CIVITATE - INCENTIVADORES

terça-feira, 24 de novembro de 2009

IVO DEVERIA SE PREOCUPAR COM O GOVERNADOR, DIZ ROBERTO PESSOA

Eu não vou respondê-lo. Ele não tem voto!”, disse para o Blog do Eliomar, por telefone, direto de Brasília, o prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (foto acima). O prefeito, que se define como pré-candidato a governador pelo PR reagiu assim às críticas que lhe foram feitas por Ivo Gomes, o chefe de gabinete do governador Cid Gomes. Ao ser entrevistado nessa noite de segunda-feira no programa Jogo Político, da TV O POVO, sob comando do colunista Fábio Campos, Ivo tratou com indiferença essa postulação e qualificou Pessoa de “prepotente” e “arrogante”.

Roberto Pessoa afirmou que não perderia tempo com Ivo Gomes, deputado estadual licenciado, e ainda recomendou: "devia se preocupar com o irmão governador que não vem podendo inaugurar obra ou dar ordem de serviço em alguns municípios com medo de ser vaiado”.

Ele reafirmou que no dia 31 de março vai se desincompatibilizar do cargo para ser candidato e avisou que não será mais um na peleja.

Na condição de prefeito, Roberto informou estar em Brasília acertando com a bancada federal cearense apoio para projetos de sua gestão por meio de emendas ao Orçamento Geral da União 2010. Ele informou ter conquistado a garantia de R$ 60 milhões para a construção do estádio de Maracanaú.

"Prepotente" e "arrogante"

Ao ser entrevistado na noite de segunda-feira, 24, no programa Jogo Político, da TV O POVO, o chefe de gabinete do governador Cid Gomes, deputado licenciado Ivo Gomes, tratou com certa indiferença a pré-candidatura do prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, ao Governo do Estado. No mesmo dia em que dava entrevista, Pessoa era alvo de festa durante a inauguração da nova sede do PPS, que confirmou aliança com o PR para 2010.

“Eu não acho nada!”, disse Ivo Gomes, não dispensando farpas. Ele classificou Roberto Pessoa de “arrogante” e ” prepotente” e disse que se o prefeito de Maracanaú for mesmo candidato ” pode esperar que teremos a campanha mais baixa da nossa história”.

Ivo Gomes deu entrevista ao jornalista Fábio Camos, colunista de Política do O POVO, ocasião em que avaliou a possibilidade de uma aliança com o senador Tasso Jereissati. “Essa relação já dura 21 anos e é de muito respeito”. Tergiverosu, no entanto, quando indagado se seria a favor do apoio do PSB à reeleição de Tasso, preferindo observar que “o senador Tasso Jereissati é hoje um político comum”.

Também não poupou o ex-governador Lúcio Alcântara, presidente regional do PR de Roberto Pessoa, ao bater duro na situação das rodovias federais. O Dnit estadual está sob comando de Guedes Ceará, correligionário de Lúcio."

(Fonte: Portal do O Povo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.