CIVITATE - INCENTIVADORES

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

JOVENS CONTINUAM EXPOSTOS À VIOLÊNCIA

Considerando todas as capitais brasileiras, Maceió (AL) tem o maior índice de jovens expostos à violência, enquanto que a cidade de São Paulo tem o menor, mostram dados divulgados pelo Ministério da Justiça e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

As informações fazem parte do Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência (IVJ), que foi realizado em 266 cidades brasileiras. Foram ouvidos na pesquisa pelo Instituto Datafolha jovens de 12 a 24 anos.

Confira abaixo o ranking das capitais:

Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência (IVJ)
Capital Posição no ranking nacional Índice de vulnerabilidade
Vulnerabilidade alta
Maceió (AL) 13ª 0,496
Porto Velho (RO) 19ª 0,483
Recife (PE) 22ª 0,481
Belém (PA) 34ª 0,458
Macapá (AP) 40ª 0,455
Teresina (PI) 43ª 0,451
Vulnerabilidade média
Manaus (AM) 59ª 0,433
Rio de Janeiro (RJ) 64ª 0,429
Cuiabá (MT) 66ª 0,427
São Luís (MA) 67ª 0,427
Fortaleza (CE) 68ª 0,427
Salvador (BA) 84ª 0,410
João Pessoa (PB) 89ª 0,406
Rio Branco (AC) 96ª 0,400
Aracaju (SE) 103ª 0,395
Boa Vista (RR) 104ª 0,394
Belo Horizonte (MG) 105ª 0,393
Vitória (ES) 107ª 0,391
Curitiba (PR) 111ª 0,384
Palmas (TO) 120ª 0,377
Vulnerabilidade média-baixa
Campo Grande (MS) 148ª 0,352
Natal (RN) 152ª 0,351
Florianópolis (SC) 157ª 0,346
Porto Alegre (RS) 161ª 0,342
Goiânia (GO) 163ª 0,338
Brasília (DF) 172ª 0,334
São Paulo (SP) 192ª 0,325
Fonte: IBGE / UERJ / MJ / Fórum Brasileiro de Segurança Pública

As cidades com índice de até 0,300 são consideradas de vulnerabilidade baixa. Mais de 0,300 a 0,370 vulnerabilidade média-baixa. Mais de 0,370 a 0,450, vulnerabilidade média. Mais de 0,450 a 0,500, vulnerabilidade alta. E mais de 0,500 é considerado como vulnerabilidade muito alta.

Os dados mostram, de acordo com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que a vulnerabilidade é maior nas cidades fora das capitais.

"O indicador também confirma o 'senso comum' que aqueles que residem em domicílios com assentamentos precários, caso de favelas, são os mais expostos à violência", diz o fórum em nota no site.

As cidades com maior quantidade de jovens vulneráveis à violência são Itabuna (BA), Marabá (PA), Foz do Iguaçu (PR), Camaçari (BA), Governador Valadares (MG), Cabo de Santo Agostinho (PE), Jaboatão dos Guararapes (PE), Teixeira de Freitas (BA), Serra (ES) e Linhares (ES).

Os municípios menos vulnerabilidade são, na ordem: São Carlos (SP), São Caetano do Sul (SP), Franca (SP), Juiz de Fora (MG), Poços de Caldas (MG), Bento Gonçalves (RS), Divinópolis (MG), Bauru (SP), Jaraguá do Sul (SC) e Petrópolis (RJ).

(Fonte: G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.