CIVITATE - INCENTIVADORES

terça-feira, 9 de novembro de 2010

REBELIÃO DE PRESOS RESULTA EM 18 MORTES

A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão confirmou nesta terça-feira (09/11) o fim da rebelião no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís (MA). O motim, iniciado ontem, terminou hoje.

Após 40 minutos de culto liderado pelo Pastor Marcos Pereira, às 12h15 os detentos liberaram os outros três monitores que estavam sendo feitos de reféns, o que pôs fim a rebelião dos presos no Presídio São Luís, no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Os liberados são: Carlos Primo de Araújo, Daniel Pereira Rodrigues e José da Conceição.

O saldo das cerca de 30 horas de rebelião foram 18 presos mortos com três decapitações, cinco monitores reféns, mas liberados e um agente penitenciário baleado (continua no hospital e corre risco de ficar paraplégico).

Dos assassinados, 15 foram mortos no prédio anexo Presídio São Luís durante toda a rebelião, e três dentro de Pedrinhas, sendo que o detento conhecido como “Gaguinho” foi executado na noite de segunda-feira. Os outros dois, Romuel Antônio Souza Santos, o “Bruce Lee”, e Francisco Wellington Pinto da Silva, o “Cagão”, foram mortos no começo da manhã desta terça-feira em um motim iniciado por alguns presos.

Após a entrega dos reféns, a policiais militares, com o apoio do GTA, entraram no presídio, colocaram todos os detentos no pátio, iniciaram uma revista e recontagem dos presos. Durante a vistoria, três armas de fogo foram apreendidas: dois revólveres calibre 38, um destes é do agente penitenciário Raimundo de Jesus Coelho, o “Dica”, e um calibre 32.

(Fonte: O Imparcial, Agência Estado e Francisco Júnior - Uol)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.