CIVITATE - INCENTIVADORES

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

PROFESSORA CEARENSE ROSA DA FONSECA PROTESTOU CONTRA DECISÃO DO STF EM RELAÇÃO A CESARE BATTISTI

O Movimento Crítica Radical do Ceará, compareceu ontem (18/11) em Brasília para acompanhar o julgamento no STF do caso Cesare Battisti.

O protesto foi duramente reprimido por seguranças daquela corte, quando de ato contra decisão proferida. A professora cearense Rosa da Fonseca foi agredida por seguranças (foto acima).

Agora caberá ao Presidente Lula decidir se o ativista Cesare Battisti, que integrou na Itália o Movimento Proletários Armados pelo Comunismo (PAC), onde existe condenação de Prisão Perpétua contra o mesmo, será ou não extraditado, haja vista que o STF foi favorável ao pleito da extradição por 5 x 4, mas decidiu também que caberá ao Presidente a decisão final.

Battisti foi acusado na Itália de envolvimento em quatro assassinatos que foram considerados crimes comuns e não políticos.

O Movimento Crítica Radical defende a tese de tantos outros, que Cesare Battisti militou na amplitude política, daí ser contra tal decisão do STF. O Movimento entende que Cesare deve ficar no Brasil beneficiado com asilo político e não ser extraditado.

(Fonte: Portal O Povo , Dida Sampaio - Agência Estado)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.