CIVITATE - INCENTIVADORES

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

BRASIL x GANA - FINAL DO CAMPEONATO MUNDIAL DE FUTEBOL SUB-20

GANA X BRASIL

Data: 16/10/2009 (sexta-feira)

Horário: 15h00 (de Brasília)

Local:
Estádio Internacional do Cairo, no Cairo (Egito)

Transmissão na TV
Globo, Sportv e Bandeirantes

Árbitro:
Frank De Bleeckere (Bélgica)

Auxiliares:
Peter Hermans e Walter Vromans (ambos da Bélgica)

GANA
Agyei, Inkoom, Addae, Rabiu e Addy; Addo, Agyemang-Badu, Quansah e Ayew; Osei e Dominc Adiyiah
Técnico: Sellas Tetteh

BRASIL
Rafael; Douglas, Dalton, Rafael Tolói e Diogo; Renan, Souza, Giuliano, Paulo Henrique Ganso e Alex Teixeira; Alan Kardec
Técnico: Rogério Lourenço

(Fonte: Uol)

Atualizado às 17h52:

"Nos pênaltis, Brasil é superado por Gana e perde a chance do Penta."

"O sonho do pentacampeonato Mundial sub-20 foi adiado mais uma vez. Após uma campanha convincente ao longo do torneio no Egito, o Brasil não manteve a forma na final e acabou derrotado por Gana nos pênaltis, por 4 a 3, depois de um empate sem gols no tempo normal e na prorrogação. Melhor para o time africano, que deixou o título pela primeira vez em seu continente após atuar boa parte do jogo com um atleta a menos.

Com o resultado, o Brasil também perdeu a chance de ficar a um passo da Argentina no quadro de títulos da competição. O time portenho, que não se classificou para o campeonato no Egito, segue soberano com seis conquistas, duas a mais que a equipe verde-amarela.

A seleção de Gana, por outro lado, satisfez a maioria do Estádio Internacional do Cairo, que deu preferência na torcida à equipe conterrânea. As Estrelas Negras já haviam ficado em segundo lugar outras duas vezes, mas nesta sexta-feira conseguiram, enfim, acabar com o jejum de conquistas do continente na categoria.

A decisão desta sexta-feira reuniu justamente as equipes mais ousadas da competição. Com 14 e 16 gols, respectivamente, Brasil e Gana chegaram à final credenciados por estilos ofensivos e os melhores ataques do torneio. Nesta tarde, porém, a história foi diferente, e a cautela prevaleceu em ambos os lados.

Atenta à boa movimentação de Gana, a seleção brasileira começou a decisão cadenciando o ritmo da partida com controle das ações pelo meio. Já o time africano teve menos posse de bola e encontrou dificuldades para impor seu estilo de jogo.

Aos poucos, as Estrelas Negras começaram a sair mais para o ataque. Contudo, esbarraram na boa marcação verde-amarela e se aproximaram pouco da meta de Rafael.

Até que aos 37min, Alex Teixeira armou bom contra-ataque pelo meio e sofreu falta de Addo. O juiz mostrou diretamente o cartão vermelho para o atleta de Gana, e melhorou a situação para o Brasil pouco antes do intervalo.

A etapa complementar começou com domínio do Brasil. A equipe de Rogério Lourenço explorava bem os espaços cedidos no meio-campo, mas ainda assim pecava no toque final antes da finalização.

Aos 18min, Lourenço promoveu a entrada de Douglas Costa no lugar de Paulo Henrique Ganso. E 12 minutos depois, colocou Maicon na vaga de Renan. As mudanças deixaram a seleção mais ofensiva, enquanto Gana se limitava aos contra-ataques. No fim, o time africano segurou os avanços rivais e manteve o placar inalterado até a prorrogação.

A equipe sul-americana voltou para o tempo extra com a mesma postura. Logo aos 5min, a seleção perdeu uma chance incrível com Maicon e manteve a pressão na sequência. Entretanto, nada disso foi suficiente para evitar o 0 a 0 após 115 minutos de jogo.

Alan Kardec se encarregou do primeiro pênalti e converteu, assim como Andre Ayew em seguida. Giuliano voltou a colocar o Brasil na frente, mas viu Inkoom empatar e Douglas Costa fazer o terceiro da seleção. Até que Rafael defendeu a cobrança de Mensah, assim como Agyei fez com o chute de Souza.

Depois disso, Rafael voltou a brilhar e pegou o pênalti de Addae. Em seguida, Maicon só precisava marcar para selar o título, mas mandou por cima do gol. Adiyiah empatou as cobranças, e Alex Teixeira desperdiçou. Com isso, Agyemang-Badu fez o último e garantiu o título de Gana."

GANA 0 (4) X (3) 0 BRASIL

Data: 16/10/2009 (sexta-feira)

Local:
Estádio Internacional do Cairo, no Cairo (Egito)

Árbitro:
Frank De Bleeckere (Bélgica)

Auxiliares:
Peter Hermans e Walter Vromans (ambos da Bélgica)

Cartões amarelos:
Alex Teixeira, Douglas, Souza (BRA);

Cartão vermelho:
Addo (GAN)

GANA
Agyei; Inkoom, Mensah, Addo e Addy; Agyemang-Badu, Quansah (Agyemang), Rabiu (Addae) e Ayew; Osei (Kassenu) e Dominc Adiyiah
Técnico: Sellas Tetteh

BRASIL
Rafael; Douglas (Wellington Júnior), Dalton, Rafael Tolói e Diogo; Renan, Souza, Giuliano, Paulo Henrique Ganso (Douglas Costa) e Alex Teixeira; Alan Kardec (Maicon)
Técnico: Rogério Lourenço .

(Fonte: Rodrigo Farah - Uol)

2 comentários:

  1. Governo prevê investir 15% a mais no ano eleitoral
    Servidores
    Para os servidores do Estado que, em 2010, esperam receber ganho real nos salários, o Governo antecipa que a prioridade de reajuste acima da inflação & prevista para ficar em 4,5% & continuará sendo dos profissionais do magistério e da segurança pública. De acordo com Desirée, entretanto, apenas a primeira categoria já tem ganho real garantido. ``O reajuste dos demais servidores será discutido no tempo certo``, afirmou.

    O coordenador de Orçamento da Secretaria de Planejamento e Gestão, Carlos Eduardo Sobreira, explicou que, na categoria da segurança pública, o Governo aguarda a tramitação do Projeto de Emenda Constitucional que prevê a equiparação dos vencimentos de policiais militares em nível nacional. Se aprovada no Congresso Nacional, passará a valer, em todo o Brasil, o salário dos PMs do Distrito Federal, hoje estimado em R$ 4.115.

    Fonte: Jornal OPOVO de 16/10/2009.

    ResponderExcluir
  2. Média Salarial do Nordeste para PMCE


    No dia 08/10/2009 houve na Assembléia Legislativa uma Audiência Pública para tratar do tema: “Condições de trabalho dos Pms do Ceará”. Foram debatidos diversos assuntos na presença de diversas autoridades dentre elas o Secretário de Segurança Pública, Deputado Nelson Martins, MP, OAB, e presidentes de associações da PMCE.

    Na ocasião, o Deputado Nelson Martins disse que o governo não tinha atendido aos PMs, em relação, a questão salarial mais especificamente a média salarial do nordeste, como já tinha concedido a média a diversas categorias de servidores, dentre as quais a Polícia Civil. O parlamentar disse ainda ser favorável a concessão da referida média para os PMs, e indagou ao secretário de segurança se ele dispunha dos valores, ou algum daqueles dirigentes. Mas, infelizmente ninguém possuía.

    O deputado Nelson, então, disse que deveriam buscar esses dados e trabalhar para a concessão dos valores pelo governo.

    A referida audiência foi gravada pela TV Assembléia e pode ser solicitada cópia ao Diretor da TV Assembléia para arquivo.

    É interessante confirmar essas informações junto aos presidentes de associações, comandante geral adjunto, e demais presente.

    Temos que obter essa média do nordeste dos PMS, divulga-la, e trabalhar para que o governo realmente conceda essa justa demanda dos policiais militares do Ceará.

    Por favor, confirme e divulgue.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.