CIVITATE - INCENTIVADORES

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

BANDIDOS INVADEM CIDADE, DINAMITAM COFRE E COMETEM A 34ª AÇÃO CONTRA BANCOS NO CEARÁ EM 2010

Mais um assalto a banco foi registrado no interior do Ceará nesta sexta-feira (03/12). Dessa vez a ação aconteceu no município de Itapiúna, no Maciço do Baturité, no início da madrugada, contra uma agência do Banco do Brasil.

Segundo levantamentos iniciais os bandidos levaram aproximadamente meio milhão de reais. A informação é do cabo César, lotado no Destacamento da Polícia Militar em Itapiúna. “O subgerente Marcos veio aqui e disse que eles devem ter levado entre 400 mil e 500 mil reais”, reforçou o policial militar, que confirmou o uso de explosivos para abrir o cofre.

(Portas de vidro do Banco do Brasil foram metralhadas)

Outro PM, o Soldado Queiroz, disse que os assaltantes estavam fortemente armados e causaram terror aos habitantes daquela cidade, além de metralhar e fuzilar a frente do Banco do Brasil, usaram dinamites, efetuaram disparos a esmo intimidando inclusive os dois PMs que estavam de serviço na cidade já nas proximidades do Destacamento. Os bandidos também fizeram barricadas, além de reféns, quando aproximadamente de oito a onze pessoas que estavam nas ruas foram levadas para a frente do banco e usadas como escudo humano.

Após o assalto, já na fuga, a três quilômetros da sede de Itapiúna, a caminhonete D-20 usada pelos assaltantes foi abandonada. O veículo porém, não foi incendiado, como ocorreu com o Celta encontrado no distrito de Caio Prado, naquele município. Também foi visto uma moto apoiando os bandidos.

Precariedade

A insegurança preocupa os moradores do município. O Destacamento da Polícia Militar em Itapiúna conta com o efetivo de quatro policiais militares. Cada dupla trabalha três dias e folga um. O único veículo à disposição do Destacamento é uma motocicleta.

PM ameaçada de despejo

Outro problema enfrentado pelos policiais militares é o fato de o Destacamento da PM funcionar em uma casa alugada. O pagamento do aluguel, que seria de responsabilidade da prefeitura, está com um ano de atraso. “Se o aluguel não for pago hoje, a dona da casa disse que despeja a gente amanhã”, disse o cabo César.

CIDADES DO CEARÁ INVADIDAS EM 2010 E AÇÕES CONTRA BANCOS REGISTRADAS

Em 2010 já foram invadidas e registradas as seguintes ações de bandidos nas cidades do Ceará:
  • Ibicuitinga (3)
  • Palhano
  • Pedra Branca (2)
  • Banabuiú (3)
  • Novo Oriente (2)
  • Aiuaba
  • Guaraciaba do Norte
  • Saboeiro
  • Nova Russas (2)
  • Orós
  • Piquet Carneiro
  • Monsenhor Tabosa (2)
  • Reriutaba
  • Lavras da Mangabeira (2)
  • Cruz
  • Catarina
  • Milhã
  • Quiterianópolis (4)
  • Fortaleza (3)
  • Itapiuna

OUTRAS AÇÕES REGISTRADAS CONTRA BANCOS NO CEARÁ

Furtos contra agências bancárias também foram realizados em Juazeiro e Limoeiro do Norte.

Outras ações ousadas que mereceram destaque foram registradas em Ibicuitinga, quando toda a polícia local foi dominada e obrigada a assaltar um banco juntamente com os bandidos.

Em Novo Oriente, dois Policiais Militares foram fuzilados na praça da cidade por um bando fortemente armado. Um dos PMs morreu dias depois em Crateús, vítima dos balaços.

Em Quiterianópolis - CE, PMs e os Agentes do Pró-Cidadania da Guarda Municipal foram dominados, algemados e amarrados após invasão à Delegacia da cidade e obrigados a assistir um assalto. Em 2010 a ação dos bandidos em Quiterianópolis foi repetida quatro vezes.

Em Monsenhor Tabosa, há pouco dias, mais de trinta pessoas foram feitas reféns e tiveram que fazer um escudo humano na frente da agência do Banco do Brasil que foi destruída pelos bandidos. Os bandidos também metralharam e fuzilaram duas viaturas naquela cidade, uma da PM e outra do Pró-Cidadania.

Correspondentes Bancários

Também foram registrados em 2010 assaltos contra os Correspondentes Bancários que funcionam em agências dos Correios e Lotéricas nas cidades de Palmácia, Itatira, Aiuaba, General Sampaio etc.

Pânico e terror no Ceará

Os bandidos dominaram o Estado do Ceará. Uma sequência de assassinatos, invasões de cidades, assaltos a bancos, resgates de presos e múltiplas ocorrências aterrorizam os cearenses que clamam por segurança.

Fortaleza que virou "pouso" do crime organizado, é por outro lado assolada pelo tráfico das drogas, principalmente o "crack", e uma interminável sequência de homicídios e assaltos contra pedestres, residências e veículos.

(Fonte: Jangadeiro online, Rádio Caiçara, Ceará Agora e Blogosfera Policial)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.