CIVITATE - INCENTIVADORES

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

HOJE VÁRIAS OPERAÇÕES POLICIAIS DE COMBATE AO CRIME NO BRASIL ESTÃO SENDO DESENCADEADAS

"PF PRENDE 37 ACUSADOS POR TRÁFICO DE DROGAS EM CINCO ESTADOS."

"A Polícia Federal prendeu, na manhã desta quarta-feira (28), 37 pessoas acusadas de envolvimento com o tráfico internacional de drogas e cumpriu 44 mandados de busca e apreensão nos Estados de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Bahia. Cerca de 210 agentes da PF participaram da operação, batizada de "Triângulo".

De acordo com a PF, o grupo é especializado na aquisição de cocaína e atuava na fronteira do Brasil com Paraguai, Bolívia e Colômbia para abastecer os traficantes dos cinco Estados.

No decorrer das investigações, que se iniciaram em dezembro do ano passado, em razão de uma prisão feita pela PF de Uberlândia em 2001, foram apreendidos 89 kg de cocaína e 20 kg de maconha, além de dinheiro, automóveis de luxo e motocicletas.

Segundo a policia, os supostos traficantes usavam como "laranjas" casas de câmbio em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, para a lavagem do dinheiro adquirido ilegalmente nas atividades criminosas. Um advogado que atuava com os criminosos foi preso em Anápolis (GO). A PF ainda procura ainda três acusados.

As ações ocorreram Uberlândia, Ituiutaba, Araguari, Belo Horizonte, Montes Claros, Vazante e Unaí, em Minas Gerais; Goiânia, Caldas Novas e Anápolis, em Goiás; Tangará da Serra e Cáceres, no Mato Grosso; Campo Grande e Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul; e em Salvador (BA)."


OUTRA OPERAÇÃO EM PERNAMBUCO

"A polícia prendeu cerca de 50 pessoas suspeitas de envolvimento em cinco quadrilhas especializadas em homicídios, assaltos, tráfico de drogas e de armas. Os grupos eram interligados e agiam na Região Metropolitana do Recife, em Carpina e em Goiana.

A Operação Pernambuco Pela Vida foi deflagrada na madrugada desta quarta-feira (28/10), com o objetivo de cumprir 47 mandados de busca e apreensão e 52 de prisão.

Até o momento, 50 envolvidos foram detidos e encaminhados ao Grupo de Operações Especiais (GOE), ao Departamento de Repressão ao Narcotráfico e ao Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais. Entre os presos estão cinco policiais militares.

Um total de 662 policiais civis e militares participaram da operação, que começou a investigar as cinco quadrilhas há mais de seis meses."

(Fonte: Uol e JConline)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.