CIVITATE - INCENTIVADORES

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

GUARDAS MUNICIPAIS EM GREVE

"Contrariando proibição, guardas municipais deflagram greve."

"Os guardas municipais de Curitiba - PR, iniciaram a greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira (22/02), mesmo com a liminar da Justiça proibindo a paralisação. Para marcar o início da greve, aproximadamente 600 guardas fizeram um protesto na manhã de hoje na Praça Tiradentes. Com apitos, carros de som e faixas, os manifestantes também pediram a saída do secretário municipal da Defesa Social, Itamar dos Santos.

A principal reivindicação dos trabalhadores diz respeito ao piso salarial: atualmente o salário é de R$ 410,00. A categoria exige R$ 1,3 mil, correspondente ao salário base mais 50% de gratificação.

A paralisação da categoria havia sido proibida pela Justiça na última sexta-feira (19). Em seu despacho, o juiz Roger Vinicius Pires de Camargo Oliveira, da 3ª Vara da Fazenda Pública, considerou o serviço essencial e determinou a manutenção integral das atividades de todos os guardas municipais.

Em caso de descumprimento, o juiz estipulou multa diária de R$ 10 mil ao Sindicato dos Servidores Municipais de Curitiba (Sismuc) e autorizou o desconto de salários e vantagens funcionais relativos aos dias em que houver paralisação. O sindicato anunciou que vai entrar com recurso contra a decisão.

A greve foi deflagrada de acordo com a lei, que estipula que 30% do efetivo de 1.750 guardas permaneçam no cumprimento das funções. Ainda não há um levantamento oficial sobre a paralisação e quais serviços serão prejudicados.

Passeata

Depois do ato na Praça Tiradentes, os manifestantes seguiram até o Hotel Bourbon, onde acontecia o encontro do diretório estadual do PSDB para a definição do pré-candidato ao governo do Paraná. Os grevistas reivindicaram valorização profissional e pediram que a prefeitura negocie com a categoria.

Reunião

Após a pré-convenção do partido, o prefeito Beto Richa recebeu a guarda na Câmara Municipal de Curitiba (CMC). A reunião, que terminou por volta das 16 horas, foi considerada positiva positiva, já que esta foi a primeira vez que o prefeito atendeu a categoria, segundo a assessoria de imprensa do Sismuc.

Um outro encontro ficou marcado para esta terça-feira (23), em horário a ser definido, para que a prefeitura apresente uma nova proposta aos guardas municipais. Por enquanto, a greve continua.

De acordo com o Sismuc, a categoria fará uma nova manifestação amanhã, na Praça Tiradentes. O ato, programado para começar às 7 horas, será acompanhado por carro de som e apitaço. De lá, os guardas seguem em passeata até a sede da prefeitura, onde vão aguardar para o encontro com Beto Richa."

(Fonte: Paula Melech - Paraná online)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.