CIVITATE - INCENTIVADORES

sexta-feira, 9 de julho de 2010

EMPRESÁRIO É EXECUTADO EM FORTALEZA

O empresário do ramo de importados, eletrônicos e telecomunicações, Francisco Francélio Holanda Filho, de 43 anos, proprietário da American Celular Ltda, foi executado a tiros, na noite de ontem (08/07), no cruzamento das ruas João Cordeiro e Padre Valdevino, no bairro da Aldeota, Fortaleza - CE. Segundo testemunhas, ele guiava seu veículo - o Hyundai Tucson preto de placa NQM-0904 - pela Avenida Antônio Sales, quando dois homens em uma moto de cor escura começaram a persegui-lo.

Percebendo que estava sendo seguido, Francélio teria entrado na Rua João Cordeiro e quando trafegava entre a Rocha Lima e Padre Valdevino, a dupla teria atirado várias vezes. Diversos disparos foram ouvidos e pelo menos quatro atingiram o carro.

Baleado, o empresário ainda cruzou a Rua Padre Valdevino e foi de encontro a um poste de iluminação. O impacto do carro com o poste foi tão forte que um transformador caiu sobre o capô do automóvel, provocando um pequeno incêndio (fotos acima).

A colisão também causou a queda de energia na região. Durante alguns minutos várias residências ficaram no escuro.

Socorro

A vítima foi retirada do veículo e levada numa ambulância do SAMU para a unidade central do Instituto Doutor José Frota (IJF). Francélio Holanda faleceu pouco depois de dar entrada no hospital de emergência, ainda na sala de ressuscitação. Segundo informações obtidas com funcionários daquele hospital, a vítima foi atingida por dois tiros, sendo um no pescoço e outro no abdome.

Cápsulas

No local da colisão, não foram encontradas cápsulas de arma de fogo, o que evidencia a versão apresentada por testemunhas, de que os atiradores dispararam ainda antes do cruzamento das ruas João Cordeiro e Padre Valdevino.

A Polícia acredita que tenham sido disparados entre quatro e sete tiros. Após praticarem o crime, os dois homens que ocupavam a moto fugiram pela Rua Padre Valdevino, em direção ao Centro da cidade.

Detalhe

Um dos detalhes que mais intrigou a Polícia e reforçou a hipótese de um crime de pistolagem, foi o fato de nada ter sido levado da vítima. Dentro do carro havia vários objetos de valor como celulares, laptop, bolsas, inclusive uma bolsa térmica.

O empresário era casado e tinha filho. No banco traseiro do carro, uma cadeirinha de bebê estava entre os objetos deixado pelos bandidos.

Funcionários das duas Lojas American Celular da vítima, instaladas em dois grandes shoppings de Fortaleza, foram surpreendidos pela informação do assassinato de Francélio Holanda.

Francélio Holanda tinha muitos negócios com o Governo do Ceará, dentre outros através da CAGECE - Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Processo nº0046.000150/2009-17-Cagece, Contrato 142).

(Fonte: Portal SVM, Diário do Nordeste, O Povo e http://www.jusbrasil.com.br/diarios/5330778/doece-caderno-1-30-03-2010-pg-16)

4 comentários:

  1. Um homem trabalhador. Quantas vidas serao tiradas sem justica...

    ResponderExcluir
  2. não podemos eleger um governador que coloca Hilux mais não paga policiais pra nos defender estamos a merce da escoria

    ResponderExcluir
  3. Que triste ainda nao consigo entender,e nem aceitar que ele morreu.

    ResponderExcluir
  4. Conheci Francelio em uma convenção da TIM em Recife, uma pessoa muito carismatica. Lamento profundamente. CCelular

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.