CIVITATE - INCENTIVADORES

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

POLICIAIS DO RONDA DO QUARTEIRÃO PROMOVEM FESTAS DO CABIDE COM ÓRGIAS E SURUBAS

Uma menor de 17 anos foi espancada na noite desta terça-feira (07/12) quando participava de uma "festa" promovida por policiais militares do Programa de Segurança Pública do Governo do Estado do Ceará Ronda do Quarteirão, no sítio Rafa Negra, localizado no bairro Pirapora, na cidade de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza - CE.

De acordo com informações passadas pela jovem ao conselheiro tutelar de Maranguape, Geraldo Vieira Júnior, que está acompanhando o caso junto à Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa), à Delegacia Metropolitana de Maranguape, ao Instituto Médico Legal e a outros órgãos da polícia, do Ministério Público e da Justiça, a jovem teria sido espancada pelo Policial Militar do Ronda, identificado como Magalhães.

A jovem relatou ao conselheiro que os policiais realizavam órgias com mulheres em diversos sítios, cumprindo um calendário semanal e sempre com a presença de várias menores de idade. A vítima continuou o relato e disse ter visto por volta de oito meninas menores de idade, três jovens adultas e mais 11 homens, todos PMs do Programa Ronda do Quarteirão.

Ainda de acordo com o conselheiro, Geraldo Vieira Júnior, a jovem chegou em casa com sinais evidentes de espancamento, tipo hematomas nas costas, braços e pernas. A família então socorreu ao Conselho Tutelar de Maranguape.

A menina foi encaminhada à DECECA, e depois em companhia do conselheiro tutelar foi até o Instituto Médico Legal (IML) para exame de corpo delito.

Recrutamento

As jovens eram recrutadas e escolhidas "à dedo" pelos policias militares, que faziam as anotações e montavam um "rol" de garotas, preferencialmente menores de idade, para serem levadas aos encontros.

Sítios eram alugados ou disponibilizados por proprietários em troca de favores dos PMs, em diversos pontos das cidades da Região Metropolitana e do subúrbio de Fortaleza. Outro grupo era responsável para montar uma "Base" com estrutura de bebibas, petiscos, música, transporte e outros itens. Eles mantinham um rígido controle de acesso, que contava até com Rondas dos próprios companheiros de serviço chamados de "Ronda do Paquerão", para evitar qualquer flagrante.

Nos locais o sexo reinava montado em festas do "cabide", onde todos tinham que ficar despidos, ocasião que promoviam órgias, surubas e "brincadeiras" como concurso entre os policiais para saber quem conseguia manter mais relações sexuais com diferentes jovens. Também existia o momento do "apagão", onde as luzes eram desligadas e os policiais saiam à "caça" das garotas, até que conseguissem alcançar a "presa" da vez.

Reportagens começaram a ser divulgadas por programas policiais do Ceará, como o Programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro, afiliada SBT em Fortaleza.

A população de Maranguape está apreensiva e os pais estão escondendo suas filhas durante as "rondas" do Ronda do Quarteirão naquela cidade.

Reincidência

A imprensa do Ceará já tinha denunciado problemas dessa natureza envolvendo PMs do Ronda do Quarteirão, depois que as imagens da viatura RD-1040, do Ronda do bairro de Antônio Bezerra, também em Fortaleza, mostraram que houve desvio de conduta por parte dos três soldados que estavam de plantão na madrugada do dia 20 de novembro do corrente ano. Eles transportaram duas jovens na viatura.

Naquele dia 20/11, o coordenador do Ronda do Quarteirão lembrou que a oficial de dia passou pela área que deveria ser coberta pelos soldados. A viatura RD-1040 não foi vista.

(Fonte: Plantão de Polícia, CNEWS, TV Jangadeiro)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.