CIVITATE - INCENTIVADORES

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

SUB COMANDANTE E OUTROS 18 PMs FORAM PRESOS E Ex-SECRETÁRIOS DE SEGURANÇA E DA FAZENDA SÃO ACUSADOS EM GRUPO DE EXTERMÍNIO

A Polícia Federal em Goiás já cumpriu todos os mandados de prisões expedidos na Operação "Sexto Mandamento". Os presos são policiais militares. Entre eles estão o Sub-Comandante Geral da PMGO, Coronel PM Carlos Cézar Macário, um tenente-coronel, um major, dois capitães, um tenente, dois subtenentes, um sargento e quatro cabos. Há ainda seis oficiais lotados no interior, que serão transferidos ainda nesta terça-feira (15/02) para a Capital. Os detidos são suspeitos de integrar um grupo de extermínio que agia no Estado e que pode ter assassinado entre 40 e 50 pessoas.

Entre os investigados, estão o ex-secretário de Segurança Pública Ernesto Roller e o ex-secretário da Fazenda Jorcelino Braga, ambos na condição de suspeitos pela prática de tráfico de influência que resultaram nas promoções de patentes de integrantes da organização criminosa.

Entre as vítimas, ainda de acordo com a PF, estariam crianças, adolescentes e mulheres sem envolvimento com a prática de crimes. O suposto grupo de extermínio é investigado há cerca de um ano.

Segundo as investigações, a organização criminosa tinha como principal atividade a prática de homicídios com a simulação de que os crimes haviam sido praticados em confrontos com as vítimas. Alguns dos crimes foram praticados durante o horário de serviço e com uso de carros da Polícia Militar, de maneira clandestina e sem qualquer motivação, de acordo com a Polícia Federal.

A operação contou com a participação da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, do Ministério Público de Goiás, do Poder Judiciário de Goiás, da Secretaria de Segurança Pública de Goiás, além dos Comandos da Polícia Militar e da Polícia Civil de Goiás.

Os presos devem responder pelos crimes de homicídio qualificado em atividades típicas de grupo de extermínio, formação de quadrilha, tortura qualificada, tráfico de influência, falso testemunho e ocultação de cadáver.

Exoneração

O secretário de Segurança Pública exonerou o Sub-Comandante Geral da Polícia Militar, Coronel Carlos Cézar Macário, na manhã desta terça-feira, tão logo ele foi preso. O novo Sub-Comandante será nomeado na manhã desta quarta-feira (16/02).

Mandados de Prisões

Foram cumpridos treze mandados de prisão na capital e seis no interior. Também foram cumpridos outras mandados de busca e apreensão - ao todo foram 27 mandados cumpridos.

Operação

Participaram da operação 18 equipes com 131 agentes da PF e 12 oficiais da PMGO.

Desaparecidos

A Secretaria de Segurança Pública de Goiás e a PF iniciaram a busca às pessoas desaparecidas após as abordagens policiais.

Coletiva

Na tarde de hoje, o Superintendente Regional da Polícia Federal em Goiás, Carlos Antônio da Silva, o Procurador-Geral de Justiça, Eduardo Abdon Moura, o Secretário de Segurança Pública, João Furtado de Mendonça Neto, e o Comandante da Polícia Militar de Goiás, Coronel PM Raimundo Nonato de Araújo Sobrinho, concederam entrevista coletiva sobre a Operação "Sexto Mandamento" (foto acima).

(Fonte: Goiás Agora, Diário da Manhã, O Popular)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.