CIVITATE - INCENTIVADORES

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

GOVERNO FEDERAL UTILIZA MÁQUINA PÚBLICA E CAMPANHA AVASSALADORA CONTRA SERRA

"Serra diz que governo e Dilma fazem "propaganda avassaladora"."

"O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, disse hoje em Porto Alegre que o governo federal faz, em conjunto com a candidata Dilma Rousseff (PT), uma “propaganda avassaladora”. Durante discurso para lideranças políticas gaúchas reunidas em um hotel no centro da capital, o tucano usou uma expressão típica do presidente Lula para criticar o que ele chamou de "uso da máquina do governo de uma forma que provavelmente nunca houve na história deste País”.

“É uma ironia que o PT, que era o partido da moralidade e da austeridade, tenha se transformado precisamente no seu oposto nessa matéria de comportamento eleitoral”, afirmou Serra. No encontro, que reuniu lideranças de vários partidos, estavam a governadora Yeda Crusius (PSDB), candidata derrotada à reeleição, os deputados Ibsen Pinheiro (PMDB) e Ônyx Lorenzoni (DEM), além do ex-governador Jair Soares (PP).

O presidenciável tucano criticou o comportamento da sua adversária Dilma Rousseff. Serra afirmou que vai procurar manter o tom na campanha, mesmo que a adversária tenha comportamento mais agressivo. “Meu tom é o de sempre. Agora, se o outro lado sobe o tom, o máximo que eu vou fazer é simplesmente me defender das inverdades e falsidades. Não vou seguir a mesma rota de truculência de jeito nenhum”, disse.

A coligação de Serra afirma que Dilma teve comportamento agressivo no debate iG/Band de domingo à noite. Na ocasião, a petista afirmou que a mulher de Serra, Mônica, a acusou de “matar criancinhas” porque seria favorável ao aborto. Dilma também questionou Serra por causa de notícia divulgada na imprensa de que R$ 4 milhões teriam sumido da campanha dele.

O deputado Ibsen Pinheiro, que foi cassado na década de 90 e depois foi absolvido, disse que “o Serra não tem o dedo podre”, numa referência às escolhas feitas por Lula e Dilma para a Casa Civil. Serra concordou: “Vou concordar com o Ibsen. Tenho dedo bom para escolher”, afirmou.

Serra voltou a defender a liberdade de imprensa e a democracia, ao afirmar que a “oposição é importante para a qualidade da democracia”."

(Fonte: Com informações de reportagem de Nara Alves - iG)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.