CIVITATE - INCENTIVADORES

sexta-feira, 12 de março de 2010

PLANO EVITA DESPERDÍCIO DE TEMPO E DINHEIRO

"Tempo é dinheiro" faz parte do dia a dia de empreendedores.

"A importância do planejamento bem estruturado para abertura de uma empresa é uma prática antiga, considerada um mapa do tesouro. O sucesso será o tesouro que se procura. Cada vez mais, o conceito “tempo é dinheiro” faz parte do dia a dia de grandes empreendedores, mas é o correto não é correr para não perder tempo e sim organizar-se para ganhar tempo.

Seguindo essa ideia, há um conceito fundamental para que o empreendimento inicie com sucesso: o Plano de Negócio. Trata-se de um planejamento que não garante o sucesso de um negócio, mas principalmente quando se trata de um novo empreendimento, é essencial para diminuir os riscos, evitar desperdícios, correrias, frustrações e sobressaltos durante os primeiros anos de vida da empresa, além de orientar com mais precisão os possíveis resultados.

É trabalhoso realizar um plano de negócio. Exige tempo e paciência para que as informações ali contidas sejam as mais reais possíveis. Conhecer o ramo e o mercado de atuação, além de definir, detalhadamente, produtos e serviços e analisar a localização do empreendimento são as principais medidas que o empreendedor deve considerar na hora de montar seu negócio.

Segundo estudos do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o índice de mortalidade das micro e pequenas empresas atinge mais de 50% dos empreendimentos já no primeiro ano de vida. Os principais motivos para isso são: planejamento inadequado, falha na concepção mercadológica (estudos do mercado de atuação) e análise financeira equivocada ou ausente. Ainda que muitos empresários insistam em colocar a culpa no governo por causa das altas taxas de impostos, isto é apenas uma forma de mascarar a falta de planejamento e organização do empreendedor.

O Plano de Negócio é um documento da empresa onde estão expressas as características, as condições e as necessidades do futuro empreendimento. Por meio de um plano bem estruturado, fica visível a análise dos pontos fortes e fracos da empresa, assim como a injeção de capital para que o empreendimento saia do papel.

O plano também auxilia o empreendedor no momento de buscar crédito para sua empresa ou sócios, pois a estruturação do plano facilita a visualização também para terceiros de como está embasado o negócio. Assim, é importante a elaboração correta desde o começo definindo uma ideia de negócio acessível aos seus conhecimentos e às necessidades do mercado.

O empreendedor precisa conscientizar-se que ser o dono da empresa é um investimento a médio e longo prazo. Nos primeiros anos, o mais importante é planejar o pagamento dos compromissos da empresa e os investimentos para o seu crescimento, e só depois, os longos períodos de férias, a aquisição de bens entre outros. É primordial que o empreendedor saiba que o caixa da empresa não é o seu caixa familiar e vice-versa.

O planejamento constante e a renovação de ideias e processos racionais de tomadas de decisões preveem resultados mais próximos das expectativas. Resumindo: o plano de negócio é uma forma de evitar desperdício de tempo e dinheiro."

(Fonte: Luiz Alberto Ferla - Clipagem do Sindieventos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.