CIVITATE - INCENTIVADORES

sábado, 26 de junho de 2010

COPA DO MUNDO DE FUTEBOL FIFA 2010 NA ÁFRICA DO SUL - FIM DA 1ª FASE COM ZEBRAS, SUSTOS, ALEGRIAS E SURPRESAS


"A primeira fase da Copa do Mundo da África do Sul terminou nesta sexta-feira (25/06). Metade dos países que iniciaram o Mundial teve que voltar para casa. Alguns já eram esperados nos países de origem após os três jogos da primeira fase. Por outro lado, França e Itália, que estavam entre os favoritos, viram a zebra galopar solta em seus grupos. A partir de agora, todos os confrontos serão decisivos, ou seja, perder a partida significará o adeus ao sonho do título.

Este é o primeiro Mundial disputado no continente africano. Mas, mesmo jogando em casa, a anfitriã África do Sul não conseguiu uma vaga nas oitavas e, pela primeira vez, os fãs do futebol viram o país-sede não passar da primeira fase em mundiais.

Também foi a primeira vez que o campeão e o vice da edição anterior não chegaram às oitavas de final. Itália e França, que em 2006 fizeram uma final cheia de emoção, agora tiveram que fazer as malas e voltar para casa mais cedo.

Alegria

A Copa do continente africano mostrou a alegria dos torcedores dos seis representantes da África (África do Sul, Argélia, Camarões, Costa do Marfim, Gana e Nigéria). Carregando vuvuzelas, tambores e bandeiras, pintando o rosto, usando perucas coloridas e fazendo coreografias nas arquibancadas, os torcedores africanos mostraram ao mundo como deve ser o apoio a uma equipe de futebol.

O resultado, grande parte das vezes desfavorável aos times africanos, parecia pouco importar aos torcedores locais. Mesmo com o placar adverso, as vuvuzelas não paravam, as danças continuavam e os sorrisos não sumiam dos rostos.

Mesmo com todo o apoio continental, entre as equipes africanas, apenas Gana conseguiu se firmar entre os dois melhores de seu grupo e agora pode ser considerada a “dona da casa”.

Zebras e frangos

Neste Mundial, alguns dos favoritos suaram com os galopes das zebras. França apanhou no grupo A e saiu da Copa com apenas um gol marcado e um ponto anotado; Inglaterra sofreu para classificar em segundo lugar no grupo; Alemanha teve que engolir a derrota para a Sérvia; Japão superou Camarões e deu um baile na Dinamarca; a atual campeã Itália decepcionou e também saiu da Copa sem vencer; e a Espanha não apenas empacou no ferrolho suíço, como perdeu a partida para o time da terra do chocolate.

O Brasil por pouco não deu de cara com o equino listrado. A vitória suada (2 x 1) em cima da desconhecida e desorganizada Coreia do Norte teve sabor de derrota para os mais fanáticos dos torcedores.

O “frango” foi o outro animal que causou arrepios nos boleiros. A Jabulani recebeu a culpa por algumas falhas, mas outras não podem ser colocadas na conta da redondinha da Copa.

Confira falhas anotadas por goleiros:

- Green, da Inglaterra, fez pose para aparar o fraco chute de Dempsey, dos EUA, mas viu a bola deslizar por suas mãos e passar pela linha do gol vagarosamente;

- Chaouchi foi enganado pelo quique no gramado no jogo contra a Eslovênia. O lance acabou decretando a derrota da Argélia na partida;

- Enyeama, da Nigéria, fazia uma ótima partida contra a Grécia, mas bateu roupa em um chute de fora da área. No rebote, os gregos viraram a partida;

- O ganês Kingson também deu uma peitada na Jabulani. Bresciano, da Austrália, bateu a falta e o goleirão foi tentar encaixar, mas viu a bola bater no peito e sobrar dentro da área para o atacante adversário bater para o gol;

- Sorensen, da Dinamarca, aprontou duas contra os japoneses. No primeiro gol dos Samurais, foi traído pela curva da Jabulani. Já no segundo tempo, quase engoliu um frangaço ao tentar segurar uma bola levantada na área, a bola escapou e foi na direção do gol. Por sorte, a redondinha bateu na trave;

- A curva da bola também castigou Kawashima, do Japão. Contra a Holanda, em um chute fortíssimo de Sneijder, o arqueiro japonês pulou acreditando que faria a defesa, mas a leve curva fez o goleiro espalmar a Jabulani para as redes;

- O francês Lloris se despediu do Mundial falhando contra a África do Sul. No primeiro gol, foi abafar um cruzamento, mas acabou socando o vento e deixando o atacante cabecear para o gol vazio;

- Villar, do Paraguai, fez o mesmo contra a Itália, saiu errado em um cruzamento, não encontrou a bola e o jogador italiano empurrou para o gol vazio;

- O chileno Bravo também falhou. Não levou frango, mas saiu de maneira precipitada do gol para desarmar o espanhol Fernando Torres, que já era acompanhado por um defensor chileno. Bravo chutou a bola para longe, mas nos pés de David Villa, que concluiu de muito longe para o gol vazio.

Oitavas

O mata-mata já começa nesse sábado. Uruguai e Coreia do Sul se enfrentam em Port Elizabeth, às 11h. Às 15h30, os Estados Unidos fazem duelo contra Gana, o representante africano nas oitavas.

Além dos dois duelos citados, até a terça-feira também se enfrentam: Alemanha x Inglaterra; Argentina x México; Holanda x Eslováquia; Brasil x Chile; Paraguai x Japão; e, fechando as oitavas, Espanha x Portugal."

(Fonte: Thiago Rizério - Correio Braziliense)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.