CIVITATE - INCENTIVADORES

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

34 AÇÕES VIOLENTAS CONTRA BANCOS NO CEARÁ EM 2010 - O QUE ESTÁ ACONTECENDO ?

Entristece observar o Estado do Ceará sitiado por bandidos que invadem nossas cidades, fazem inocentes reféns, fazem barricadas, depredam Delegacias e Destacamentos com tiros a esmo, desmoralizam Policiais e Agentes do Pró-Cidadania, metralham, fuzilam, dinamitam e assaltam bancos.

Somente em 2010 foram 34 ações registradas contra bancos no Ceará.

Em 2007 tivemos a oportunidade de comandar a Polícia Militar do Ceará por um período de quase nove meses, e comparativamente o nosso período com o mesmo período do ano em curso, o aumento das ações contra instituições bancárias em 2010 foi de mais de 1.000%, isso mesmo, MIL POR CENTO.

No período citado daquela época, as três ações perpetradas contra bancos foram prontamente rechaçadas.

Em Mosenhor Tabosa, no dia 03 de maio de 2007, a Polícia Militar do Ceará desarticulou uma quadrilha interestadual que pretendia levar cerca de um milhão de reais da agência do Banco do Brasil do município, quando na tentativa os bandidos mataram o vigilante da agência. O trabalho de buscas aos mesmos foi realizado pelo Tenente-Coronel Evandro Macedo Júnior, então comandante do 7º Batalhão Policial Militar. A quadrilha foi imediatamente presa, sendo formada pelos cearenses F. D. B. de S., 26 anos, apontado como chefe da quadrilha, F. H. A. de S., 23 anos e F. F. L. de V., 28 anos; pelo baiano A. S. dos S., 28 anos; pelos paraibanos J. H. da S., 22, o ‘Zé Valente’" e B. W. S. do N., 21 e pelo brasiliense R. E. R., 29 anos (foto acima).

Já um grupo de bandidos assaltou e matou no dia 30 de julho de 2007 dois cabos da PMCE que faziam "bico", através do transporte clandestino de valores entre o DETRAN e a Agência do Banco do Brasil da Av. Osório de Paiva, em Fortaleza. Os bandidos agiram na oportunidade de forma vil e covarde, inclusive disparando a esmo e atingindo também uma terceira pessoa, uma senhora inocente que passava pela calçada do local. Um trabalho do nosso serviço de inteligência resultou na prisão do cearense A. da S. B. e do alagoano J. C. P., o "Carlinhos de Arapiraca", bem como na identificação dos outros comparsas (foto acima).

E na terceira ação, o foragido da Justiça de quatro Estados, R. R. de A., o "Rubão, com mais de seis mandados de prisão em aberto, assaltou um fiel de uma empresa de transporte de valores que levava malotes da Caixa Econômica Federal do Shopping Iguatemi para um Carro Forte que estava no estacionamento. Dias depois, com a ajuda da Polícia Militar do Piauí, e principalmente da Polícia Federal estabelecidada naquele Estado, o perigoso bandido foi preso (foto acima).

Três ações. Três reações de sucesso.

Para enfrentar esse tipo de crime organizado que nos anos anteriores estava se tornando relevante, tão logo assumimos a PMCE naquele ano de 2007, fortalecemos a Inteligência, criamos a Companhia Provisória de Policiamento de Divisas, a Companhia Provisória de Ocupação e Pronta Resposta, a Companhia de Cães com o Grupo FARO, a PMTUR, etc, bem como mudamos a tática operacional da CPRv para agir mais na Repressão do que perseguir cidadãos nas rodovias, além de interiorizarmos a PM com a criação de Companhias Provisórias (Beberibe, Eusébio, Pacatuba, etc) e Pelotões (Palmácia, Pindoretama, Barreira, Jaguaretama, Horizonte, etc). Depois de 2007 soube que muita coisa foi desativada.

E agora? Em 2010 já foram 34 ações. É um absurdo. Nossa Polícia tem capacidade de reagir e chegar a esses bandidos que atormentam atualmente o nosso interland.

Vamos agir e reagir pessoal! O que está acontecendo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.