CIVITATE - INCENTIVADORES

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

POLÍCIA FEDERAL AVANÇA NAS INVESTIGAÇÕES NO CASO DO IRANIANO, FAZ MAIS PRISÕES DE PMs ENVOLVIDOS EM EXECUÇÕES E SEGURANÇA CLANDESTINA NO CEARÁ

O iraniano Farhad Marvizi e o Sargento da Polícia Militar do Ceará Jean Charles da Silva Libório, presos pela Polícia Federal na última sexta-feira (13/08), na operação "Canal Vermelho", foram transferidos nesta quarta-feira, 18/08, para a Penitenciária Federal de Campo Grande (MS). Marzivi é acusado de liderar organização criminosa que teria sido responsável por, pelo menos, 11 execuções nos últimos dois anos no Ceará.

Também foram presos, nesta quarta, mais dois policiais militares que estariam envolvidos na segurança da organização criminosa, os Soldados Antônio Santos Pereira Júnior e Mário Jarbas Andrade de Carvalho.

A Polícia Federal ainda tenta localizar outro PM, o Sargento Joaquim Alves Marinho (foto abaixo), que está foragido.

Mais PMs envolvidos com segurança particular clandestina e criminosa

Segundo informações da Polícia Federal no Ceará, existe dentre os policiais militares presos, integrantes da segurança do Tribunal de Justiça e de outras repartições do Estado do Ceará, bem como há indícios de que outros PMs estariam envolvidos em esquema de segurança particular ilegal e clandestina de várias empresários e políticos do Estado.

PMs que já tiveram prisão decretada

Sargentos Jean Charles da Silva Libório, Cláudio Nascimento Cardoso e Joaquim Alves Marinho. Soldados Antônio Santos Pereira Júnior, Emílio Goes de Lima e Mário Jarbas Andrade de Carvalho.

Execuções

O grupo, conforme a PF, seria o responsável pela execução de pelo menos 11 pessoas nos últimos dois anos, além do atentado sofrido por um servidor da Receita Federal responsável pela fiscalização alfandegária no Porto do Mucuripe.

(Fonte: Plantão Policial, Portal O Povo, Blog do Eliomar de Lima, Jangadeiro online, Site Página 20 e Site Direito2)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.