CIVITATE - INCENTIVADORES

sábado, 14 de agosto de 2010

SEGURANÇA - O NOSSO DINHEIRO JOGADO PELO RALO

Fiquei estarrecido ao saber quanto o atual Governo do Ceará gastou em Segurança Pública ano passado: R$ 890 milhões. Isso mesmo, quase R$ 900 milhões. O relatório é do Tribunal de Contas do Estado, o TCE. Mas explico que o meu susto não é nem tanto pelo montante gasto, mas sim pelo resultado desse investimento. Ou pela falta de resultados.

Ano passado, foi registrado um índice de 25 homicídios para cada 100 mil habitantes. O maior da história do estado. Ou seja, o crecimento dos assassinatos foi proporcional ao recorde de investimento na segurança. Quando deveria ser o contrário.

Concordo que se deve gastar muito dinheiro para combater a insegurança. Afinal, pesquisas recentes revelam que a violência é um dos principais medos do cidadão. O problema é que nesse caso, os recursos parecem ter sido mal aplicados. Ou seja, foi dinheiro público jogado pelo ralo.

A maior parte dos gastos foi com a implantação do programa Ronda do Quarteirão, da Polícia Militar. Foram mais de 2.000 novos policiais nas ruas. Com mais PMs fazendo o trabalho de prevenção, esperou-se que o número de crimes diminuísse. Mas não funcionou assim.

Por que colocar mais policiais circulando em carros luxuosos não deu resultado? Simples. Tudo foi feito às pressas, sem planejamento. Os policiais foram mal preparados e, apressadamente, empurrados para dar segurança à população. Some-se a isso a falta de investimento em projetos sociais, que apresentam-se como uma opção ao jovem pobre e o retiram das garras da criminalidade.

(Fonte: Adriano Muniz - Chefe da Redação da TV Jangadeiro)

Um comentário:

  1. Não entendo como as pesquisas apontam o Cid em primeiro, não vi mudança nenhuma, a não ser a farda da PM, caríssima por sinal, de péssima qualidade e inadequada ao nosso clima;nas viaturas caras e colocando gente sem estrutura suficiente para manobrá-las, deixando a antiguidade de lado e colocando a beleza e juventude acima de normas e respeito hierárquico,estou arrependido de fazer parte desta polícia(marionete), sinto a todos que descordam,meus filhos precisam de condições e de mim, mais quase não tenho folga, pois tenho que trabalhar dobrado para ter dinheiro para pagar minhas contas, e trabalho mais do que o turno "C", pois sou do"A" e ganho e folgo menos, compreendo quem faz a área, porqeu é impossível viver com dignidade com esse dinheiro que ganho, abraço a todos!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.