais uma morte no Conjunto São Miguel, em Fortaleza. Um adolescente de 14 anos e um homem de 25 anos foram vítimas de um tiroteio no início desta tarde de sexta-feira (26)/06). Quando os dois acusados chegaram de moto ao local onde estavam e efetuaram os disparos.

O adolescente morreu na hora e o homem foi atingido na perna direita e socorrido para o hospital. De acordo com a polícia, o adolescente era apontado como autor de um homicídio no bairro, por isso o crime pode ter sido provocado por “acerto de contas”."

(Fonte: TJonline)

MOBILIZAÇÃO CONTRA O ESCALPELAMENTO

"Um acidente comum no Norte do país está mobilizando as mulheres do Amapá. Trata-se do escalpelamento provocado pelo eixo do motor de pequenas embarcações. Por conta da falta de proteção no eixo, as vítimas, ao se aproximarem do motor ou da hélice, têm seus cabelos repentinamente puxados. A forte rotação ininterrupta enrola os cabelos em torno do eixo e arranca todo ou parte do escalpo da vítima, inclusive orelhas, sobrancelhas e, por vezes, uma enorme parte da pele do rosto e pescoço, causando deformações graves e até a morte.

No caso das regiões Amazônicas, onde o transporte por barcos é o mais usado, os acidentes ocorrem com frequência. Só no Amapá foram registrados três acidentes do tipo este ano. Cerca de 80% das vítimas são mulheres e, na maioria das vezes, todo o couro cabeludo é arrancado e os cabelos não voltam a crescer.

Na última terça, a Associação de Vítimas de Escalpelamento realizou um "Ato pelo escalpelamento zero" no auditório da Procuradoria Geral do Estado. O objetivo da ação foi chamar a atenção do Senado Federal, para a aprovação do Projeto de Lei Complementar, onde torna obrigatório o uso de proteção no motor, eixo e partes móveis das embarcações.

A Lei obrigará o uso de uma proteção no motor e eixo das embarcações em todo o território nacional. A Marinha ficará responsável pela fiscalização. O descumprimento poderá acarretar em pagamento de multa, apreensão da embarcação e cassação da licença de transporte de passageiros.

Segundo a autora do projeto de lei, deputada federal Janete Capiberibe (PSB), na Região Norte foram registrados cerca de 20 escalpelamentos em 2008.

- Milhares de embarcações navegam nos rios da Amazônia, mas o registro de legalizações é mínimo. Sem contar as regras de segurança desobedecidas pelos fabricantes artesanais. As vítimas normalmente são mulheres que têm os cabelos presos no eixo no motor - explicou a deputada.

O escalpelamento em embarcações foi debatido pela primeira vez nacionalmente durante a segunda Conferência Nacional de Políticas Públicas para Mulheres, realizada há dois anos. O Governo federal criou um grupo de trabalho para discutir o assunto nos Ministérios. A bancada parlamentar Federal do Amapá criou outros três projetos de Lei que garantem benefícios às vítimas de escalpelamento, mas ainda não foram precisam aprovados."

(Fonte: Portal Amazônia e O Globo)

CLIMA E CULTURA ORGANIZACIONAL

Clima Organizacional

Com esta temática pretendemos conhecer alguns pontos de vista teóricos a respeito do conceito de clima organizacional. Em primeiro lugar, a abordagem centrar‑se‑á em algumas perspectivas sobre a formação desse clima. Seguidamente, abordar‑se-á a relação entre clima e cultura organizacional. Posteriormente, pretende-se evidenciar o conceito "clima de escola".

Formação do conceito de clima organizacional

Para Bothwell, o clima de um grupo define‑se "pelos sentimentos coletivos presentes no local em que as pessoas trabalham ou vivem. Todos os grupos têm um clima próprio e a maior parte das pessoas é capaz de sentir esse clima quando entra pela primeira vez numa sala" (p.76).

A formação do conceito de clima organizacional, como se depreende da leitura de Ferreira, Abreu e Caetano (1996), pode abordar-se segundo quatro perspectivas: estrutural, perceptiva, interacionista e cultural.

De acordo com a perspectiva estrutural e, segundo os autores acima referidos, clima é visto como um conjunto de características que descrevem objetivamente uma organização e a distinguem de outra organização" (p.308).

Esta perspectiva levanta algumas questões:

Uma coisa será a estrutura, a dimensão, o estilo de liderança de uma organização, outra o modo como estes são interpretados pelos indivíduos da organização e como influenciam os seus comportamentos.

O clima percepcionado é de capital importância para o indivíduo pois, é a forma como este entende o seu ambiente de trabalho e que pode ser diferente de como outros o percepcionam. E, convém ainda referir que o mesmo indivíduo pode num dado momento interpretar o ambiente de trabalho de uma forma e tempos depois pode interpretá‑lo de maneira diferente.

Deste modo, a perspectiva perceptiva "situa a origem do clima no indivíduo que percebe. Este reage às variáveis situacionais que encontra, de acordo com o modo como as percepciona e interpreta, ou seja, na base do que psicologicamente significam para ele" (idem, p.3 10).

A perspectiva interacionista, de acordo com Ferreira et al. (1996), reflete o impacto entre o meio ambiente e a personalidade dos indivíduos, ou seja, a origem do clima situa‑se na "interação dos indivíduos como resposta às características organizacionais, assumindo um importante papel: quer o acordo preceptivo, quer o processo comunicacional” (p.311). Trata‑se de uma perspectiva estável pois a imagem da organização uma vez alcançada pelo indivíduo dificilmente será alterada. A fraca implicação com os outros geraria ambigüidades e dificuldades na manutenção dos comportamentos sociais apropriados.

A perspectiva cultural na formação do clima resulta das interações dos indivíduos que formam a partir do nada uma estrutura de referência comum, sendo "condicionados nas interações pelos profundos e anteriores significados veiculados pela cultura organizacional, a qual se expressa sob a forma de valores, normas e mitos" (idem, p.313). Daqui resulta que o clima é criado pela interação de um grupo de indivíduos, que partilham uma cultura organizacional e a qual influencia a percepção das características organizacionais.

O conceito de clima, segundo Bertrand e Guillemet (1988), engloba todas as características psicossociais da organização que são apreendidas pelos seus membros e a quem influenciam o comportamento. O clima é, então, a resultante de todas as forças que interagem no sistema psicossocial, os comportamentos e motivações dos indivíduos, os seus papéis, a dinâmica dos grupos, os sistemas de influência e a forma de exercício e de autoridade.

Para estes autores, o clima organizacional evoca toda a complexidade da organização e apresenta muitas analogias com o conceito de personalidade dos indivíduos exprimindo toda a riqueza humana do sistema psicossocial.

Clima organizacional e cultura organizacional

Para Bertrand e Guillemet (1988), o clima organizacional e a cultura organizacional são conceitos bastante próximos pois, "do mesmo modo que a cultura, o clima organizacional inclui comportamentos repetidos, normas, valores dominantes, regras do jogo. Mas, enquanto a cultura insiste no que é comum na organização, o clima descreve igualmente o que é diferente ou contraditório (p. 184)".

Enquanto para estes autores a grande distinção entre clima e cultura se baseia no fato de o clima apresentar uma visão da organização menos harmoniosa, mais conflituosa já para Bilhim (1996), a cultura organizacional apresenta‑se como um "fenômeno mais profundo, estando o clima organizacional a um "nível mais superficial". Assim, a mudança ao nível da cultura reveste‑se de maior complexidade porque os longos processos de enculturação e socialização padronizam os comportamentos e as estruturas organizacionais, encontrando o líder níveis de resistência consideráveis.

(Fonte: Adail Bessa de Queiroz et alli - Temas de Chefia & Liderança)

REVOLTA-NOS - UM MANIFESTO DO GRUPO GUARARAPES

REVOLTA-NOS ouvir que os generais de hoje são piores do que os generais de ontem e nós os defendendo, pois são iguais ou mesmo melhores.

REVOLTA-NOS ouvir que as Forças Armadas estão sem chefes, e nós os defendendo.

REVOLTA-NOS ser humilhados por muitos que dizem que nossa posição de atacar o governo, agora, só se faz por estarmos na reserva (já reformados), mesmo tendo lutado tanto por um Brasil melhor.

REVOLTA-NOS defender a Revolução de 1964 - ou contra-revolução, como queira ou não queira V. Exa. - e assistir a ataques feitos por um Ministro reconhecidamente comunista como esse dito da Justiça, e não ler, nem saber, de ninguém, que nos defenda.

REVOLTA-NOS lutar pela VERDADE e só ouvir a MENTIRA. Mentem, descaradamente, os membros do governo, sem qualquer cerimônia.

REVOLTA-NOS assistir, nas TV, a politiqueiros hipócritas defendendo a DEMOCRACIA e não serem mais do que socialistas, praticando e levando-nos a praticar o comunismo malsão.

REVOLTA-NOS ver e ouvir o ministro da Justiça Tarso genro e o secretário de direitos humanos Paulo Vanuvhi, comunistas confessos, apologistas do marxismo, leninismo, trockrismo a desrespeitarem a Lei da Anistia e " orquestradamente" criarem "fatos novos", diariamente, tentando desmoralizar as Forças Armadas, por terem impedido que eles e mais uma dezenas de maus brasileiros , hoje encastelados no poder, implantassem uma Republica Socialista no Brasil.

REVOLTA-NOS ouvir, pelos meios de comunicação, nomes de pessoas vis envolvidas nos mais diversos crimes de dilapidação do dinheiro público.

REVOLTA-NOS ver pela TV, dinheiro (dólar ou real) ser levado em cueca, em mala, em maleta e nada acontecer nem mesmo uma prisão; isso e muito mais corrupção. A corrupção que, de epidêmica, passou a endêmica neste pobre País - pobre de homens, de ideias e de ideais.

REVOLTA-NOS assistir às mais degradantes cenas de falta de vergonha no Congresso Nacional, onde os escândalos são tantos que nos perguntam se não temos vergonha de ser brasileiros.

REVOLTA-NOS ver os senadores Pedro SIMON, Jarbas Vasconcellos e alguns outros mostrar os mais comezinhos crimes cometidos pelo governo da República e não ver providências para apuração das acusações e punição dos culpados. Nada mais degradante do que a CPI da Petrobrás, que não sai do papel porque o Executivo, mais preocupado em esconder os mal feitos da corrupção ali praticada, não quer e não deixa, com a conivência possível de oposicionistas que comungam com a desonestidade e só assinaram a CPI para efeitos eleitorais próprios.

REVOLTA-NOS assistir a deputados acusados pela Comissão de Ética serem absolvidos pelo plenário da Câmara, numa cena de verdadeiro deboche, até com dança de deputada sem pudor pessoal.

REVOLTA-NOS tomar conhecimento de suicídios de homens públicos em outros países, por terem sido pegos em avanço no dinheiro público, enquanto aqui, os dilapidadores da coisa pública são elevados até a líder do Governo no Senado e a cargo de Ministro.

REVOLTA-NOS ver o pobre FRANCENILDO ser humilhado e os canalhas que o menosprezaram continuarem nas suas funções públicas e prestigiados pelos que estão no Poder.

REVOLTA-NOS ver um professor de Harvard, tão "desbrasileiro", que fala enrolado o português, ter chamado o atual governo do mais corrupto da República e ser nomeado Ministro para ministério sem nome efetivo.

REVOLTA-NOS saber a existência de uma tropa inconstitucional (à moda dos regimes nazi-facistas-comunistas) e nada ser feito, por quem deve, para que a Constituição seja cumprida.

REVOLTA-NOS ver o não cumprimento da tal Constituição "cidadã" que acumula um monte de detalhes e de sandices. Verifique-se que não se cumprem, pelo menos, os seguintes preceitos:
  • nº VIII do Art. 4º - "Repúdio ao terrorismo e ao racismo". O governo premia e defende terroristas, como no caso das FARC e incentiva a diferença racial no País;
  • nº XXII do art. 5º - "É garantido o direito de propriedade". Invasões e mortes praticadas por organizações não legais e Chefes destes criminosos serem recebidos no palácio oficial do governo, provas do não cumprimento da lei;
  • Art. 6º da Constituição Federal. - "São direitos sociais a educação, a saúde, o trabalho, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados na forma desta Constituição"; Não é preciso comentar; esses direitos todos não são assegurados à plenitude, como cabia;
  • XXI § 1º do Art. 37. "A publicidade dos atos, programas, obras, serviços e campanha dos órgãos públicos deverá ter caráter educativo, informativo ou de orientação social, dela não podendo constar nomes, símbolos, ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridade ou de servidores públicos". Precisa-se dizer alguma coisa ou o PAC é programa extra-terrestre? As figuras que são projetadas nas TV vivem no mundo da lua?
  • II do Art. 220 e I - II - III e IV do Art. 221 que normatiza a Comunicação Social, defendendo a família e a sociedade.
REVOLTA-NOS receber apelos do Brasil inteiro, para que se defenda a Amazônia e o que se viu, entre outras formas de impatriotismo, foi a perigosa homologação da demarcação contínua das terras de fronteira da Reserva Indígena RAPOSA SERRA DO SOL, a despeito da opinião contrária de quem cabe - as Forças Armadas, através do oficial general maior responsável pela segurança da área - defender a integridade do território nacional. Uma irresponsabilidade dos poderes Executivo e Judiciário, que assim podem estar cometendo um crime de lesa-Pátria.

REVOLTA-NOS ouvir a palavra POVO pronunciada pelos demagogos. POVO sofredor, esmagado pela corrupção dos costumes políticos. POVO infeliz que acredita nas promessas de legítimos imitadores de RASPUTIN, o depravado que corrompeu e levou o povo russo à desgraça do comunismo, como os imitadores daqui estão nos levando na mesma direção.

REVOLTA-NOS assistir a ausência do Ministério Defesa, que deveria defender a NAÇÃO e não a defende; pois tememos que as FORÇAS Armadas, grandes responsáveis pelo processo histórico que resultou neste País continente, sejam transformadas em guardas pretorianas dos medíocres que mal governando, só nos infelicitam. Foram tais guardas que desgraçaram ROMA.

Excelentíssimo Senhor Ministro da Defesa.
Quéfreen, quarto soberano da IV dinastia egípcia (2.500 AC) já afirmava: "não há limite para a estupidez da humanidade".

SERÁ, SENHOR MINISTRO, QUE NÃO LHE REVOLTA O BRASIL DE HOJE? SERÁ QUE NÃO
PULSAM MAIS OS CORAÇÕES DE TAMANDARÉ - CAXIAS - RUI BARBOSA - CASTELLO BRANCO e EDUARDO GOMES? NOSSAS FORÇAS ARMADAS, HERDEIRAS DE GUARARAPES, ACORDARÃO, QUEIRA OU NÃO V. Exa. UM CONSELHO, SR MINISTRO: CUMPRA O DEVER DO SEU CARGO; NÃO O USUFRUA, APENAS!

BRASIL ACIMA DE TUDO!

ESTAMOS VIVOS!

(Fonte: GRUPO GUARARAPES - PERSONALIDADE JURÍDICA sob reg. Nº 12 5893, Cartório do 1º registro de títulos e documentos, em Fortaleza. Por e-mail do Coronel Castelo Branco).

FORTALEZA: ONDA DE EXECUÇÕES ASSUSTAM NO CONJUNTO PALMEIRAS E ENTORNO, FORAM 7 HOMICÍDIOS EM 7 DIAS

CONJUNTO PALMEIRAS

1) HOMICÍDIO A BALA
LOCAL: AV. VALPARAÍSO, CONJUNTO PALMEIRAS - FORTALEZA.
VÍTIMA: MENOR DE IDADE.

2) HOMICÍDIO A BALA
LOCAL: RUA SAQUAREMA, CONJUNTO PALMEIRAS - FORTALEZA.
VÍTIMA: J. A. M. S.

3) HOMICÍDIO A BALA
LOCAL: RUA CONDE SANDOVAL, CONJUNTO PALMEIRAS - FORTALEZA.
VÍTIMA: F. C. G. S.

ENTORNO DO CONJUNTO PALMEIRAS

4) HOMICÍDIO A BALA
LOCAL: 39, CONJUNTO SÍTIO SÃO JOÃO - VIZINHO AO CONJUNTO PALMEIRAS - FORTALEZA.
VÍTIMA: MENOR DE IDADE.

5) HOMICÍDIO A BALA
LOCAL: RUA CODÓ , JANGURUSSÚ - VIZINHO AO CONJUNTO PALMEIRAS - FORTALEZA.
VÍTIMAS: E. S.

6) HOMICÍDIO A BALA
LOCAL: RUA NÁGELA RIBEIRO, BARROSO - VIZINHO AO CONJUNTO PALMEIRAS - FORTALEZA.
VÍTIMA: F. V. G. S.

7) HOMICÍDIO A BALA
LOCAL: RUA JANUÁRIO, JANGURUSSÚ - VIZINHO AO CONJUNTO PALMEIRAS - FORTALEZA.
VÍTIMA: F. V. B. M.

(Fonte: SSPDS - CE)

600 VAGAS PARA A POLÍCIA FEDERAL

"O Ministério do Planejamento autorizou concurso da Polícia Federal para preenchimento de 600 vagas nos quadros da corporação. A portaria dando aval para a realização do processo seletivo foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (25/6) e determina a publicação do edital de abertura de inscrições em um período de quatro meses a partir de hoje.

Do total de vagas do concurso, 400 devem ser destinadas a escrivães e 200 a agentes. Para investidura em ambos os cargos, é necessário diploma de nível superior.

O salário inicial para as duas funções é de R$ 7.514,33. Ainda não há informações sobre onde serão lotados os aprovados. A última selação da PF para agente e escrivão aconteceu em 2004."

(Fonte: Correio Braziliense)

quinta-feira, 25 de junho de 2009

MORRE MICHAEL JACKSON




"O cantor Michael Jackson, de 50 anos, morreu na tarde desta quinta-feira, confirmaram os legistas do Hospital da Universidade de Los Angeles (UCLA), Califórnia, Estados Unidos da América. Ele sofreu uma parada cardíaca à tarde em sua casa e foi levado para o hospital. O astro chegou a receber massagem cardíaca para reanimação dentro da ambulância. Exames toxicológicos serão feitos no corpo do astro e um boletim ainda será divulgado com as informações exatas de hora e causas da morte."

(Fonte: O Globo)

APENAS UM RELES SUSPIRO DE INDIGNAÇÃO

"Volta – e – meia, nos deparamos com um pequeno ou grande escândalo descoberto graças ao chamado “jornalismo investigativo” de alguma grande revista semanal ou periódico de grande circulação.

Como primeira constatação surge a dúvida atroz. Como, meros jornalistas, sem o poder policial daqueles que deveriam investigar ou fiscalizar os atos denunciados, quando lançam – se sobre uma determinada matéria ou mesmo denúncia, facilmente destampam vergonhosas e as mais sujas atividades?

E são tantas.

Praticamente, pelo volume de podridão que nos cerca, os envolvidos no “escândalo – da – hora” não precisam esquentar a cabeça. Normalmente, basta se fingir de mortos e aguardar, sempre negar ou, quando muito, fazer cara de espantalho e balbuciar, “eu não sabia”, “eu não estava”, “ninguém me avisou”, “eu sou inocente”, “não há provas”, e assim por diante.

A tática é infalível. Na próxima semana, com certeza, uma nova patifaria será descoberta, e a cretinice de ontem fará parte de um longínquo passado (o Renan que o diga).

Outra prática tem sido a de criar um fato novo, diversionário, fundado ou infundado. Seja qual for o artifício ou a artimanha, a verdade é que eles, em geral, atingem o objetivo de acobertar patifes ou concedem aos envolvidos tempo suficiente para enfraquecer provas, desmoralizar testemunhas, etc.

Depois, fora de foco, as coisas ficam mais fáceis de serem manipuladas. E a justiça nativa, por incompetência ou por orientada competência (Daslu, 94 anos de prisão?) a favor dos culpados, nada descobre e a ninguém imputa.

Os escândalos ou fatos que podem colocar o desgoverno ou seus asseclas em maus lençóis são descartáveis ou desacreditados, sem esforço (lembram - se da CPI da Petrobras?), e “tudo permanece como dantes no Quartel do Abrantes”.

Assistimos, quase que enfadados, exceto pelo “suspiro”, às enormes rachaduras diárias no que resta de dignidade nacional. Embora ciclópicas, as cambulhadas de escárnios e deslizes aos nossos complacentes olhos mais parecem simplórias “marolinhas”.

Diante do nosso estupor, ou complacência, pois exalamos nada além de um “suspiro de indignação”, a senha dos calhordas e aproveitadores é de que “continue o contrabando”, convencidos de que um povo tão desvalido física e moralmente é digno das mais torpes mesquinharias.

O fato de que apenas um entre os mais de 600 atos secretos elaborados pelo ou no Congresso Nacional será anulado, nos comprova a que ponto chega a ousadia e o desplante daqueles que detêm sobre nós todos os direitos, inclusive o do desdém moral.

Por vezes, desiludidos difundimos (más) notícias e fatos, cujos atores são o desgoverno ou os seus tentáculos e, rapidamente, somos tachados de alarmistas. Contudo, cabe indagar: “Na área militar, as FFAA incorporaram neste ano apenas 60 % do efetivo previsto”? As suas verbas foram reduzidas e contingenciadas? O Exército está cumprindo a missão de resgatar os ossos das suas pretensas vítimas no Araguaia? Verdades? Boatos?

A cada novo dia, uma nova e mais cabeluda surpresa.

Como se falava (mais ou menos assim) na Academia Militar, sobre os difíceis e intrincados livros de Física (Álgebra?) do Sinésio de Farias, em cada livro tantas páginas, em cada página tantas linhas, em cada linha tantos problemas, em cada problema... um milhão de “ incógnitas”.

Este desgoverno é para o futuro da Nação, e para as Forças Armadas, desde ontem, como os livros do Sinésio, uma miríade de ........................... (favor completar o espaço)."

Brasília, DF, 24 de junho de 2009

Gen. Bda RI Valmir Fonseca Azevedo Pereira

AUMENTO SALARIAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO ESTADO DO CEARÁ DEVERÁ FICAR NA FAIXA DE 5%, PODENDO HAVER DIFERENÇA PARA POLICIAIS E PROFESSORES

"O Governador Cid Gomes (PSB-CE) vai receber, a partir das 18h30min desta quinta-feira, 25/06, em seu Gabinete, no Palácio Iracema, membros da Mesa Estadual de Negociação Salarial que envolve lideranças sindicais dos servidores públicos. Na ocasião, Cid, ao lado dos secretários Desirée Mota (Planejamento e Gestão) e Mauro Filho (Fazenda), vai expor números do reajuste que pretende conceder à categoria. O anúncio sai neste mês e a vigência será a partir de julho.

Segundo o líder do Governo na Assembleia, Nelson Martins (PT), que participará da reunião, o reajuste trará uma certeza: professores e a área da Segurança Pública vão ter tratamento diferenciado. O aumento, conforme ele, garantirá “a reposição inflacionária para todos, pelo IPCA, no que deve ficar em 5,2%”.

Os servidores públicos, por meio do Sindicato Mova-se, querem uma reposição de 19%. Na última semana, alguns segmentos diziam temer que o aumento do Estado não passasse de 6%.

O líder do Governo garantiu também que quem ganha salário mínimo - recebe hoje R$ 500,00, deverá ter aumento real com percentual ainda a ser definido."

(Fonte: Portal O Povo)

ATUALIZADO ÀS 9H13 - DIA 26/06/2009

"A remuneração mínima para os servidores públicos do Executivo estadual passará de R$ 500 para R$ 560 a partir de 1º de julho. A decisão aconteceu na noite desta quinta-feira (25), no Palácio Iracema, durante reunião entre o governador Cid Gomes e representantes classistas. Dessa maneira, o percentual de reajuste chega a 12%, o que é maior que o proposto pelo Governo Federal, que prevê aumento de 8,82% no salário mínimo nacional a partir de 1º de janeiro de 2010, que aumentará de R$ 465 para R$ 506,44.

Com relação ao reajuste das demais categorias do serviço público, não houve definição de percentual. O governador ouviu as demandas e reiterou o compromisso de repor as perdas da inflação e dar aumento real. “ O meu compromisso é dar um aumento maior que a inflação”, disse, reiterando, em seguida, o aumento diferenciado para os professores e policiais.

Nesta sexta-feira (26), às 14 horas, as entidades representantes dos servidores do Estado se reunirão na Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag) para debaterem a proposta de reajuste e na quarta-feira (1º de julho) eles voltarão a se reunir com o governador. Para o aumento ter efeito, ele deverá ser aprovado pela Assembléia Legislativa.

Durante a reunião, foram apresentados estudos sobre a inflação do período de julho de 2008 a junho de 2009, o que representa a 4,84%, bem como a Receita Corrente Líquida (RCL) do Estado, o equivalente a R$ 7,8 bilhões e o crescimento vegetativo da folha de pessoal de 3,4%. No total, são 144 mil servidores do Executivo, sendo 98 mil ativos, 38 mil inativos e 15 mil pensionistas. A folha do último mês de maio totalizou R$ 271 milhões.

Além do governador Cid Gomes e dos representantes classistas, estiveram na reunião os secretários e representantes das secretarias do Planejamento e Gestão, da Fazenda , da Educação, da Controladoria Geral do Estado e da Procuradoria Geral do Estado e do líder do Governo na Assembléia, deputado Nelson Martins."

(Fonte: Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado)

1623 NOVOS POLICIAIS MILITARES E RONDA DO QUARTEIRÃO NO INTERIOR DO CEARÁ

"O governador Cid Gomes participa, nesta sexta-feira (26), da formatura de 1.623 soldados que vão integrar o corpo da Polícia Militar do Estado (PM). Com o novo contingente, o Governo Estadual pretende reforçar o policiamento na Capital e Interior do Estado. A solenidade acontece às 17 horas, no Siará Hall (Av. Washington Soares, 3199 – Edson Queiroz). A formatura contará ainda com a presença do secretário da Segurança Pública e Defesa Social.

Para seleção, os novos soldados prestaram concurso público, realizado no fim de 2008, que teve mais de 47 mil inscritos. A prova selecionou 3.000 candidatos para a segunda fase que constou de curso de formação por um período de cinco meses. No total foram 1.020 horas de capacitação. Além do curso, todos os candidatos passaram por avaliação biomédica e toxicológica; exames de capacidade física e psicológica; investigação social; e prova de conhecimentos gerais que avaliou os conhecimentos adquiridos durante o curso.

Durante a solenidade, o governador vai assinar a ordem de serviço para a construção da Divisão de Homicídios. O edifício ficará localizado na avenida Aguanambi, em Fortaleza, e será fundamental para elucidação de crimes de morte com difícil elucidação.

Ronda do Quarteirão

No próximo domingo (28), o Programa Ronda do Quarteirão chegará a Sobral, na região Norte, com 72 policiais. Durante a solenidade, Cid Gomes também fará a entrega de 12 veículos para o Programa. Outros 82 policiais integrarão o Ronda do Quarteirão em Juazeiro do Norte, no Cariri, que será lançado na segunda-feira (29). Para o município serão entregues 15 carros.

Além de Sobral e Juazeiro do Norte o plano de Governo é que até o fim deste ano, o Ronda chegue aos demais municípios da Região Metropolitana (além de Caucaia e Maracanaú que já têm o programa) e os municípios de Canindé, Crateús, Barbalha, Crato, Itapipoca, Iguatu, Quixadá e Cascavel."

(Fonte: Coordenadoria de Imprensa do Estado - Portal do Governo)

CEARÁ REGISTRA O PRIMEIRO CASO CONFIRMADO DA "GRIPE SUÍNA"

O Ceará registrou o seu primeiro caso da "Gripe Suína". Trata-se do caso de uma jovem, 22 anos, que esteve nos EUA no mês passado.

O Caso foi diagnosticado pelo Hospital São José (bairro da Parquelândia - Fortaleza). A jovem foi medicada e foi para casa. A Secretaria de Saúde informou que até agora ninguém de sua família foi contagiada.

O Coordenador de Políticas de Saúde, da Secretaria da Saúde do Estado, Manuel Fonseca, confirmou aos meios midiáticos locais a notificação e assegurou que a jovem já voltou à sua rotina normal curada.

(Fonte: Portal SVM)

HOJE TEM BRASIL x ÁFRICA DO SUL PELAS SEMIFINAIS DA COPA DAS CONFEDERAÇÕES


BRASIL x ÁFRICA DO SUL

Local:
Estádio Ellis Park, em Joanesburgo (África do Sul)
Data: 25 de junho de 2009, quinta-feira
Horário: 15h30 (de Brasília)
Árbitro: Massimo Busacca (Suíça)
Assistentes: Matthias Arnet e Francesco Buragina (ambos da Suíça)

BRASIL: Júlio César; Maicon, Lúcio, Luisão e André Santos; Gilberto Silva, Felipe Melo, Ramires e Kaká; Robinho e Luís Fabiano
Técnico: Dunga

ÁFRICA DO SUL: Khune; Gaxa, Mokoena, Booth e Masilela; Dikgacoi, Mhlongo, Pienaar e Tshabalala; Modise e Parker
Técnico: Joel Santana.

(Fonte: Ig)

ATUALIZADO ÀS 17H44

BRASIL 1 X 0 ÁFRICA DO SUL

CRIANÇAS E ADOLESCENTES MORADORES DE RUA - UMA PAUTA OCULTA?

"O lançamento do livro "Censo da Exclusão ou Falta de Inclusão nos Censos?" no dia 15 de Junho na Assembléia Legislativa, através requerimento de nossa autoria com apoio do Presidente Domingos Filho e INESP, trouxe o retorno do tema Crianças e Adolescentes em situação de moradia de rua para a Agenda Política do Ceará, na busca de integrar e alertar Governos e Sociedade Civil.

O Parlamento Cearense tem com coragem debatido temas de grande envergadura como a Crise Econômica Mundial, Reforma Política, como outros de relevância nacional, porém é preciso que nos aproximemos de dramas cotidianos, como as inúmeras violações dos direitos aos quais são submetidos crianças e adolescentes que, segregados de suas famílias, moram nas ruas e praças das grandes cidades, seres humanos que sequer foram lançados à aventura da vida e estão afundando sonhos no perverso mundo da Rua.

Aprendi não somente com o referencial acadêmico, mas com a labuta social, as especificidades que envolvem esse público e a perceber que crianças e adolescentes Moradores de Rua simbolizam não só a desigualdade social, mas retratam uma situação de extrema exclusão quer nos aspectos econômicos como também no âmbito afetivo e social.

As Crianças e Adolescentes Moradores de Rua são tão excluídos socialmente, que o próprio IBGE, órgão responsável pela coordenação do censo demográfico brasileiro, decidiu excluir do universo pesquisado a referida população e inexiste até a presente data qualquer dado oficial que quantifique e qualifique esse contingente populacional.

Se o censo demográfico representa a mais completa frente de informações sobre a realidade e a principal fonte para aplicação de Investimentos públicos e deixa fora esse segmento, imagine a fragilidade das ações e estratégias existentes e voltadas a esse universo, ou seja, está excluída a possibilidade de ações públicas focadas nesse setor.E o resultado é a inexistência de qualquer Programa Nacional, que pela peculiaridade pressupõe uma ação específica e tutorada.

As Crianças e Adolescentes moradores de rua , são aqueles que já deixaram sua própria família e sobrevivem nas ruas sem proteção. Configura-se aqui uma situação de altíssima complexidade do ponto de vista da Assistência Social. Mesmo assim ela é uma pauta oculta. Mas o que fazer? A partir do movimento surgido aqui no Ceará " Criança Não é de Rua " , lançado em 2005 e do " Censo da Exclusão ou Falta de Inclusão nos Censos? " ,com a participação do Parlamento Estadual, INESP, da Sociedade Civil, ONG ' S, Igrejas, Adolescentes, Poder Público Estadual e Municipais,Universidades, Educadores Sociais, Conselheiros Tutelares, UNICEF, Justiça da Infância, enfim muitos atores que contribuíram com a discussão, fica claro que é possível, dependendo da vontade firme de todos e de um trabalho intersetorial, como também de orçamento definido. Esta é a hora, as crianças têm pressa!"

(Fonte: Deputada Estadual Tânia Gurgel - PSDB-CE)

A ARTE DE CONVIVER COM PESSOAS "INSUPORTÁVEIS"

"Não importa qual o ramo de atividade que exercemos, mais cedo ou mais tarde temos que conviver com pessoas com um temperamento difícil. O que fazer? Entrevistamos Bruna Gasgon, consultora em comunicação e recursos humanos, que criou apelidos para os tipinhos insólitos que aparecem nos escritórios e ensinar de uma maneira divertida como neutralizar as más influências.

Os insuportáveis podem ser de dois tipos. O primeiro deles é a pessoa é insuportável e pode até precisar de terapia porque não sabe que é assim. No segundo, a pessoa está insuportável porque teve uma semana ruim, está se sentindo mal. "Pelo menos um dia na vida a gente é insuportável", disse Bruna

"A primeira providência é perceber que você também é uma pessoa insuportável. Eu mesma sou a insuportável número um!", brincou a consultora. Ela frisa que todo o exercício de lidar com pessoas com quem você não se dá bem tem como primeiro momento o autoconhecimento. "Pode ter certeza, em algum momento de sua vida você foi (ou é) insuportável para alguém. Então você tem que refletir sobre as suas atitudes para que o clima do escritório não piore".

Num segundo momento, tente entender a chatice de seu colega descobrindo o que o leva a agir assim. "Se você sabe que alguém dormiu mal, está com uma mãe doente e essa pessoa te dá uma patada, você acaba relevando. É claro que isso não pode acontecer sempre, mas se você está ciente de que a irritação não é com você, a sua dor de cabeça ou sua raiva evaporam", aconselha Bruna.

Finalmente, tente sinalizar que esse tipo de atitude incomoda e muito. "Quando você percebe que está sendo chato e por isso as pessoas se afastam de você, não há quem não tente melhorar", disse a consultora.

Conheça os principais tipinhos difíceis de escritório e aprenda a lidar com eles:

Brucutu

Perfil
É aquele que sente prazer especial em humilhar as pessoas, principalmente os subordinados. Ele grita, dá respostas grosseiras e parece que nem percebe o quanto magoa os que estão ao seu redor. Geralmente, ou você engole, ou vira brucutu também. Nenhuma das duas alternativas é interessante.

Por que ele é assim?
Um brucutu pode ter acordado com o pé esquerdo, estar de TPM, "a Tendência Para Matar", disse Bruna. Geralmente tratam mal os subordinados porque acham que têm poder suficiente para escapar de protestos.

O que fazer
Quando alguém estiver explodindo com você, deixe que a pessoa fale tudo o que quer. "Espere acabar a corda", explica Bruna. Fique parado na mesma posição. "É estranho, mas em todas as pesquisas que fiz, quando alguém se move numa situação dessas, a pessoa que está explodindo fica ainda mais brava".

Finalmente, depois que o brucutu se calar, diga em um tom de voz calmo e baixo que você é um profissional, que merece ser respeitado e de gostaria muito que isso não acontecesse mais. "Pode acreditar, o brucutu se desmonta na hora porque ele percebe que reagiu de forma errada".

Sabe-tudo

Perfil
Sabe aquele chato que sempre te corta no meio de uma reunião porque ele tem certeza de que sabe muito mais sobre o assunto? Também é aquele que fica o tempo todo contando vantagem, falando da viagem sensacional que fez, do melhor restaurante da cidade que só ele conhece, do carrão que comprou.

Por que ele é assim?
Pessoas que tentam mostrar o tempo todo o como são melhores têm um profundo complexo de inferioridade, são muito inseguras, diz Bruna.

O que fazer?
Vire o melhor ouvinte do mundo. Não tente dizer que o seu é melhor ou que você não acha a nova camisa dele tão fantástica assim. Quanto mais você der corda, mais ele vai querer se exibir.

Kid Tocaia

Perfil
O mais nocivo de todos. É aquele colega que faz de tudo para que você fique mal diante dos olhos do seu chefe e que comemora secretamente cada falha que ele vê em você. Fofoqueiro, costuma dar umas alfinetadas em você no meio de uma rodinha e depois solta um "eu tava brincando, amiga!".

Por que ele é assim?
O Kid Tocaia quer alguma coisa que você tem. Pode ser seu cargo, seu cabelo, seu namorado. São patologicamente invejosos.

O que fazer?
É preciso estar atento para que as mentiras espalhadas pelo Kid Tocaia não acabem com a sua imagem na empresa. "O mais complicado é segurar a vontade de sair no braço com o invejoso, mas não adianta revidar. Se você estiver explodindo, vá ao banheiro mais próximo e dê uns gritos de caratê para aliviar a tensão", aconselha Bruna.

Não adianta ficar remoendo o ódio, afinal de contas você não é culpado pela inveja do Kid. "Dedique-se ao seu lazer. Pegue um dia para dar um passeio sozinho. Não adianta ficar acumulando a raiva porque isso faz mal à saúde e atrapalha ainda mais o seu trabalho", disse a consultora.

Frente fria

Perfil
Uma nuvem preta paira apenas sobre a cabeça dele. Tudo está ruim e a pessoa se sente tão mal com tudo e todos que contamina o escritório.

Por que ele é assim?
Os frente fria são pessoas muito melancólicas, que optaram por olhar sempre para o lado negativo das coisas. Sabe aquela história de ver que o copo está meio vazio?

O que fazer
Não tente argumentar ou brincar de "Jogo do Contente". Eles vão inverter tudo que você disser e achar ainda mais "provas" de que o mundo vai acabar antes das seis da tarde. Principalmente, NUNCA mude seus planos por causa de uma opinião do frente fria.

Disque problema

Perfil
Primo do frente fria, é viciado em reclamar. Se trocam os computadores, reclama que não vai saber mexer nos programas novos. Se pintam as paredes, reclama que o ambiente ficou muito claro.

Por que ele é assim?
Para essas pessoas, reclamar é um vício. É impressionante como eles conseguem estragar a melhor das intenções.

O que fazer
Chame a pessoa para conversar e fale francamente o que você acha das atitudes dela. Não tente atacar, a conversa tem que ser bastante amigável. Você pode até começar brincando, chamando a pessoa de reclamona. "Na hora o Disque Problema pode fugir da conversa, mas com certeza no dia seguinte ele vai falar com você e tentar reclamar menos", disse Bruna."

(Fonte: Marcela Tavares - Bruna Gasgon; Por e-mail de andreia.herrera@gmail.com)