CIVITATE - INCENTIVADORES

domingo, 31 de janeiro de 2010

UM VENTO GENUINAMENTE CEARENSE, O ARACATI, VAI VIRAR FILME

RIO JAGUARIBE - CE, ONDE "NASCE O ARACATI"




"População de cidades cearenses espera por passagem de "vento especial": o Aracati."

"Ele nasce no mar e percorre 300 quilômetros pelo sertão cearense, todos os dias, em horários e intensidades que mudam conforme a cidade e a estação do ano. Nas ruas simples do Vale do Jaguaribe, a população aguarda religiosamente a sua passagem. O sopro diário do Aracati, que chega para refrescar e alimentar de esperança a vida das pessoas que vivem ali, no meio do sertão, é cercado de lendas e histórias. Foi atrás delas que eu e duas amigas - a diretora Julia De Simone e a roteirista Aline Portugal - viajamos, no fim do ano passado, para fazer a pesquisa que deu início ao documentário "Aracaty".

Chegamos a Fortaleza no dia 26 de dezembro e, antes de começar a viagem em direção às pequenas cidades do vale, encontramos o físico Henrique Camelo, que escreveu uma dissertação de mestrado sobre o assunto. Foi ele quem nos explicou que o percurso do vento está diretamente ligado ao Rio Jaguaribe:

- O rio funciona como canalizador do vento. Conduz o Aracati.

Dois dias depois, partimos em direção à cidade de Jaguaribe para sentir na pele o Aracati. Alugamos um carro e seguimos pela BR-116. A chegada à cidade foi um tanto desanimadora. Com um comércio relativamente grande e cerca de 36 mil habitantes, a imagem de pessoas sentadas em cadeiras de balanço nas calçadas à espera do vento mítico parecia não caber ali. Uma pausa para o almoço e uma bebida gelada para aliviar o calor do sertão refrescaram as ideias. Logo seguimos para a prefeitura em busca de alguém que pudesse nos guiar pela cidade. Foi lá que conhecemos Vânia Oliveira, que fez as vezes de nossa produtora. Pernambucana de 41 anos, ela um dia jogou sua aliança de noivado no telhado e foi embora para o Ceará. Anos depois, já casada, seu filho ficou um mês sem nome, até que um jornal caiu no seu colo e uma reportagem sobre Glauber Rocha lhe chamou a atenção. Pronto. Surgia mais um Glauber. Hoje, ela conhece todos em Jaguaribe e descreve assim a passagem do Aracati:

- Ele chega, levanta poeira, bagunça a casa, mexe o cabelo, faz voar o vestido.

As palavras de Vânia logo nos remeteram aos versos de José de Alencar em "Iracema": "O doce Aracati chega do mar, e derrama a deliciosa frescura pelo árido sertão. A planta respira; um doce arrepio eriça a verde coma da floresta." A curiosidade só aumentava.

- A gente consegue reconhecê-lo? - indagamos as três, quase que simultaneamente.

- O Aracati é diferente. Vocês vão sentir quando ele chegar - diz Vânia.

Em Jaguaribe, o Aracati chega no início da noite. Como era o começo da tarde, ainda tínhamos tempo. De cara, Vânia nos levou ao restaurante Chico do Peixe, onde conhecemos dois típicos moradores da região, seu Abílio e seu Atílio, irmãos que todos os dias mantêm a tradição de esperar o Aracati passar. Dali, partimos para a casa deles, uma construção simples de tijolos, em meio à paisagem árida do sertão, que ganhou uma varanda, construída pelos próprios, só para esperar pelo Aracati.

Na sala, uma cena que poderia inspirar Van Gogh: apenas uma cadeira e, na parede, quatro quadros com imagens religiosas. Na outra extremidade, nada de televisão. Um rádio antigo é o que traz outras vozes ao espaço.

- O senhor tem quantos anos? - pergunto a seu Abílio, o mais falante dos dois.

- Nasci em 1935. Não sei fazer as contas - responde ele.

A tarde caiu. Além dos dois irmãos, um sobrinho, um vizinho e duas crianças se juntaram a nós. Seu Abílio deixou a timidez de lado e começou a contar causos. Todos escutavam histórias que iam de alma penada à piada do homem que fazia tudo errado e nem se matar conseguia. Uma brisa leve passa então pela varanda.

- É o Aracati? - as três perguntam, animadas.

- Ainda não. O Aracati faz um barulho quando chega e refresca mesmo. Vocês vão ver - responde seu Abílio.

A prosa continua e, de repente, o cabelo começa a voar, com a chegada de um friozinho gostoso que logo acalma o calor do sertão.

- O Aracati chegou! - exclamam todos, quase em coro.

Nas ruas, adultos e crianças, homens e mulheres, jovens e velhos, também comemoram a chegada do Aracati. A rua é o melhor ponto de encontro. Depois disso, Vânia nos leva até dona Dagmar, a poetisa da cidade.

- O Aracati é a nossa salvação. Ele passa mais forte entre agosto e janeiro. Se o vento atrasar, atrasa o inverno também - explica Dagmar. - O Rio Jaguaribe corre pro Aracati. No meio do percurso, banha os sonhos meus.

Ficamos dois dias em Jaguaribe e seguimos para os distritos de Feiticeiro, Mapuá e Nova Floresta. Quando chegamos a este último local, conhecemos o historiador Paulo Silva. Além de contar histórias sobre o Aracati, ele fez questão de caminhar pelas ruas conosco e nos levou até a casa onde Luís Carlos Prestes ficou hospedado quando a Coluna Prestes passou por lá.

- Quatro mil homens dormiram pelas ruas - conta Paulo, que, além de saber muitas histórias, também não perde a passagem do vento.

Seguimos depois rumo a Icó, a última cidade por onde passa o Aracati. O município, que surgiu no final do século XVII, tem vários casarões tombados e muitas histórias. Mas o tempo era curto, e não dava para perder o Aracati de vista. Naquela altura da viagem, já tínhamos percebido que era nos vilarejos menos populosos que surgiam as melhores histórias, especialmente se contadas por seus moradores mais antigos. Chegamos então ao sítio Poço da Pedra. Serafim de Oliveira Rodrigues, de 66 anos, foi a primeira pessoa que encontramos. Ele trabalha no abastecimento de água local, e paramos para lhe perguntar sobre o vento. Jeito simples, conversador, ele conta que no lugar vivem cerca de 40 famílias, e que as coisas estão mudando muito por ali:

- Desde 2003, as chuvas mudaram. Isso tem a ver com o degelo que está ocorrendo no mundo.

Em Poço da Pedra, o Aracati passa na hora da novela das oito. É nesse momento do dia que a pequena Suely, de 8 anos, faz uma fogueira com a ajuda do tio, na frente de casa, e aproveita para secar as panelinhas de barro que gosta de fazer. A menina mora com a avó, dona Geralda, de 66, que nos convidou para dormir em

sua casa. Durante a noite, enquanto esperávamos o Aracati passar, sentamos em tapetes em volta da fogueira e escutamos muitas histórias.

- Teve um dia em que o Aracati passou tão forte que perdemos a telha da casa - conta dona Geralda, mãe de oito filhos e avó de 14 netos.

Seu Serafim, que tirou o dia para nos acompanhar, relembra o momento em que ele e a família quase se afogaram no rio por causa do vento:

- Era noite e estávamos em cinco barcos. Quando o Aracati passou, mexeu com tudo e caímos na água. Nadamos até a margem e chamamos um por um pelo nome para saber se todos estavam sãos e salvos.

Nesse dia, ninguém precisou nos dizer nada: sentimos na hora o Aracati chegar. Ele veio e logo ajudou a espalhar a brasa e a apagar a fogueira. Era a hora de nos recolher. Naquela noite, dormimos em redes na casa de dona Geralda, embaladas durante várias horas pelo sopro do Aracati.

Nos dias seguintes, passamos pelos vilarejos de Tabuleiro, Limoeiro do Norte, Russas e Jaguaruana. Neste último, o radialista Augusto nos levou até outra lenda viva da região, Zé da Marieta, o profeta da chuva local. Aos 62 anos, é ele quem faz a previsão de como será o inverno no sertão: bom (com muita chuva) ou seco. Ele nos conta que sua análise é feita a partir de observações tanto do movimento dos planetas quanto do canto de um pássaro durante a lua cheia. E o comportamento do Aracati, claro, jamais fica fora de suas previsões.

- Só sei escrever meu nome, mas desde os 14 anos começaram a me ensinar a saber quando a chuva chega - conta o profeta, casado com dona Maria, com quem tem 11 filhos e 16 netos.

Cabelos brancos como algodão presos em coque, rosto marcado pelo tempo e voz mansa, outra habitante de Jaguaruana, dona Nazaré, de 94 anos, gosta de sentir o vento batendo no rosto:

- Sua brisa acalma a gente.

A viagem termina em Aracati, cidade batizada com o nome do vento porque é justamente ali que começa a sua trajetória pelo sertão. O lugar, não por acaso, é conhecido pela produção de energia eólica. Os cataventos nos serviram de inspiração, assim como as cadeiras de balanço, as roupas secando no varal, os rostos do povo simples que mora ali. Afinal, durante toda a viagem, o principal desafio era traduzir o Aracati em imagens. Todos os dias, antes de dormir, assistíamos ao material gravado e discutíamos os próximos passos.

Antes de partir para o Ceará, passamos um ano trabalhando na busca de informações sobre o Aracati, que em tupiguarani significa bons ventos. O objetivo da ida ao Ceará também era coletar imagens para serem exibidas na feira Real Screen Summit, em Washington, especializada em documentários e programas de TV, que começa amanhã. No início de dezembro, o projeto foi apresentado no Pic Doc (Programa Internacional de Capacitação para Documentários), ganhou elogios do francês Emmanuel Priou, produtor de "A marcha dos pinguins", e ficou entre os dez melhores, o que lhe garantiu a participação na feira americana. Os dez dias de viagem enriqueceram a pesquisa sobre esse vento que povoou o nosso imaginário por tanto tempo. O próximo passo é transformar tanta espera em encontro. Em "Aracaty"."

(Fonte: Júlia Motta - O Globo)

FINAL DE SEMANA VIOLENTO TAMBÉM NO INTERIOR DO CEARÁ, SÓ EM JUAZEIRO DO NORTE FORAM TRÊS ASSASINATOS

JUAZEIRO DO NORTE - CE

"A última noite foi violenta na cidade de Juazeiro do Norte, região do Cariri. Além do homicídio que vitimou um segurança dentro de uma loja de variedades, houve ainda um assassinato a golpes de faca e outro à bala no centro da cidade.

Dois indivíduos em uma moto, quando passavam pelos cruzamentos das ruas Beata Maria de Araújo e Pio Norões, dispararam vários tiros contra pessoas que estavam no local. Fabiano dos Santos, 23, foi ferido no tornozelo direito, sendo socorrido logo em seguida. Já Nilberto Pereira Ramos, 19, teve seu pulmão perfurado e morreu.

Os acusados fugiram sem ser identificados e o motivo do crime também é desconhecido.

Às 1h30min da madrugada de hoje (31), Paulo César Alves da Silva, 23, foi morto com um golpe de faca nas costas. Populares o socorreram para o hospital local, mas ele não resistiu.

Contra Paulo César, existia uma acusação de porte ilegal de arma.

O motivo e o assassino ainda são um mistério para a Polícia."

RUSSAS - CE

"Paulo Sérgio Costa da Silva, 40, morreu após levar três tiros na noite de ontem (30), em Russas, distante 165 quilômetros de Fortaleza.

Era por volta das 19 horas, quando um homem até agora desconhecido alvejou os disparos contra Paulo, que estava em um calçadão, em frente a um posto de combustíveis, no centro do município.

Ele foi socorrido por populares para o hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.

O acusado fugiu à pé, em direção ao Riacho Araibú.

O motivo do crime é desconhecido."

(Fonte: TV Jangadeiro, afiliada SBT em Fortaleza - CE)

EGITO É TRICAMPEÃO DA ÁFRICA

"Egito bate Gana e é tricampeão da
Copa Africana de Nações."

"Maior vencedor da história da Copa Africana das Nações, a seleção do Egito fez valer seu favoritismo e, neste domingo, na grande final da edição 2010 da competição, bateu Gana por 1 a 0 e levantou a taça de campeão pela sétima vez na história, a terceira consecutiva, fato inédito até então.

O gol que definiu o rumo do troféu foi marcado por Gedo, que saiu do banco de reservas para ser o grande herói do país aos 40 minutos do segundo tempo, após linda tabela com o centroavante Zidan, principal nome do time egípcio.

Gana, que lutava pela quinta conquista da Copa Africana, perdeu, mas caiu de pé, pois foi um grande adversário e não se entregou mesmo após levar o gol, perseguindo o empate nos cinco minutos que ainda restavam para o apito final.

Depois de um duelo bastante equilibrado e truncado no meio-campo, prevaleceu a maior categoria de quem fez campanha irretocável durante a competição. Ignorando atos de violência e o medo que marcaram o início da Copa, os egípcios levantaram a taça com 100% de aproveitamento.

Na caminhada rumo ao título, os Faraós bateram Nigéria, Benin e Moçambique na primeira fase, Camarões na sequência e Argélia, com direito à goleada por 4 a 0 na fase semifinal da competição. Neste domingo, com a apertada vitória sobre Gana, entraram definitivamente para a história."

(Fonte: Ig)

BERÇO DO SURF NACIONAL PODE PERDER AS ONDAS NO CEARÁ


"Um dos berços do surf nacional, a praia do Titanzinho, em Fortaleza, pode ficar sem ondas. Um projeto para a construção de um estaleiro para fabricar navios gaseiros para a Transpetro está muito perto de se tornar realidade e, para isso, será necessário tornar "calmo" o mar da região, sem as ondas que formaram campeões como Tita Tavares, Fabinho Silva, Pablo Paulino e Messias Félix.

O estaleiro será construído pelo Promar Ceará, formado pela empresa PJMR, que venceu todas as etapas da licitação feita pela Transpetro (estatal ligada à Petrobras), inclusive com a melhor oferta de preço. Resta apenas uma última negociação de custos para bater o martelo, o que é esperado para fevereiro. A licitação faz parte do Promef (Programa de Modernização e Expansão da Frota) e prevê a construção de oito navios gaseiros, sendo quatro com capacidade para 7 mil metros cúbicos de gás, dois para 12 mil metros cúbicos e outros dois para 4 mil metros cúbicos.

Empresários e o governo do Ceará afirmam que o empreendimento não pode ser instalado em outro local. Entidades sócio-ambientais e a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), refutam.

O Titanzinho está situado em um dos bairros mais pobres de Fortaleza, o Serviluz, com 21 mil habitantes, próximo ao porto do Mucuripe.
Pelos altos índices de criminalidade, a região não se tornou um ponto turístico tradicional da cidade, apesar da bela paisagem e das ótimas ondas. De fora, só quem frequenta a área são os surfistas que conhecem a fama do mar. "Quem é do surf tem que passar pelo pico do Titanzinho. E sempre que tem algum campeonato aqui por perto, uns gringos passam por aqui para conferir", disse Pedro Paulo Fernandes, presidente da ONG Serviluz Sem Fronteiras.

As ondas não são apenas para profissionais. Cerca de 500 jovens da comunidade se dedicam ao surf na localidade, e alguns deles até ganham algum dinheiro com isso. Anderson Ribeiro, 16, surfista desde os 11 anos, é um deles. Com uma bolsa mensal de R$ 100 bancada pela Funcap (Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico), Anderson pode surfar todos os dias (às vezes até duas vezes ao dia), ensina outros jovens - é monitor de dez -, e não deixou de estudar. Como o bairro não tem uma escola de ensino médio, ele tem de se deslocar até um bairro vizinho para frequentar o 1º ano - o que só é possível com a bolsa.

Outro que não deixa de surfar um dia sequer, com o apoio da bolsa da Funcap, é Bruno dos Santos, também de 16 anos, surfista desde os 8.
"Querem acabar justo com a nossa única forma de lazer. Isso não é certo", disse Anderson. "Acho que se a turma ficar sem as ondas, muita gente vai mesmo para o outro lado, o das drogas, do crime", completou.

É isso o que teme também Leonardo Damasceno de Sá, doutor em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e pesquisador do LEV (Laboratório de Estudos da Violência) da universidade. Com uma tese sobre a situação dos jovens do Serviluz, Leonardo considera a tentativa de levar o estaleiro para o bairro o fim da esperança para boa parte deles, o que, consequentemente, pode culminar num aumento da violência nos arredores.

"Há um forte estigma contra o surf, tido como algo supérfluo, mas para a juventude dali é uma esperança, já que eles veem tantos campeões que saíram de lá e viajam o mundo. É uma forma de economia criativa que pode ser ainda mais valorizada, mas, sem as ondas, podemos esperar um grande aumento da criminalidade", disse.

Local ideal

Já foram apresentadas outras opções de locais para a construção do estaleiro no Ceará, entre elas um trecho bem próximo a outro porto, o do Pecém (a 60 km de Fortaleza), onde há um projeto de parque industrial e de construção de uma siderúrgica, que poderia fornecer aço para os navios.

O governo do Ceará argumenta, porém, que não haveria viabilidade técnica para a instalação do estaleiro ali, sendo necessário, para isso, investimentos muito maiores do que os previstos para o Titanzinho - que está orçado em cerca de R$ 220 milhões, sendo R$ 60 milhões do próprio governo cearense. O Promar já incluiu o investimento em um programa do Fundo de Marinha Mercante, que deve aportar recursos do Tesouro Nacional à indústria naval brasileira, e espera contar ainda com o reforço financeiro do estaleiro coreano STX.

O Titanzinho é considerado o local ideal por já haver ali um grande quebra-mar, montado para o porto do Mucuripe, e pela profundidade do mar, de 10 a 12 metros - o restante do litoral cearense é considerado raso e com ondas muito fortes, o que dificultaria a instalação do empreendimento. Para o estaleiro, será necessário apenas complementar o quebra-mar, de forma a reduzir as ondulações da maré, e construir as demais instalações. Estima-se que o estaleiro possa faturar US$ 200 milhões ao ano e gere 1.500 empregos diretos.

"Como vão dar os empregos para a população local se nem escola de ensino médio existe ali? É uma falácia", pergunta Leonardo.
Na opinião do vereador Acrísio Sena (PT), líder da prefeitura na Câmara Municipal, o empreendimento é importante para o Estado, mas não é adequado para um centro urbano. "A questão econômica não pode estar acima da vida das pessoas", disse.

Para os surfistas Anderson e Bruno, o maior sonho é poder competir um dia no exterior, representando bem o Titanzinho. "Não é fácil, não, precisa de patrocínio, mas a gente treina para isso", disse Bruno, que com orgulho contou que conseguiu recentemente o segundo lugar num campeonato de surf amador na praia do Iguape, em Aquiraz (região metropolitana de Fortaleza). Anderson ficou em terceiro lugar."

(Fonte: Kamila Fernandes - Uol)

REFLEXÃO


Às vezes é preciso perder para dar VALOR.
É preciso chorar para aprender a AMAR.
É preciso confiar para se ENTREGAR,
e ainda assim a grande verdade é que,
é preciso ouvir para nunca GRITAR…
Todos irão sofrer um dia, para saber,
o verdadeiro sentido da felicidade!
Se sentir saudade: PROCURE.
Se sentir vontade: FAÇA.
Se tiver vontade: LUTE.
Se perder: ESQUEÇA.
Se gostar: VIVA !
“Muitas vezes deixamos de lutar pelo que realmente queremos
pelo simples fato de não querer ouvir um NÃO”…
Errar é humano… Perdoar é preciso… E correr atrás daquilo que realmente quer é uma obrigação nossa! Viva… Ame… Pense… Erre… E depois do erro corra atrás de refazer o seu acerto…
Nada é para vida toda! SÓ DEUS!


(Fonte: Por e-mail do Carlos)


sábado, 30 de janeiro de 2010

GUARDA MUNICIPAL É PRESO COM CARRO ROUBADO

"Um Guarda Municipal foi preso, na noite da última sexta-feira (29/01), na avenida Dedé Brasil, bairro da Serrinha, em Fortaleza - CE, com um carro roubado. No momento da prisão, Otaviano Alves Carneiro estava em um bar.

A polícia descobriu que o carro tinha sido roubado depois de fazer uma vistoria.

O Guarda Municipal está preso no 7º Distrito Policial, no bairro Pirambu."

(Fonte: Portal SVM)

FORTALEZA - UM ASSASSINATO A CADA 55 MINUTOS

"Dez pessoas foram mortas a tiros em um intervalo de 9h10min de quinta-feira na Região Metropolitana de Fortaleza. O número é superior à média de ocorrências de um fim de semana e contribuiu para o acréscimo de 15% no número de mortes em relação a janeiro de 2010."

"Dez homicídios a bala e oito lesões corporais, também por uso de arma de fogo, foram registrados pela Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), em um intervalo de 9h10min, na Região Metropolitana de Fortaleza. Segundo a Polícia, os crimes aconteceram das 13h29min às 22h39min de quinta-feira. As agressões foram motivadas por dívida com traficantes de drogas, por vingança ou por acerto de conta, conforme o Ciops. A Polícia apreendeu ainda seis revólveres 38 e uma outra arma de fogo artesanal, com munição cartucho 40.

O número de assassinatos com uso de armas de fogo, na quinta-feira, é maior que a média de um fim de semana e contribuiu para o acréscimo de 15%, em relação aos 28 primeiros dias do ano, diante do mesmo período de 2009, com base nos da Ciops e da Perícia Forense do Ceará (Pefoce).

Entre os homicídios está o do soldado Antônio Sidney da Silva Barreto, 35, executado fardado com dois tiros na estrada da Taquara, em Caucaia. A Polícia chegou a interrogar um adolescente de 17 anos, flagrado com um revólver, mas ele foi liberado após a família se comprometer a apresentá-lo ao juizado da comarca, na próxima terça-feira. Apesar do flagrante da arma, a Polícia ainda não considera o adolescente como suspeito do crime contra o policial militar.

Os outros crimes ocorreram em Caucaia, e nos seguintes bairros de Fortaleza: Montese, Floresta, Barra do Ceará, Caça e Pesca, Bom Jardim, Dunas, Vila Velha e Messejana. Ontem, até o início da tarde, nenhum assassinato a bala havia sido registrado pela Polícia. Mas dois homens tentaram executar a tiros uma pessoa, no bairro São João do Tauape.

Outro policial

Após o assassinato do soldado Sidney Barreto, a Polícia Militar levou um outro susto na manhã de ontem, na Bela Vista, diante do assalto contra um sargento da corporação.

O policial militar foi abordado por um casal e teve a arma roubada. Ele estava de folga e não se feriu durante a ação dos criminosos. Uma adolescente de 17 anos foi detida."

(Fonte: Landry Pedrosa e Nicolau Araujo - O Povo)

AGENDA DO PRÉ-CARNAVAL DE FORTALEZA

A Turma do Mamão
Local de concentração: Praça dos Navegantes – Jacarecanga (próximo à Marinha)
Quando: 23 e 30/01 e 06 e 12/02
Horário: 20h às 23h
Informações: 3238-0636 ou 3238-1578

ABC do Macho Veio
Local de concentração: Rua Paulo Firmeza, 429 (Entre as ruas Capitão Gustavo e Fiscal Vieira)
Quando: 17, 24 e 31/01 e 07/02
Horário: 17h às 21h
Informações: 3227-9384

Amantes de Iracema
Local de concentração: Rua Antônio Augusto, 437
Quando: 16, 23 e 30/01 e 06/02
Horário: 19h às 22h
Informações: 3219-2647

Amantes do Pré
Local de concentração: Av. Jovita Feitosa com Rua Viriato Ribeiro
Quando: 16, 23 e 30/01 e 06/02
Horário: 18h30 às 22h
Informações: 8719-7947

Araxá Folia
Local de concentração: Rua Frei Marcelino, 324, esquina com a Rua Padre Cícero – Parque Araxá
Quando: 17, 24 e 31/01 e 07/02
Horário: 17h às 22h
Informações: 3281-3017

Baixinhos do Mincharia
Local de concentração: Rua Pacajus, 05 – Largo do Mincharia (Praia de Iracema)
Quando: 17, 24 e 31/01 e 07/02
Horário: 14h30 às 20h
Informações: 3219-1174 ou 3263-8280

Balançando o Esqueleto
Local de concentração: Rua 2 de Maio, 10 – Bairro Planalto do Pici
Quando: 09, 16, 23 e 30/01
Horário: 17h às 20h
Informações: 8748-6713

Bate Palmas
Local de concentração: Av. Val Paraíso, 698 – Conjunto Palmeiras
Quando: 16, 23 e 30/01 e 06/02
Horário: 15h às 19h
Informações: 3250-8279

Batendo na Lata
Local de concentração: Rua Jurandir Leonel, 607 – Parque Santa Maria (Messejana)
Quando: 17, 24 e 31/01 e 07/02
Horário: 16h30 às 18h
Informações: 3293-4378

Batucada 75
Local de concentração: Rua Edith Braga, 395 – Jardim América
Quando: 09, 16, 23 e 30/01
Horário: 18h às 22h
Informações: 3494-3989

Bloco dos Bodes
Local de concentração: Av. Senador Carlos Jereissati, D-56/670A – Jardim das Oliveiras
Quando: 17, 24 e 31/01 e 07/02
Horário: 15h às 23h
Informações: 3239-4378

Buoni Amici’s
Local de concentração: Rua Dragão do Mar – Praia de Iracema (Ao lado da Capitania dos Portos)
Quando: 09, 16, 23 e 30/01 e 06/02
Horário: 15h às 17h30
Informações: 3283-2495

Cabeça de Touro
Local de concentração: Av. E, 635/ 2ª etapa – José Walter
Quando: 16, 23, 30/01 e 06/02
Horário: 17h às 22h
Informações: 8717-8392

Concentra mas Não Sai
Local de concentração: Praça do Ferreira
Quando: 16, 23 e 30/01 e 06/02
Horário: 18h às 22h
Informações: 3262-7096

Cordões do Ancuri
Local de concentração: Praça do Parque Santa Maria – Rua Maria Quintino, 650 (Esquina com a Rua Coronel José de Moura) – Ancuri
Quando: 10, 17, 24 e 31/01
Horário: 18h30 às 21h
Informações: 3274-3221

Doido é Tu
Local de concentração: Quadra do Campo Novo Ideal. Rua Frei Marcelino, 1511 – Rodolfo Teófilo Quando: 10, 17, 24 e 31/01 e 07 e 14/02
Horário: 16h às 20h
Informações: 3283-6830

Escola de Samba Coração Benfica
Local de concentração: Cercado da Feira da Gentilândia, entre as ruas Marechal Deodoro e Santo Antônio – Benfica
Quando: 08, 15, 22 e 29/01
Horário: 19h às 23h.
Informações: 3254-2249

Faz Gostoso
Local de concentração: Rua Viriato Ribeiro com Rua Minas Gerais – Bela Vista
Quando: 16, 17, 23 e 24/01
Horário: 16h às 20h
Informações: 3482-7858

Império da Vila
Local de concentração: Praça Valentim Monteiro. Entre as ruas Gomes Passos e Vicente Sampaio – Carlito Pamplona
Quando: 16, 23 e 30/01 e 06/02
Horário: 18h às 22h
Informações: 8875-0530

Jardim Folia
Local de concentração: Rua Araquém, 1203 – Jardim Iracema (Em frente à pracinha do Conjunto Jaciara)
Quando: 29 e 30/01 e 05 e 06/02
Horário: 18h às 22h
Informações: 8835-9270

Jegerê
Local de concentração: Rua Raimundo Brás, s/n – Messejana (Copacabana Bar)
Quando: 16, 23, 30/01 e 06/02
Horário: 16h às 22h
Informações: 3278-2786 ou 3307-8182

Mata Galinha
Local de concentração: Av. Pedro Dantas, próximo à Escola Antônio Dias Macedo – Dias Macedo
Quando: 30 e 31/01 e 06 e 07/02
Horário: 15h às 19h
Informações: 3295-6788

Matou a Pau…ta
Local de concentração: Rua Floriano Peixoto, 941 – Centro
Quando: 16, 23, 30/01 e 06/02
Horário: 18h às 21h
Informações: 3287-3634 ou 3272-2966

Matracas de Iracema
Local de concentração: Rua Gonçalves Lêdo, esquina com a Rua Tenente Benévolo
Quando: 16, 23 e 30/01 e 06/02
Horário: 18h às 21h
Informações: 3226-3226

Me Ache Folia
Local de concentração: Rua Vicente de Paula, entre as ruas Padre Perdigão Sampaio e Tomás Rodrigues – Antônio Bezerra
Quando: 23 e 30/01 e 06 e 13/02
Horário: 16h às 23h
Informações: 3235-2127

Me Levantei
Local de concentração: Praça da Nossa Senhora Aparecida. Rua Senador Carlos Jereissati – Jardim das Oliveiras
Quando: 16, 23 e 30/01 e 07/02
Horário: 18h às 23h
Informações: 3279-5544

Mi Ó Ki
Local de concentração: Rua Rodrigues Júnior, 103 – Centro (Entre as ruas Tenente Benévolo e Pereira Filgueiras)
Quando: 16, 23, 30/01 e 06/02
Horário: 17h às 22h
Informações: 3226-2825

Mio Ka Lá
Local de concentração: Polo de Lazer Luiz Gonzaga. Av. Albuquerque Lima – Conjunto Ceará
Quando: 16, 23, 30/01 e 06/02
Horário: 18h às 21h
Informações: 3259-5532

Monte Folia
Local de concentração: Praça Coronel João Pontes. Rua Benjamin Barroso – Monte Castelo
Quando: 16, 23, 30/01 e 06/02
Horário: 17h30 às 22h
Informações: 3214-0406

Num Ispaia Se Não Ienche
Local de concentração: Rua Pe Climério com Rua Pe Pita – Praia de Iracema (por trás do hotel Praia Centro)
Quando: 16, 23, 30/01 e 06/02
Horário: 18h às 22h
Informações: 3226-3804

O Cheiro
Local de concentração: Rua Padre Justino, 168 – Praia de Iracema (esquina com João Cordeiro)
Quando: 09, 16, 23 e 30/01
Horário: 19h30 às 23h30
Informações: 3219-1738

Os Vassouras do Babau
Local de concentração: Rua Antônio Pompeu s/n – José Bonifácio (Praça do 5º Batalhão da Polícia Militar)
Quando: 22 e 29/01 e 05 e 12/02
Horário: 19h às 22h
Informações: 3265-3147

Pery Boneco
Local de concentração: Av. Dom Henrique, 305 – Vila Pery
Quando: 16, 23 e 30/01 e 06/02
Horário: 19h às 22h
Informações: 3483-7081

Pici Folia
Local de concentração: Rua Sergipe, entre as ruas Mato Grosso e Goiás – Demócrito Rocha
Quando: 16, 23 e 30/01 e 06/02
Horário: 18h às 23h
Informações: 3268-2211

Que Merda é Essa
Local de concentração: Rua João Cordeiro, 556 – Praia de Iracema
Quando: 16, 23 e 30/01 e 06/02
Horário: 18h às 23h
Informações: 9940-5550

Raízes da Folia
Local de concentração: Praça Robson de Sousa. Rua Pernambuco esquina com a Rua Correia Lima – Demócrito Rocha
Quando: 23, 24, 30 e 31/01
Horário: 18h às 22h
Informações: 8622-8672

Sai na Marra
Local de concentração: Praça da Associação dos Moradores do Bairro Elery. Rua Almeida Filho esquina com Rua Dr. Atualpa – Bairro Ellery
Quando: 16, 23 e 30/01 e 06/02
Horário: 17h às 22h
Informações: 3283-6363 ou 3281-2065

Segura o Copo
Local de concentração: Praça João Gentil, Rua Waldery Uchoa – Benfica
Quando: 08, 15, 22 e 29/01 e 05/02
Horário: 18h às 22h
Informações: 3247-1811 ou 3433-2827

Simpatia
Local de concentração: Praça Central do Dias Macedo. Av. Pedro Dantas s/n – Dias Macedo
Quando: 09, 16, 23 e 30/01
Horário: 18h às 21h
Informações: 3275-6103

Tambores da Barra
Local de concentração: Rua Senador Robert Kennedy, 561 – Barra do Ceará
Quando: 15, 22 e 29/01
Horário: 18h às 24h
Informações: 3485-2911

Tambores da Terra
Local de concentração: Travessa Lineu Machado, 350 – João XXIII
Quando: 15, 22 e 29/01 e 05/02
Horário: 18h às 21h
Informações: 3496-1682 ou 3290-4027

Trem da Folia
Local de concentração: Rua Gandola, 78 – Couto Fernandes
Quando: 17, 24 e 31/01 e 07/02
Horário: 17h30 às 21h
Informações: 3292-8468

Unidos da Cachorra
Local de concentração: Rua Marechal Deodoro, 374 – Entre 13 de Maio e Domingos Olímpio
Quando: 08, 15, 22, 29/01 e 05/02
Horário: 18h30 às 22h
Informações: 3231-7283

Unidos do Morro
Local de concentração: Travessa da Saudade, s/n – Moura Brasil (Esquina com Rua do Trilho)
Quando: 16, 23 e 30/01 e 06/02
Horário: 18h às 22h
Informações: 9183-1916

Vai J
Local de concentração: Rua Córrego das Flores – Mucuripe
Quando: 04, 05, 06 e 07/02
Horário: 18h às 23h
Informações: 3263-8718

Vai Tomar na Tyroleste
Local de concentração: Rua José de Morais, 84, Tyrol
Quando: 16, 23 e 30/01 e 06 e 13/02
Horário: 17h às 21h
Informações: 9947-9550 / 8625-6709

Vai Tomar no Caneco
Local de concentração: Rua Conselheiro Lafaiete, 534 – Jardim Iracema
Quando: 23 e 30/01 e 06 e 13/02
Horário: 17h às 22h
Informações: 3228-3065

Vila Folia
Local de concentração: Rua Fernando Farias de Melo – Vila Manoel Sátiro (próximo à Lagoa do Mondubim)
Quando: 16, 23 e 30/01 e 07/02
Horário: 16h às 22h
Informações: 8831-7640

Zueira
Local de concentração: Rua Mato Grosso, 387 – Panamericano
Quando: 16, 23 e 30/01 e 06/02
Horário: 17h às 23h
Informações: 8870-1376

Balaku Baku Folia
Local de concentração: Rua Rubia Sampaio, 1464 – Farias Brito
Quando: 09/01 e 06/02
Horário: 19h
Informações: 3081-8577

Cachorra Magra
Local de concentração: Rua Marechal Deodoro, 216 – Benfica (Esquina com Joaquim Magalhães)
Quando: 09, 16, 23 e 30/01
Horário: 18h
Informações: 3485-2032

Órbita/De quem é esse jegue?
Local de concentração: Rua Dragão do Mar, 207 – Praia de Iracema
Quando: 09, 16, 23 e 30/01 e 06/02
Horário: 15h
Informações: 3453-1421

Periquito da Madame
Local de concentração: Largo do Mincharia – Praia de Iracema
Quando: 16, 23 e 30/01 e 06/02
Horário: 20h
Informações: 3267-1422

Carnawalter
Local de concentração: Rua 69 CSU – José Walter
Quando: 16, 23 e 30/01 e 06/02
Horário: 17h às 23h30
Informações: 9161-8469

Natureza do Sertão
Local de concentração: Rua Dra. Miras de Marinho Bouty, 1028
Quando: 30/01
Horário: 16h30 às 18h30
Informações: 8791-5668

Ta Dentro Deixa
Local de concentração: Av. Central, 1282 0 Conjunto Ceará 3ª Etapa
Quando: 04, 05, 06 e 07/02
Horário: 17h
Informações: 8846-5269

Luxo na Aldeia
Local de concentração: Rua Padre Francisco Pinto, 144 – Benfica (em frente ao bar do Chaguinha)
Quando: 15, 22 e 29/01 e 05/02
Horário: 18h
Informações: 8782-9141

Sanatório Geral
Local de concentração: Rua Paulino Nogueira – Benfica (Próximo à Pracinha da Gentilândia)
Quando: 31/01 e 07/02
Horário: 10h às 15h
Informações: 9934-3916

Com jeito vai
Local de concentração: Praça Martins Dourado na Rua Almeida Prado, 1013 – Cocó (Próximo à Cidade 2000)
Quando: 9, 16, 23 e 30/01 e 06/02
Horário: 17h
Informações: 3081-5831

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

PM VAI USAR BICICLETAS ELÉTRICAS

"Em tempos de reflexão sobre o futuro climático do mundo, o policiamento ostensivo do Espírito Santo vai contar com um reforço ecologicamente sustentável para 2010. A Polícia Militar capixaba recebeu, nesta sexta-feira (29/01/2010), 45 bicicletas elétricas que não poluem o meio ambiente para atuarem nas ruas da região metropolitana de Vitória com prioridade para as praias capixabas.

As bicicletas são movidas por uma bateria recarregável que não emite poluentes danosos à camada de ozônio nem causadores do efeito estufa. Os veículos vão substituir algumas motocicletas que emitem 80 gramas de gás carbônico por quilômetro percorrido.

Além das 45 bicicletas elétricas, foram doados dez postos de recarregamento que estarão espalhados por pontos específicos da Grande Vitória. A doação foi realizada pelo grupo EDP Escelsa por meio de uma parceria público-privada com duração de um ano.

O vice-presidente do grupo EDP, o português Miguel Setas, explicou como funcionam as bicicletas elétricas.

- São bicicletas que se carregam numa tomada na tensão normal durante 6 horas e tem autonomia de 30 km, além de poderem ser utilizadas como bicicletas normais, onde os policiais vão poder pedalar normalmente."

(Fonte: Gazeta Online e O Globo)

NOVA PÍLULA DO DIA SEGUINTE FUNCIONA ATÉ 5 DIAS APÓS A RELAÇÃO SEXUAL

"Estudo publicado na revista científica "Lancet" diz que o acetato de ulipristal, a nova pílula do dia seguinte para evitar gravidez indesejada, é mais eficaz que é a levonorgestrel. A contracepção de emergência está disponível em 140 países e em pelo menos 50 o medicamento pode ser comprado sem receita médica.

Pesquisadores do Serviço Nacional de Saúde Lothian, em Edimburgo, compararam o acetato de ulipristal e a levonorgestrel. Enquanto a primeira é eficaz por até cinco dias, a segunda perde a eficácia em até 72h. Nas primeiras 24 horas ela evitaria 95% das gestações, mas este índice cai para 58% no segundo dia após o ato sexual. E a eficácia ainda depende do momento do ciclo menstrual, dizem os autores.

Na pesquisa britânica, especialistas rastrearam 1.700 mulheres com idades entre 16 anos e 36 anos, no Reino Unido, na Irlanda e nos Estados Unidos, que receberam contracepção de emergência num prazo de três a cinco dias, depois de uma relação sexual sem proteção. De forma aleatória, as participantes tomaram uma ou outra droga. Das 844 mulheres que receberam o acetato de ulipristal nas primeras 72 horas depois do coito sem proteção, 15 engravidaram (1,8%). No grupo do levonorgestrel, o contraceptivo falhou em 2,6% dos casos (22 gestações).

Segundo os autores, o acetato de ulipristal reduziu quase à metade o risco de gravidez em comparação com o levonorgestrel em mulheres que receberam a pílula nas 120 horas posteriores ao coito. Nas mulheres que recorreram ao método no quarto e quinto dias seguintes à relação, o ulipristal proporcionou uma prevenção significativa da gravidez. E acrescentam que não há dados mostrando que ela possa causar mais efeitos adversos que a levonorgestrel. Mas podem ocorrer dor abdominal, alterações menstruais, náuseas e dor de cabeça.

A nova pílula do dia seguinte está disponível apenas nos Estados Unidos. Pesquisadores afirmam que novos estudos sobre sua segurança são necessários antes de recomendar a venda sem receita da nova pílula, que custa três vezes mais.

A ulipristal foi aprovada na pela Agência Europeia de Medicamentos (EMEA) no ano passado. Mesmo assim, autoridades de saúde advertiram que as mulheres não devem ter uma falsa sensação de segurança com a nova droga.

- A mensagem é que nos casos de relação sexual indesejada as mulheres devem agir o mais rapidamente possível - disse Tony Kerridge, porta-voz da organização de saúde sexual Marie Stopes International. - Pode-se pensar que há uma janela de oportunidade, mas, assim que puder, tente resolver o problema.

Para os autores da pesquisa, apesar do receio de um possível abuso da nova droga, aumentar o prazo limite para usá-la é um avanço importante. O acetato de ulipristal bloqueia a ação do hormônio feminino progesterona."

(Fonte: O Globo com Agências Internacionais)

MAIS UM PM É VÍTIMA DE ASSALTO EM FORTALEZA E TEM A ARMA LEVADA PELOS BANDIDOS

Um Sargento da Polícia Militar foi assaltado nesta sexta-feira (29/01), na rua Timbaúba, no bairro Bela Vista, em Fortaleza - CE.

"De acordo com informações da polícia, um casal abordou o sargento no momento que ele fazia um lanche e ao perceber que era um policial a dupla levou a arma do sargento, um Revólver Calibre 38, Nº 30964. Os policiais fizeram o cerco nas proximadades do local do assalto e prenderam uma mulher, após encontrarem munições em sua casa.

Policial estaria fazendo escolta

Outra versão, de moradores do bairro, afirma que o policial estaria de folga e realizava uma escolta particular para um vendedor de cigarros. Os assaltantes seriam uma adolescente, que aparentava ter 17 anos e um homem."

Essa é a 6º arma roubada de PM's nesta semana na Grande Fortaleza.

(Fonte: Portal SMV e Portal O Povo)

NÃO PRECISO DE TREINAMENTO... JÁ SEI TUDO !

"Para algumas pessoas, o treinamento é aceito como tortura e, de maneira enérgica, afirma que treinar não passa de um desperdício de dinheiro.

Gradativamente, passam a ser indivíduos que não são capazes de perceber que a oportunidade de aprender permite aprimorar as habilidades profissionais e a resolução de problemas de comunicação, expandir o leque de negociação, administração de conflitos e a relação humana entre líder e liderado. Há pessoas que reclamam da empresa onde atuam, mas na prática não são capazes de oferecer um esforço a mais em favor da organização e da própria carreira profissional. Desta maneira, é possível perceber que através do treinamento, grande parcela de pessoas habituadas aos valores individuais podem ser treinadas para pensar no trabalho coletivo e se tornarem membros de uma equipe. O treinamento precisa atuar na parte racional, emocional e fortalecer a certeza de retorno do investimento realizado.


Pessoas que dizem que não precisam de treinamento, normalmente, há mais de dois anos não realizam nenhuma alteração no próprio currículo e continuamente reclamam que o mercado de trabalho não oferece oportunidades. São pessoas que ao receber um convite para um treinamento, palestra, curso ou ainda, para uma reunião de feedback, balançam a cabeça demonstrando indignação e aversão ao tempo que será "desperdiçado" com esta atividade.


Contam com esta percepção por não visualizar a oportunidade existente no desenvolvimento pessoal e, por não terem a capacidade de compartilhar informações, auxiliar na resolução de conflitos e desenvolver novas habilidades, necessárias para expansão de resultados positivos. Observe os dois fatores abaixo e perceba a existência de pessoas que afirmam saber tudo sobre determinado assunto, mas ao serem convocadas para determinada atividade, encontram dificuldades e não são capazes de alcançar os resultados esperados.


Funcionário que não recebe capacitação rema contra a missão - Existem líderes e empresários lojistas que dizem não treinar seus liderados (balconistas, vendedores, atendentes) alegando que depois de algum tempo, este funcionário pedirá a demissão e passará a trabalhar no concorrente. Quando ouço afirmações como estas, faço reflexões, e imagino como deve ser o clima organizacional desta loja. Penso onde está a preocupação e a paixão que este líder demonstra sob seus liderados no processo de aprendizagem organizacional.


Quando sou convidado para apresentar palestra para líderes lojistas, afirmo que um funcionário que não recebe capacitação, acaba remando contra a missão, a visão e a própria meta de venda. Você conhece alguma pessoa que trabalha em vendas desta maneira? Na prática, um profissional que não recebe treinamento e não participa de um processo de qualificação, acaba atendendo mal, encontrando desculpas e se escondendo atrás de culpados.


A chegada de um concorrente pode fazer acordar - Um empresário contou que era preciso intensificar o atendimento urgente da sua loja, melhorar a vitrine, o aspecto visual da loja e a iluminação. Questionei qual era o motivo de tamanha aceleração, pois anteriormente ele acreditava que isto era supérfluo. A resposta foi imediata: acaba de ser inaugurada, próximo da minha empresa, uma loja com estes diferenciais e os clientes estão comentando e elogiando. Perceba que há empresários que durante muito tempo mantêm a loja do mesmo jeito sem nenhuma inovação, entretanto, a chegada de um concorrente é capaz de fazer acordar.


Há líderes que não investem em treinamento e ficam surpresos, quando percebem que há clientes que voltam continuamente para comprar na loja do concorrente. Também é relevante destacar que há líderes que não tem paciência para ensinar e querem melhores resultados dos seus liderados, que muitas vezes desconhecem onde, quando e como realizar determinada tarefa. Você conhece algum líder assim? O treinamento contribui para que o administrador se torne um membro de um time e mais disposto a ser julgado como parte de uma equipe.


Os líderes contemporâneos monitoram os resultados e fortalecem o exercício de treinar seus liderados para demonstrar continuamente, a necessidade de não aplicar uma visão pelo esforço competitivo, mas ao contrário, buscam estimular uma visão pelo esforço cooperativo entre colaboradores e setores. Uma organização, indiferentemente do tamanho, que deseja melhorar o desempenho no mercado onde atua, investe na capacitação da sua equipe de trabalho, na força de vendas e na melhoria continua por melhores indices produtivos.


Define as expectativas, apóia, torce, vibra e faz com que cada treinamento, seja um momento de reflexão para contribuir com mudanças positivas no trabalho que realiza. Antes de reclamar do desempenho produtivo de um funcionário, responda: Esta pessoa recebeu realmente o treinamento necessário para alcançar os melhores resultados?"


(Fonte: Dalmir Sant'Anna - Clipagem do Sindieventos)

EM PONTA NEGRA E NO BAR NA RUA CHILE

"Aconteceu poucas vezes. Inesquecíveis, todas. Ele nos levava de ônibus da Lagoa Seca, onde morávamos, até Ponta Negra, que na segunda metade dos anos cinquenta era uma praia distante. Numa parte íngreme havia um varal com calções e maiôs para aluguel, anunciados numa placa tosca, e um quadrilátero de palha para que o freguês trocasse a roupa. O banho nós – eu e Airton, o irmão mais novo – tomávamos no rasinho, envoltos na espuma espessa e abundante que nos proporcionava fantásticas aventuras imaginárias em alto mar.

Havia uma breve pausa para o lanche: pão creoulo torrado com leite de coco, trazido de casa, e refrigerante. Uma delícia! E ao final da manhã, no retorno para casa, ele nos levava a um bar da rua Chile, na Ribeira. E era ali, no bar, que invariavelmente me vinham as imagens de uma visita ao prédio central da Alfândega, num meio de semana, pela manhã, a que ele me levara. Um prédio imenso ao meu olhar de menino, gente entrando e saindo, um carneiro bem alvo preso a uma corda no pátio interno (pertencente a algum funcionário, suponho). Apertos de mão e abraços efusivos. - Olá, Renato, tudo em ordem? E esse rapazinho? - Meu filho, é o penúltimo da turma, encostado no caçula. Gosta muito de estudar.

Lembro de ter experimentado orgulho do pai respeitado e querido por muita gente, seus colegas de repartição.

No bar ele pedia uma cerveja Caracu – cerveja preta fazia bem à saúde, dizia – e guaraná Antarctica para nós dois. Num prato pequeno, queijo de coalho cortado em cubos, untado em molho inglês.

Não me recordo se ele conversava com a gente. Nem que coisas de crianças dizíamos um ao outro. Nem se demorávamos ou não no bar. Sei apenas que me sentia importante naquele ambiente frequentado por homens, onde eu era um deles, sentado à mesa redonda de mármore branco e pés de ferro. Um prazer tão imenso que ainda hoje quando vou a Natal dou um jeito de passar na Chile, no velho bairro da Ribeira, e já nem sei quantas vezes voltei à Ponta Negra (para afogar os pés na espuma da praia defronte ao morro do Careca), hoje modernamente urbanizada, muitos hotéis de luxo, turistas por toda parte.

A praia de Ponta Negra e a rua Chile me transportam à infância e afloram um quê de tristeza por tê-lo perdido tão cedo (faleceu precocemente quando eu tinha 11 anos) e por não ter conseguido lhe dizer o quanto me fazia feliz naquelas esporádicas, mas fascinantes manhãs de domingo."

(Fonte: Vereador Luciano Siqueira, Recife/PE, por e-mail)

COMERCIANTE É MORTO APÓS LIGAR PARA 190 TERCEIRIZADO

"Cinco minutos. Este foi o tempo que o comerciante Heraldo de Jesus Santos, 42 anos, tentou convencer a atendente do 190 em Aracaju, Sergipe, de que duas pessoas suspeitas estavam perto ao seu estabelecimento.

Na conversa, Santos explica para a atendente que dois motoqueiros estavam parados, “só de lho”, diz ele, por mais de cinco minutos. Ele detalha que os motoqueiros “não são moradores da rua. Estão parados há muito tempo e não tiram os capacetes da cabeça”.

A atendente pergunta se ele consegue visualizar os suspeitos. “Não. Não conheço. Estão com capacete na cabeça. Como é que eu vou saber?”, responde Santos. A atendente, então, insiste: “eu peço que o senhor tenha as características do indivíduo para me passar”. O comerciante responde: “está certo. Está bom. Tchau”.

A conversa foi gravada na última segunda-feira, por volta das 7h30. Três horas depois, Santos foi morto pelos motoqueiros com vários tiros. O problema: do outro lado da linha do 190 estava uma atendente de telemarketing que, segundo a Secretaria de Segurança Pública, não percebeu a gravidade da ocorrência.

É um serviço de emergência e, infelizmente, tivemos um erro. A atendente não percebeu a gravidade. No entender da Secretaria, pela conversa gravada, ela pensou que fosse um trote”, afirmou Lucas Rodrigues Rosário, assessor de imprensa da Secretaria, em entrevista ao Ig.

Palestras

Segundo Rosário, o serviço foi terceirizado em maio de 2009. São 90 atendentes de uma empresa de telemarketing que se dividem em quatro turnos. Ele explica que os funcionários, responsáveis pelo primeiro atendimento à população, são treinados. “É uma capacitação de aproximadamente dois meses, com palestras e simulações de situação de emergência”, afirma. “Nas palestras, eles aprendem que é necessário preencher um protocolo para que a viatura não se desloque sem necessidade”, completou.

Com protocolo preenchido, um coordenador de operação recebe as informações e envia, se houver necessidade, uma viatura da polícia ao local da ocorrência. “O protocolo não foi finalizado. Então, a polícia não foi acionada”, diz Rosário, que enfatiza que já havia informação “suficiente para que a ligação fosse repassada”.

A Secretaria explica que, desde que o serviço foi terceirizado, foram atendidas cerca de 1,3 milhão de ligações na Grande Aracaju. “Nunca tivemos problema”, diz. A funcionária foi demitida.

Ainda de acordo com a Secretaria, por meio de sua assessoria de imprensa, apesar do erro, que resultou na morte do comerciante, não existe a possibilidade de uma mudança imediata no sistema de atendimento. O governo estuda abrir um concurso público para contratação de mais policiais. Hoje, são 5 mil policiais militares. “Se for realizado o concurso, poderemos deslocar alguns militares para trabalhar no 190”, disse Rosário.

R$ 80 mil

Santos, que era dono de uma distribuidora de bebidas, estava com R$ 80mil no caixa. No fim de semana anterior ao ocorrido, havia sido realizado o Precaju, carnaval fora de época, e o comerciante levaria o dinheiro ao banco."

(Fonte: Camila Nascimento - Ig)

HOMEM ARMADO COM PISTOLA PONTO 40 E BALACLAVA É EXECUTADO NO INTERIOR DO CEARÁ

"A policia civil de Acaraú - CE, investiga a morte de uma pessoa que foi encontrada assassinada às margens da rodovia que liga Fortaleza a Acaraú, na localidade de Nascente. As investigações estão a cargo da Dra. Malak Waked, da Delegacia de Itarema - CE. Ao lado do corpo a polícia encontrou uma pistola ponto 40, uma balaclava e uma moto titan cor vermelha placa HUQ 6493, pertencente a José Claudemir Privino Custódio, de Miraíma - CE.

A polícia tenta saber qual a ligação da vítima com o proprietário da moto ou se a mesma foi roubada.

O corpo da vítima apresentava dez perfurações a bala e foi levado para o IML de Sobral. Até agora o corpo não foi reclamado.

Uma linha de investigação diz respeito a possibilidade do envolvimento da vítima com motos roubadas em Itarema recentemente."

Fonte: Blog do Juca Branco; Abelardo Martins, da Rádio Difusora de Acaraú - CE)

CORONEL DOS BOMBEIROS PRESO POR PEDOFILIA PODE SER PROCESSADO POR OUTROS CASOS

"Bombeiro preso é suspeito de praticar abusos sexuais há pelo menos cinco anos."

"A polícia investiga a hipótese de o coronel do Corpo de Bombeiros Adilson de Oliveira Perinei - preso em flagrante na tarde desta quinta-feira (28/01) por pedofilia - aliciar e manter relações sexuais com meninas menores de idade, além de filmá-las e fotografá-las sem roupa, há pelo menos cinco anos. Em um pen drive encontrado com o militar, havia dezenas de fotos de jovens, adolescentes e até crianças em poses e situações eróticas. Adilson de Oliveira, de 53 anos, também é ex-corregedor do Corpo de Bombeiros e ocupava, desde 2005, o cargo de diretor-geral de Pessoal Inativo e de Pensionistas.

Ele foi preso por volta das 10h no Motel Mar Del Plata, às margens da Rodovia Presidente Dutra. Um funcionário do estabelecimento contou que ele chegou ao local pouco antes, num Santana com vidros escuros. Segundo o empregado, que não quis se identificar, a recepcionista disse que, além do motorista, não viu quem estava no veículo.

De acordo com o delegado Ronaldo Oliveira, chefe do Departamento Geral de Polícia da Capital (DGPC), o coronel vinha sendo investigado há cerca de dois meses por causa de uma denúncia feita a policiais da 24ª DP (Piedade). Segundo o delegado, o trabalho teve o apoio da Corregedoria do Corpo de Bombeiros.

- É importante frisar que este foi um trabalho conjunto da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros, que, logo que soube da denúncia, prontificou-se a ajudar. Esse tipo de conduta é inadmissível. Nós vamos continuar trabalhando nas investigações para juntar provas e evitar que ele volte ao conívio da sociedade. Por isso, é importante que suas vítimas procurem a polícia - disse Ronaldo.

Jovem de 18 anos tinha apenas 13 quando coronel a teria fotografado

O delegado disse ainda que há informações de que Adilson frequentava, há tempos, outros motéis da região. Além das imagens do pen drive, o depoimento da jovem de 18 anos confirma a afirmação do delegado. Depois de ver uma imagem sua no material apreendido, ela confirmou que tinha 13 anos quando a fotografia foi feita.

Adilson foi autuado em flagrante por corrupção de menores. Por causa do crime, de acordo com Oliveira, o oficial pode ficar preso por um período de quatro a dez anos. Segundo o Corpo de Bombeiros, o coronel vai ficar detido e deve ser exonerado do cargo.

O delegado disse que os órgãos fiscalizadores dos motéis serão informados e o Mar Del Plata poderá sofrer punição administrativa, já que a entrada de menores não é permitida. Além disso, policiais vão investigar se o carro e o motorista usados pelo coronel para os programas eram da corporação. Por fim, o delegado informou que o Conselho Tutelar foi acionado para atender a menor encontrada com o coronel."

(Fonte: Natanael Damasceno - O Globo)

MAIS UM PM QUASE PERDE A VIDA - BANDIDO É MORTO EM TROCA DE TIROS E COLETE SALVA A VIDA DE PM DO RONDA EM FORTALEZA

No mesmo dia em que um Soldado da 2ª CPG da Polícia Militar do Ceará foi assassinado quando ia trabalhar fardado, um confronto no final da tarde de ontem quase tira a vida de outro PM. Desta feita quem tombou sem vida foi um bandido.

"Confronto de assaltantes com PM deixa um morto."

"Um cerco policial na Zona Oeste da Capital, na tarde de ontem, terminou em tiroteio, prisão de um bandido e morte de outro. Além disso, um policial do Ronda do Quarteirão por pouco não foi atingido por um tiro no peito. O colete à prova de bala o protegeu. Um dos acusados morreu no IJF-Centro e um adolescente foi apreendido ileso. O caso ocorreu logo após a dupla praticar um assalto e roubar uma motocicleta.

O fato aconteceu no bairro Álvaro Weyne. Segundo a Polícia, os dois assaltantes fugiram com uma moto roubada no bairro Quintino Cunha, mas foram perseguidos por uma viatura do Ronda, da 3ª Cia/5º BPM. Segundo o major Lima, foi pedido reforço. O oficial e seus homens cercaram a casa onde os assaltantes haviam se refugiado.

A patrulha CT-4004, do Comando Tático Motorizado (Cotam), do Batalhão de Polícia de Choque (BpChoque), sob o comando do sargento PM Simplício, chegou ao local. Quando os PMs tentavam entrar na casa, um dos assaltantes saiu atirando contra os militares e foi baleado. Sem documentos, o bandido foi levado para o IJF-Centro, onde morreu. O adolescente foi conduzido ao 7º DP."

(Fonte: Portal SVM)

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

POLICIAL MILITAR É EXECUTADO A TIROS NA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA QUANDO IA PARA O TRABALHO

"Um policial militar fardado foi morto com dois tiros na tarde desta quinta-feira (28/01), na estrada da Taquara, que liga os municípios de Maranguape e Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza - CE.

A vítima foi identificada como sendo o PM Antônio Sidney da Silva Barreto, de 38 anos. Ele trabalhava na 2ª CPG e era lotado na Guarda da Casa de Privação Provisória de Liberdade de Caucaia. Ele estava indo para o trabalho no momento em que foi morto.

A Polícia acredita que dois homens tenham executado o PM."

(Fonte: TJ online e Portal SVM)

A TROPA DA PMCE FOI TRAÍDA

"Os problemas da minha instituição são antigos, porém, tomaram proporções maiores na atual administração, pois se não bastasse à ausência de programas governamentais de moradia que beneficie ao profissional de segurança, fazendo com que muitos de meus pares residem em locais impróprios diante do cargo agente da lei e a função que desempenham na sociedade; além da assistência a saúde que é precária, (no interior do Estado esta inexiste completamente), a falta de acompanhamento psicológico e mental; a falta de cursos regulares de qualificação profissional e os absurdos de nosso código de disciplina que nos submetem ao regime da ditadura militar. Como se não bastasse tudo isso a atual gestão de governo tem mostrado uma indiferença total aos militares deste Estado, com atos que demonstram e provocam a desvalorização destes profissionais, castrando-lhes direitos e sucumbindo suas vidas em sociedade e em família. Senão vejamos:

O direito de ascensão profissional praticamente inexiste, ficou ainda pior, apesar de nosso estatuto (lei 13.729/06) nos garantir o direito a ter duas datas por ano para realização de promoções, uma em cada semestre, nesses 03 (três) anos da atual gestão, passamos um ano inteiro sem promoções, vindo a ocorrer em anos seguintes, retroativas ao ano anterior. Talvez Vossa Excelência pense, então não ocorreram perdas. Ocorreu sim nobre legislador, imagine os companheiros que morreram antes de serem promovidos, os que foram punidos por falta disciplinares, os que viajaram nas operações cerco SEFAZ, semana santa, carnaval, recebendo diárias como cabo, quando deveriam recebê-las como Sargento. Os que completaram 30 anos de serviço, tempo suficiente e esperado com ansiedade para ir para reserva, têm que esperar mais um ano para ser promovido e então irem para casa. Pergunto-lhe é justo cobrar mais ainda, de quem deu o melhor de sua vida pela sociedade cearense, além de negar-lhe o direito a sua promoção da qual ele a esperou a sua vida inteira? Só para ressaltar, hoje tem soldados com 17 anos na mesma graduação e quando ele for promovido o que aumentará em seu salário não chegará a R$ 70,00 (setenta reais).

Trabalhávamos 12 horas durante o dia e folgávamos uma noite e um dia (24 horas), depois trabalhávamos 12 horas à noite e folgávamos 2 (dois) dias e 2 duas noites (48 horas), tínhamos tempo de levar nossos filhos a escola, de levá-los a uma praia, a um cinema, podíamos até viajar com a família, além de termos o repouso necessário para repormos nossas forças físicas, mentais e psicológicas para mais um serviço (batalha).

O atual governo, nos sequestrou de nossas famílias, implantando um regime de escala escravizante, a chamada 6X1, trabalha-se 6 (seis) noites para se folgar 1 (uma) e sempre de segunda a quinta, nunca aos finais de semana, já fazem mais de dois anos, que não sei o que é dormir um final de semana com minha esposa, que não sei o que é ter um final de semana com meus filhos, as férias vão chegar e mais uma vez não poderei levá-los a praia, pois se for à praia durante o dia, à noite com certeza dormirei em serviço, poderei ser morto, ou enquanto durmo um cidadão cearense ter sua vida ceifada porque negligenciei pelo cansaço. Porém, representantes do governo vêm a público e dizem que antes trabalhávamos 24 horas e que é impossível uma pessoa trabalhar 24 horas diretas. Gostaria de saber por que eles não falam a verdade? Que 90% das escalas eram de 12 horas, que apenas nas guardas dos quartéis e nos presídios se trabalhava 24 horas. O próprio governo faz esse discurso, então gostaria que ele nos respondesse, quem é que manda escalar os homens que trabalham no interior do estado em escalas de 3 dias e 3 noites ininterruptas para folgar 2 dias e duas noites? Se segundo o governo é impossível trabalhar 24 horas imagine 72 horas. E ele tem conhecimento, pois nossos representantes das associações já falaram isso por diversas vezes ao Secretário e ao Líder do Governo, inclusive com registro em Atas das reuniões da mesa setorial. Mais porque mudar essa escala, já que o Governo não paga nada a mais por isso, e um policial vale por 3 (três) e custa barato.

Pergunto a Vossa Excelência é justo massacrar assim nos policiais militares cearenses? Contudo, o Secretário da segurança pública vem a público e diz que só adere a escala 6X1 quem quiser, só esqueceram de perguntar aos companheiros do RONDA se eles querem. E ainda dizem que no regime de escala anterior o policial tinha tempo para fazer “bico”, assim, com a escala 6X1 não lhe resta tempo para o bico. Pergunto a Vª. Excelência, qual a diferença para o período áureo? Onde os donos de senzalas colocavam os negros em trabalhos forçados e sobrecarrega-vos até altas horas, para que estes ficassem cansados e não tivessem tempo para pensar em fugir. Quer acabar com o “bico”? Pague Bem, pague um salário digno e não uma esmola chamada gratificação de policiamento ostensivo.

No dia 30 de abril de 2008, no “Plenário 13 de Maio” nesta Augusta Casa, em uma audiência pública acalorada, o Líder do Governo, Dep. Nelson Martins, após contato telefônico com o Governador fechou acordo com líderes de partidos da base aliada e da oposição, para que em num prazo de até 180 (cento e oitenta) dias o governo regulamentasse a carga horária dos militares estaduais. Excelência, já está com 1 ano e 09 (nove) meses e o governo nunca cumpriu o acordo, mesmo estando aprovado em lei (Lei nº 14.113/08). Passo a me perguntar, como acreditar? Em quem esperar, se a casa que tem o nome de “Casa do Povo” fecha os olhos diante do descumprimento da Lei que esta mesma aprovou. Pergunto a Vª. Excelência, o Senhor também pactua com tal descumprimento? É justo criar expectativa e enganar estes profissionais, que saem todos os dias de suas casas dispostos a morrer pela segurança da sociedade cearense? Porque Vossa Excelência não cobra o cumprimento da Lei?

O Líder do Governo vêm a público e diz que o governo paga uma gratificação para quem trabalha no regime 6X1 de R$ 781,22, e para quem trabalha durante o dia é de R$ 373,12. Só não diz que quem tira férias, deixa de receber, que quem esta fazendo um curso de habilitação a cabo ou sargento, obrigatórios para a ascensão, também deixa de receber, que se for alvejado mesmo sem serviço deixa de receber, que quando adoece também perde a gratificação, que quando vai para a reserva também não leva a gratificação, ou seja, o homem só tem valor para o estado se puder ser explorado sua mão-de-obra. Quando o homem morre mesmo em objeto do serviço, a família não continua recebendo a tal gratificação, ou seja, além de perder o chefe da família, o pai de seus filhos perde também parte da renda familiar. Que instituição é essa? Nem quando morremos conseguimos deixar nossas famílias seguras financeiramente.

Nosso estatuto, está em estudo para ser modificado a mais de 1 ano e meio, se quer permitiram que nossas associações fizessem parte da comissão de reformulação do Estatuto, e depois de ano e meio, nada foi apresentado, nem no papel. A reformulação de nosso estatuto é fundamental para nossa categoria, uma vez, que pode ser revistos os interstícios de promoções, reduzindo o tempo para ser promovido. Além de muitos outros direitos.

O projeto de reformulação da Lei de Organização Básica da PM/BM adormece a mais 2 (dois) anos na Assembléia e não é votado.

O passe Livre nas linhas de ônibus intermunicipais está sob efeito suspensivo por meio de liminar a mais de 3 (três) anos e o Governo não toma um atitude sequer. Enquanto isso nossos Policiais e Bombeiros ficam as margens das estradas mendigando carona, e muitas das vezes chegam atrasados em seus postos de serviços, porque o ônibus não levou. Até quando o governo permitirá que vivamos de favores, em vez do Estado assumir sua responsabilidade e pagar nossas passagens para nos deslocarmos para o trabalho.

Cuidamos da segurança, da vida e da liberdade os 3 (três) maiores bem que uma pessoa possa ter, contudo, nossa segurança é exposta todos os dias pelo Governo do Estado, proibindo que seja escalado mais de 2 (dois) homens por viaturas. Apenas 2 (dois) PMs por viatura é suicídio, já tem registro de vários casos que nossos PMs apanharam na rua, estão sendo expostos ao ridículo, e perdendo a credibilidade da sociedade, casos em que até suas armas foram roubadas.

Nosso hospital está praticamente parado por falta de profissionais que possam operar os equipamentos que lá estão. O governo abriu concurso com mais de 2.000 (duas mil) vagas para soldados combatentes, e não abriu uma vaga sequer para oficial médico do HPM. Temos equipamentos, mas, não temos quem os operem. Quando somos atingidos em combate na rua, temos que ir muitas das vezes para o mesmo hospital que esta atendendo o bandido, acredite às vezes até chegamos a ficar na mesma enfermaria. Será se não somos cidadãos, temos o dever de cuidar da sociedade, mais quem cuidará de nós? O atual governo se nega até falar sobre o assunto, no ultimo dia 8 de dezembro, o Secretário de Saúde do Estado não compareceu a Assembléia Legislativa para uma audiência pública previamente agendada para discutir a situação de profissionais para o HPM. Sequer mandou um representante. A audiência pública não aconteceu, deixando frustrados os diversos militares e familiares, bem como as autoridades que ali compareceram.

Se parasse aqui, creio que já era suficiente, mas, lamentavelmente ainda tem mais. Há décadas ganhamos equivalentes aos Policiais Civis e vice-versa, contudo neste atual governo, fomos ignorados e esquecidos, sendo concedido o Subsídio dos Policiais Civis e negado o subsídio dos Militares. Foi reajustado o salário dos médicos legistas, foi dado o subsídio dos delegados, e nós ficamos parados no tempo. Porque somos tratados como inferiores? Porque somos sempre os últimos a ter benefícios, porém somos os primeiros a serem cobrados, pois quando falta a Polícia Civil, manda a PM, quando falta um delegado, manda um PM ser o Chefe da Unidade. Se faltar Defesa Civil, manda um bombeiro, porque somos tão desvalorizados? A quem diga que somos iguais à “Bombril” que tem mil e uma utilidades, a custo barato.

No dia 25 de junho, quando da reunião da MENP, para iniciar as discussões do índice de reajuste para 1º de julho de 2009, com a presença do Governador Cid Gomes, na Sala de Reuniões do Palácio Iracema, a ASPRAMECE, propôs a reestruturação do soldo do soldado para o valor mínimo do Estado que seria de R$ 560,00 (quinhentos e sessenta) reais; que após asseverar, o governo deixou aberto um canal de negociação. Já no dia 1º de julho, quando o governo foi anunciar o reajuste do funcionalismo público, antes se reuniu novamente com as associações e sindicatos dos servidores; na ocasião a Associação dos Cabos e Soldados e a ASPRAMECE, reiteraram do Governador que autorizasse os técnicos da SEPLAG a receber as referidas associações para desenvolver um projeto de reestruturação salarial dentro da média salarial do Nordeste e com o menor soldo de R$ 560,00, uma vez que os militares cearenses estavam com o 3º pior salarial do Nordeste. O Governador manteve o deferimento da solicitação; que depois de 3 (três) meses de trabalho, foi concluído o estudo (21/10/09) e preparado às planilhas de vencimentos para os militares dentro da média do Nordeste. Há mais de 30 dias, foi entregue cópia do trabalho ao Secretário de Segurança Pública e nem uma resposta foi obtida. Procurou-se o Líder do Governo e solicitou-se do mesmo que intermediasse uma reunião entre o governo e as associações, porém o deputado Nelson Martins, disse que não iria fazê-lo, pois, tinha mais de 20 vinte outras associações que estavam querendo falar com o Governador, e que o Governador iria sentar primeiro com o Comando e com o Secretário. Passado uma semana, o Líder do Governo informa a Associação dos Cabos e Soldados, que foi informado pelo Procurador Geral do Estado que o Governador não tem conhecimento sobre tal projeto de reestruturação salarial. Até quando nossas reivindicações não terão valor? Até quando seremos ignorados em nossos pleitos? Até quando nossos direitos serão negados?

Durante todo esse tempo a tropa se mostrou disciplinada, buscando de maneira ordeira e dentro da legalidade os direitos, como foi a “Caminhada da Paz” onde foi distribuídas flores a sociedade em protestos a sobrecarga de trabalho. Foi assim o movimento “PMCE NO LIMITE”, quando mais de 200 (duzentos) policiais militares doaram sangue, voluntariamente, em protesto as ações de descumprimentos de nossos direitos.

Essa conduta do Governo do Estado de descumprir leis, e se negar a ouvir as associações negando-se a atender as reivindicações da categoria, empurram os policiais militares para o descumprimento dos princípios basilares da hierarquia e disciplina. Isto nos faz vir, diante desse representante do povo cearense na Assembléia Legislativa do Ceará, denunciar a clara deliberação do Governo do Estado do Ceará em conduzir com as suas posturas de indiferença a nossa corporação para uma Greve Geral, de conseqüências inimagináveis para a Sociedade Cearense, pois os últimos acontecimentos na Capital do Estado demonstraram a ousadia do crime organizado e a fragilidade dos organismos de Segurança Pública.

Esperamos que fique bem claro, que este documento não se reveste de caráter ameaçador aos poderes constituídos do Estado do Ceará, muito pelo contrário, é o último recurso legítimo e legal, na tentativa de evitar que o caos se estabeleça em nossa Corporação, e, por conseguinte, em nosso Estado, com prejuízos para a população, para o Governo e para a Polícia Militar. Demos ao Governo do Ceará, ao fazermos acordo na casa do povo registrado através da lei 14.113, a demonstração de total confiança e respeito, que lamentavelmente não foi correspondido.

Exposto isso, solicitamos de Vossa Excelência, que leve ao conhecimento da sociedade cearense, os abusos sofridos pelos militares estaduais deste Estado, que não é apenas uma viatura cara ou um fardamento novo que vai aperfeiçoar e trazer resultados para a segurança deste Estado. É necessário que investimentos na valorização do profissional sejam adotados em iguais proporções, aos investimentos nos que estão sendo feito na compra de equipamentos e matérias, é necessário que haja reconhecimento do trabalho e do trabalhador. Que busque ainda um canal de negociação com o Governo do Estado para que receba as associações e discuta a seguinte pauta de reivindicação:
  • Cumprimento da Lei 14.113/08 com regulamentação da Carga Horária em 40h/semanais, com o fim da escala 6X1;
  • Reestruturação salarial dentro da média do Nordeste, com reestruturação do Soldo, tendo como o mínimo de R$ 560,00;
  • Promoções, com definições claras e a redução de interstícios, com garantia a promoção por tempo de serviço, independente de vagas;
  • Reformulação de nosso estatuto com participação de membros das associações, na comissão de reformulação;
  • Cursos regulares de treinamento e requalificação profissional;
  • Pagamento de diárias aos Policiais dos Destacamentos;
  • Plano de Saúde e revitalização do HPM com contratação de novos profissionais;
  • 3 homens por viaturas, no mínimo;
  • Pagamentos de passagens para os militares que trabalham em municípios diferentes de onde residem."
(Fonte: Militares Estaduais do Ceará - Por e-mail da rede social dos PM's da PMCE)

FALSA PROMESSA DE CAMPANHA DO GOVERNO DO CEARÁ - DEPOIS DE 3 ANOS O PROGRAMA RONDA NÃO CONSEGUE ATENDER UMA OCORRÊNCIA EM 5 MINUTOS, DIZ EX-GOVERNADOR

O Ex-Governador do Ceará, Dr. Lúcio Alcântara, criticou em seu Blog o atual Governo do Estado do Ceará em face do não cumprimento de promessa de campanha de que uma viatura do Programa Ronda do Quarteirão iria atender uma ocorrência em 5 minutos. Isso não está ocorrendo e o fato é motivo de crítica. Veja a matéria postada no Blog do ex-Governador:

"O Cel. Soares, ex comandante do batalhão de choque e atual comandante da Academia de Polícia Militar, foi assaltado, junto com sua família, nas imediações de sua residência na Cidade dos Funcionários.

Em declarações à imprensa informou ter feito várias ligações para a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) sem que fosse atendido.

O candidato-governador, em campanha, prometeu que o tempo entre o chamado e o atendimento a uma ocorrência seria de cinco minutos.

Segurança não é espetáculo. É coisa séria.

É o governo do estado construindo um novo Ceará.

Saiba mais no Diário do Nordeste, edição de 26/01/10."

(Fonte: Blog do Lúcio Alcântara)

APÓS INTERNAÇÃO, LULA CHEGA A SÃO PAULO E VAI PARA SUA CASA

"De acordo com a assessoria do governo, Lula está com a pressão arterial regularizada e ficará em repouso no fim de semana, apenas por precaução. Todos os compromissos do presidente até domingo foram cancelados - incluindo a ida parao Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, onde receberia o prêmio de Estadista Global.

Ao contrário do que estava previsto, o presidente foi de carro até São Bernardo, e não de helicóptero. Ele desceu do avião presidencial e caminhou até o carro que o levou para a cidade do Grande ABC. Segundo a assessoria, Lula não se queixou de nenhuma indisposição durante o voo.

Lula teve uma crise de hipertensão na noite de quarta-feira, quando estava no avião que o levaria para o Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, e foi internado no Real Hospital Português de Beneficência (RHP), na capital pernambucana, onde passou a madrugada. O embarque do presidente de Pernambuco para São Paulo ocorreu por volta das 7h (8h, horário de Brasília).

Lula começou a passar mal após um jantar oferecido pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos, no Palácio do Campo das Princesas. Já no avião, prestes a embarcar para a Suíca, seu médico, Cléber Ferreira, examinou o presidente e recomendou a internação, pois a pressão de Lula chegou a 18 por 12.

Segundo Ferreira, o presidente foi submetido a uma série de exames e, após receber medicação, sua pressão voltou ao normal, por volta das 3h (hora local, 4h em Brasília).

Em entrevista, Ferreira afirmou que a crise hipertensiva de Lula foi um caso atípico, que não condiz com o padrão de saúde do presidente. "Foi um quadro esporádico. Ele não é hipertenso e a pressão dele é absolutamente normal, sempre foi. Para uma pessoa na idade dele, a pressão dele é invejável: 11 por 8", afirmou. Lula tem 64 anos.

O médico atribuiu a crise a um "conjunto de fatores", mais especificamente ao estresse, ao cansaço e a uma gripe. "Foi um pouquinho de cada coisa", disse. "Mas a pressão dele se normalizou rapidamente, quase sem nenhuma medicação", completou o médico.

"Cansado e indisposto"

De acordo com a assessoria de imprensa, o presidente já estava "cansado e indisposto" durante os compromissos de sua agenda no Recife. Em discurso, na inauguração de uma unidade de pronto-atendimento, Lula reclamou de dor de garganta. Estava muito calor na cidade.

O presidente foi acompanhado pela ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, e os ministros Franklin Martins, Comunicação, e Alexandre Padilha, Relações Institucionais."

(Fonte: Agência Estado e Ig)


quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

A MORTE DE PMs E A RECOMPENSA AO ESTILO VELHO OESTE

"É compreensível, até certo ponto, a revolta e indignação ante as covardes cenas mostradas recentemente pela televisão, no chocante episódio do ataque de bandidos a uma guarnição da Polícia Militar, no centro do Rio, na madrugada de 17 de janeiro último, onde um sargento da PM foi executado e um soldado conseguiu escapar por puro milagre. Não se pode, no entanto, concordar com o posicionamento adotado agora pelo Clube de Cabos e Soldados da Polícia Militar, no que diz respeito à captura dos assassinos da vítima fatal, o Sargento PM Wilson Alexandre de Carvalho, fuzilado, sem chance de reação (elemento surpresa) no interior da viatura policial, A entidade de classe promete pagar recompensa para quem entregar (pasmem) "vivo ou morto" tais assassinos.

A polícia, em nenhum momento, pode agir sob o pressuposto da vingança e da caça inconsequente. A reação da policia tem que estar fundamentada no equilíbrio, na técnica, na inteligência e sobretudo nos limites da lei. Ao policial só é dado o direito extremo de eliminar o oponente em circunstâncias que configurem o risco iminente da própria vida (legítima defesa) ou da de terceiros a quem cabe defender por força da missão constitucional. O Velho Oeste já acabou há muito tempo. Não se pode esquecer da triste lembrança dos esquadrões da morte, compostos por policiais, em tempos idos, e dos grupos de extermínio e das milícias nos tempos atuais.

Polícia não significa justiça com as próprias mãos. Policial não age sob o efeito de emoção. A ação policial deve ter a energia necessária, quando necessária e na medida necessãria. Abuso de poder e excesso do emprego da força não se coadunam com a função policial que é própria do estado democrático de direito.O que é pior, o anúncio do cartaz em que a entidade de classe promete afixar em vários pontos da cidade, com dizeres onde se incentiva qualquer cidadão, policial ou não, em troca de recompensa, a entrega, "vivo ou morto" dos supostos assassinos do policial , confere, ao arrepio da lei, a "autorização" implícita até para matar.

Tal atitude fere frontalmante os pressupostos jurídicos em vigor no país. O posicionamento da representatividade de classe em questão é neste momento antagônico aos princípios de uma polícia cidadã que deve respeitar, acima de tudo, os limites da lei. A polícia é a representatividade da força legal do estado. Não da força arbitrária. O novo modelo das Unidades de Polícia Pacificadora, implantado pelo governo do estado, já provou inclusive que é possível concretizar os alicerces de uma polícia democrática, verdadeiramente comunitária, ainda que não deixe de ser enérgica quando se fizer necessário. A resposta aos ataques aos policiais, que a sociedade aguarda, deve estar, portanto, respaldada nos parâmetros da lei e somente neles.

A grande questão é que o Clube de Cabos e Soldados ao afixar em diversos pontos da cidade, ao melhor estilo Velho Oeste, cerca de três mil cartazes, assegurando recompensa de R$ 5.000,00 para quem entregar "vivo ou morto" os assassinos do Sargento Wilson, traz diversos e delicados questionamentos. Uma representatividade de classe policial tem o poder legal de tomar tal posicionamento? Isso significa dizer que todos os cidadãos estão imunes a qualquer sanção penal se os assassinos do policial foram entregues mortos? A ação de quem capturar os assassinos e que os apresente mortos diante mão já está legalizada pela entidade de classe? A Justiça já concordou? Estamos diante de uma grande e inconsequente"caçada" (autorizada) onde qualquer cidadão, com o intuito da recompensa, mesmo entregando morto o assassino, pode participar? Não seria mais racional que tal recompensa fosse concedida para quem denunciasse o local de homízio de tais marginais? E se os bandidos, de facçoes inimigas, resolverem também participar da "grande caçada", terão direito à recompensa? Tal fato fere ou não preceitos básicos constitucionais?

Esta aí colocada, para as autoridades policiais e governamentais, uma delicadíssima questão que deve ser tratada, acima de tudo, com bom senso e energia necessária, antes que voltemos aos tempos dos xerifes, mocinhos e bandidos, próprios do Velho Oeste americano."

(Fonte: TC PMERJ RR Milton Corrêa da Costa, Blog do Jorge B - O Globo)