CIVITATE - INCENTIVADORES

sexta-feira, 28 de maio de 2010

PRESOS OS ASSASSINOS DO DELEGADO

"Homens que mataram delegado na Bahia queriam roubar o carro."

"A polícia baiana diz que homens que mataram o delegado Clayton Leão Chaves, titular da 18ª Delegacia (Camaçari) na manhã de quarta-feira (26/05), não sabiam que ele era policial e revelaram que a intenção era de roubar o automóvel. As informações são da Secretaria de Segurança Pública da Bahia.

Os três homens que participaram do assassinato do delegado foram apresentados na manhã desta quinta-feira (27/5), após o terceiro criminosos se apresentar à polícia acompanhado do advogado.

Rinaldo Valença de Lima, 26 anos, Edson Cordeiro, 29, e Magno de Menezes dos Santos, 26, contaram à polícia que o automóvel do delegado seria o terceiro a ser roubado na manhã do homicídio e que o assassinato ocorreu após perceber que a vítima reagiria ao assalto. Rinaldo assumiu ter efetuado três disparos contra Clayton, acertando dois na cabeça e um na lateral do carro.

De acordo com nota divulgada no site da Secretaria de Segurança Pública da Bahia nesta quinta (27/05), os acusados disseram, também, que queriam apenas os aparelhos de rádio do veículo e, ao pedirem que a vítima saísse do carro, houve a tentativa de reação. “Tudo o que eles declararam coincide exatamente com o que pudemos apurar até agora com referência à dinâmica do crime”, declarou o diretor do Departamento de Narcóticos, delegado Cleandro Pimenta, designado pelo secretário da Segurança Pública, César Nunes, para comandar as investigações sobre o caso que foi concluído em menos de 12 horas.

A mulher da vítima, que também estava no veículo e assistiu a toda a ação, confirmou as informações dos três homens presos. Embora ainda não tenha sido ouvida oficialmente, por não ter condições psicológicas de prestar depoimento, algumas informações já haviam sido colhidas com ela, momentos depois do crime.

Na cadeia

Dois dos criminosos foram presos na quarta-feira (26/05), ainda um bairro de Camaçari (BA). Com um deles foram encontradas duas armas, um revolver calibre 38 e um revolver 357 que pode ser a utilizada no crime. O terceiro homem se apresentou nesta manhã à Coordenadoria de Operações Especiais (COE), acompanhado do advogado.

O trio ficará a disposição da Justiça e será indiciado por latrocínio, formação de quadrilha, roubo, porte ilegal de armas e tráfico de drogas, pois com Edson foi encontrada certa quantidade de maconha.

O crime

O delegado Clayton Leão Chaves, de 35 anos, titular da 18ª Delegacia, de Camaçari, região metropolitana de Salvador (BA) foi morto, com três tiros às 9h da quarta-feira (26/05) ao lado da esposa, dentro de seu Ford EcoSport, após parar na Estrada da Cascalheira, no bairro rural de Cajazeira de Abrantes, para dar entrevista a uma rádio local.

No momento em que era entrevistado, o delegado foi abordado por assaltantes e baleado. Clayton Leão foi coordenador do Grupo de Repressão a Roubo a Estabelecimento Financeiro (GRREF), do COE (Centro de Operações Especiais), onde atuou durante quatro anos. Atualmente, realizava um trabalho de enfrentamento ao tráfico de drogas na cidade."

(Fonte: Correio Braziliense)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.