CIVITATE - INCENTIVADORES

quinta-feira, 11 de março de 2010

COM HUGO CHAVES HOMICÍDIOS AUMENTARAM 400% NA VENEZUELA

"Homicídio quadruplica na Venezuela com Chávez no poder, diz ONG."

"O número de homicídios na Venezuela quadruplicou durante os 11 anos do presidente Hugo Chávez no poder, com duas pessoas assassinadas a cada hora, de acordo com novos números divulgados por uma organização não governamental.

O Observatório Venezuelano da Violência (OVV), cujos dados são acompanhados amplamente na ausência de estatísticas oficiais, disse que o país sul-americano tem uma das mais altas taxas de criminalidade do continente, com 54 homicídios para cada 100 mil cidadãos em 2009.

O índice só é ultrapassado na América Latina por El Salvador, onde 70 de cada 100 mil cidadãos foram assassinados no ano passado, informou o OVV, citando estatísticas oficiais daquele país.

A criminalidade aparece várias vezes em primeiro lugar na lista de preocupações dos venezuelanos. Isso também começou a afetar as taxas de aprovação de Chávez, normalmente altas, assim como assustar os turistas que vão para a Venezuela.

"O problema não é tanto os criminosos, mas sim a inação do governo e a falta de políticas", disse à Reuters o diretor do OVV, Roberto Briceño León.

Chávez diz que está fazendo o máximo possível para combater o crime, atribuído por ele à desigualdade causada pelos governos anteriores.

Ele acusa seus inimigos de exagerarem o problema para fomentar o medo e recentemente aumentou o salário dos oficiais de polícia, e lançou uma nova força nacional.

O Ministério do Interior, que divulgou a última estatística oficial sobre a criminalidade em 2004, não quis comentar os novos números do OVV.

Briceño, que é professor de criminologia na Universidade Central da Venezuela e na Sorbonne, em Paris, responsabilizou o fraco sistema judiciário e o policiamento ineficaz e corrupto na Venezuela, onde ele disse que 91 por cento dos crimes ficam sem solução.

Ele extrai seus números de fontes policiais e de notícias da imprensa. Quando Chávez chegou ao poder, em 1999, foram 4.550 homicídios, enquanto em 2009 foram 16.047, disse o OVV.

Isso significa que a Venezuela vivencia todos os meses aproximadamente o mesmo número de mortes que as ocorridas na Faixa de Gaza na ofensiva de Israel no começo de 2009, afirmou Briceño.

Com uma taxa de homicídios de 140 por 100 mil cidadãos, a capital Caracas tem a maior taxa de homicídios da América do Sul, superada no hemisfério apenas por Ciudad Juárez, no México."

(Fonte: Eyanir Chinea - Reuters, Uol)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.