CIVITATE - INCENTIVADORES

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

SOBRAM PRESOS, FALTAM VAGAS

Relatório sobre direitos humanos aponta aumento da superlotação de presídios.

O 4º Relatório Nacional sobre Direitos Humanos no Brasil, lançado nesta segunda-feira (20/12) do Núcleo de Estudos da Violência da USP em parceria com a Comissão Teotônio Vilela, aponta que o déficit de vagas no sistema prisional do país cresceu entre 2005 e 2007. A relação entre quantidade de presos e números vagas passou de 1,4 para 1,8 no período.

De acordo com o estudo, entre 2005 e 2007 a população carcerária brasileira cresceu 35,6% e a quantidade vagas, apenas 18%.

- As prisões brasileiras apresentam condições deploráveis de superlotação - afirmou Fernando Salla, um dos responsáveis pelo estudo.

O relatório também critica a falta de informações sobre a violência policial no país. Destaca ainda que apenas 14 estados brasileiros possuem ouvidorias de suas policias.

Outro ponto levantado é a maior quantidade de analfabetos entre a população de negros e pardos. O índice é de 14,1% nessa parcela da população contra 6,1% entre brancos.

Superlotação

O Departamento Penitenciário Nacional (Sepen) divulgou que as penitenciárias estão superlotadas.

O déficit de vagas atinge 65%. Faltam cerca de 195 mil vagas, são 494.237 presos amontoados e subordinados às organizações criminosas que atuam dentro dos presídios.

(Fonte: Sérgio Roxo - O Globo. Wálter Fanganiello Maierovitch - Sem Fronteira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.