CIVITATE - INCENTIVADORES

quarta-feira, 21 de julho de 2010

PREFEITO ACUSADO DE PEDOFILIA CONTRA FILHA DE VEREADOR PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL

"O prefeito do Município de Sebastião Barros-PI, Geraldo Eustáquio Machado (PT), mais conhecido por Geraldo Mineiro (foto acima) vai ser interrogado novamente no Tribunal de Justiça do Piauí, em outro processo em que é acusado de crime de pedofilia contra uma filha do Presidente da Câmara do Município de Corrente-PI.

O desembargador Joaquim Dias de Santana Filho, em despacho proferido por volta das 13h25min desta terça-feira (20/07) marcou para as 9 horas do dia 13 de agosto deste ano (2010), o interrogatório do prefeito Geraldo Mineiro que responde a outros dois processos no Tribunal de Justiça do Piauí, também com acusação de crime de pedofilia. O desembargador Joaquim Santana, no dia 16 deste mês (julho) recebeu um ofício do Presidente da CPI da Pedofilia no Senado, Magno Malta com informações sobre o envolvimento do prefeito piauiense com crimes de pedofilia no Piauí. O ofício foi juntado ontem aos três processos em que o prefeito está sendo investigado pelo Tribunal de Justiça do Piauí.

O TJ-PI, através da 2ª Câmara Especializada Criminal recebeu no dia 14 de junho deste ano (2010), a nova denúncia de crime de pedofilia que o prefeito Geraldo Mineiro teria praticado contra uma menor de 12 anos, filha do vereador Gutão, que é Presidente da Câmara do Município de Corrente-PI, a 874 km da Capital do Piauí (Teresina), na Região Sul do Estado.

A nova denúncia contra o prefeito Geraldo Mineiro que foi recebida por unanimidade, pelos membros da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça foi feita pelo Procurador Geral de Justiça no Piauí, Augusto Cezar Andrade. Participaram do julgamento em que a denúncia foi recebida, os desembargadores Sebastião Ribeiro Martins que presidiu a sessão; Joaquim Dias de Santana Filho (relator) e Valério Neto Chaves Pinto (convocado). O Procurador de Justiça, Antônio Ivan e Silva representou o Ministério Público Estadual. Na denúncia feita através do inquérito policial nº 200900010043622, pelo Procurador Geral de Justiça, Augusto Cezar Andrade, ele acusa o prefeito Geraldo Mineiro, da prática de delito previsto no artigo 214, parágrafo único, combinado com o artigo 224, do Código Penal.

O advogado Lúcio Tadeu, contratado para acompanhar o caso, pelo pai da menor que teria sido vítima de crime de pedofilia, o vereador Gutão, informou à imprensa que este caso está sendo acompanhado pelo Presidente da CPl da Pedofilia no Senado Federal, senador Magno Malta que investiga casos de pedofilia em todo o Brasil. Lúcio Tadeu disse que vai dar assistência jurídica à família da menor vítima do crime de pedofilia até o julgamento final do processo que no momento, está tramitando no Tribunal de Justiça do Piauí. Esse é o terceiro caso de denúncia de crime de pedofilia em que o prefeito Geraldo Mineiro é acusado e os processos estão tramitando no TJ-PI."

(Fonte: GP1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.