CIVITATE - INCENTIVADORES

sábado, 4 de dezembro de 2010

PM É PROIBIDO DE USAR MOCHILA

Policiais Militares da PMERJ estão proibidos de usar mochilas nas incursões no Complexo do Alemão e proximidades, na cidade do Rio de Janeiro - RJ. Um aviso impresso foi afixado no 16º Batalhão de Polícia Militar, onde funciona o "Quartel-General" da operação de combate ao narcotráfico, para informar os policiais da determinação.

O texto diz que "por ordem do comandante-geral está proibido o uso de mochilas e similares". A decisão foi tomada depois que moradores das favelas ocupadas começaram a reclamar de abusos, roubos e intimidações nas varreduras feitas nas casas, em busca de traficantes, drogas e armas.

Ontem à tarde (03/12), ao participar de uma conversa via internet com moradores, organizada pelo jornal "Extra", o governador Sergio Cabral disse que os moradores podem filmar as revistas feitas por policiais em suas casas.

A Folha publicou nesta semana diversos relatos de moradores do Complexo do Alemão dando conta que objetos de valor haviam sido retirados de suas casas por policiais durante as blitze.

Apesar disso, a Polícia Militar nega vínculo entre a determinação que proíbe o uso de mochilas nas incursões e as denúncias.

Questionada pela Folha, a assessoria de imprensa da Polícia Militar disse, por e-mail, que somente os policiais do Bope (Batalhão de Operações Especiais) podem usar mochilas pois precisam levar água e outros materiais de primeira necessidade durante as incursões.

Meios de fortuna

Um policial disse à Folha que nos primeiros dias da operação vários homens da corporação fizeram o mesmo. Segundo ele, a mochila carregada de produtos de primeira necessidade - água, alimentos -, usada em operações que podem se estender por períodos mais longos, é chamada pelos policiais de "meios de fortuna".

A Polícia Militar nega, mas a Folha apurou que a proibição do uso das mochilas teria sido decidida como uma forma de tentar atenuar a imagem ruim que ficou após as denúncias dos moradores do Complexo do Alemão.

(Fonte: Folha.com, Uol)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.