CIVITATE - INCENTIVADORES

terça-feira, 25 de maio de 2010

DOIS AGENTES PENITENCIÁRIOS SÃO EXECUTADOS NO CEARÁ EM MENOS DE DUAS SEMANAS

"O agente penitenciário e diretor da Cadeia Pública de Canindé - CE, Francisco José Barreto e Silva, 31 anos, mais conhecido como “Neto”, foi morto com quatro tiros no Centro do município, durante a noite desta segunda-feira (24/05).

O irmão da vítima, que é policial militar, informou que Neto tinha saído do trabalho quando recebeu uma ligação da cadeia na qual uma pessoa dizia que um preso estava passando mal. Ele voltou para a unidade, mas não levou o colete a prova de balas. Quando saiu em sua moto, foi seguido por dois homens que também seguiam em outra moto. A dupla alcançou o agente e efetuou vários disparos, quatro deles atingindo a vítima que era natural de Canindé, mas morava em Fortaleza.

Segundo o que foi apurado pela equipe de reportagem da TV Jangadeiro, a história de que um preso estaria passando mal pode ter sido apenas uma simulação para que Neto voltasse ao presídio. Existia uma pessoa com um celular na frente da Cadeia que informou o momento em que Neto saiu do local.

Prisão dos acusados

Minutos depois, várias composições da Polícia Militar e da Polícia Civil saíram em campo e rapidamente conseguiram prender os autores do crime. Um homem identificado apenas como “Gavião” foi quem atirou no agente. Ele responde por dois homicídios e é traficante. O outro acusado é José Mário Pires e também é traficante. Ele confessou a participação no assassinato.

Com Mário, os PMs encontraram 77 pedras de crack, 56 papelotes de maconha e 52 papelotes de cocaína. Um terceiro homem foi preso, mas não foi identificado. Os tiros que mataram Neto foram de pistola calibre 380.

Motivos do crime

Os detentos e traficantes tinham interesse na morte do diretor da Cadeia porque ele era considerado uma pessoa rígida e não permitia a entrada de drogas no presídio, além de sempre manter a ordem no local. Quando souberam da morte de Neto, os presidiários comemoraram.

OUTRO CASO EM SANTANA DO ACARAÚ - CE

O agente penitenciário e diretor da Cadeia Pública de Santana do Acaraú - CE, Francisco das Chagas Assis Lima, foi morto nos corredores da cadeia da cidade, baleado na cabeça e no tórax, no último dia 12/05.

O autor do homicídio, Francisco Filho da Ponte, que cumpria pena no IPPS e recentemente foi transferido para a Cadeia Pública de Santana do Acaraú, foi preso.

(Fonte: TV Jangadeiro e Grande! Sobral)

Um comentário:

  1. Desse jeito os vagabundos vão tomando gosto e matando profissionais mal remunerados e abandonados pelo Estado. Já que aparece a 'reencarnação' de Mel.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.