CIVITATE - INCENTIVADORES

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

EM 2010, MAIS DE 10 MIL VAGAS SERÃO ABERTAS POR ÓRGÃOS FEDERAIS

"Depois de 2009, ano marcado por grandes concursos, como os do Banco Central e da Receita Federal, 2010 promete. Aqueles que estão tentando conquistar uma vaga no funcionalismo público terão muitas oportunidades. Diversos ministérios, autarquias e institutos no âmbito federal lançaram ou estão prestes a anunciar seus processos seletivos. Ao todo, segundo dados do Ministério do Planejamento, foram liberadas 10.683 vagas para preenchimento este ano.

Quase no apagar das luzes de 2009, novas vagas foram liberadas. No dia 30 de dezembro, foi autorizada a realização de seleções no Instituto Brasileiro de Colonização e Reforma Agrária (Incra), no Exército e na Fundacentro (Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho). As remunerações ainda não foram divulgadas. Os órgãos têm até seis meses para a publicação do edital de abertura dos respectivos concursos.

No caso do Incra, serão abertas 550 vagas de níveis médio e superior. São 70 vagas de nível médio para técnico em reforma e desenvolvimento agrário e 400 de nível superior, sendo 250 para analista em reforma e desenvolvimento agrário e 150 para analista administrativo, todos do Plano de Carreira dos Cargos de Reforma e Desenvolvimento Agrário. Foram autorizadas ainda 80 vagas para engenheiro agrônomo para a Carreira de Perito Federal Agrário.

O Exército promoverá um novo concurso para o preenchimento de 321 vagas, sendo 248 para técnico de tecnologia militar, atividade que exigirá nível médio. Também serão abertas 73 oportunidades de nível superior: 30 para engenheiro de tecnologia militar e 43 para analista de tecnologia militar.

Já a Fundacentro irá oferecer 63 vagas, sendo uma vaga para pesquisador, 15 para tecnologista e 11 para analista em ciência e tecnologia, todas exigindo formação superior; 28 vagas para os cargos de técnico e oito para assistente em ciência e tecnologia, essas para nível médio.

A última portaria do Ministério do Planejamento sobre novas vagas foi publicada no Diário Oficial da União (D.O.U) na última segunda-feira, dia 4, aumentando para 196 o número de postos de trabalho no Hospital da Universidade Federal de Santa Catarina. Para cargos de nível médio, estão previstas vagas para técnico em enfermagem, assistente em administração e técnico de laboratório. Para nível superior, haverá oportunidades para médico-área, enfermeiro, fisioterapeuta, farmacêutico bioquímico, assistente social, nutricionista e psicólogo.

DPU e AGU terão 509 vagas

A Defensoria Pública-Geral da União (DPU) foi autorizada a abrir 445 oportunidades para 2010. O primeiro concurso terá 134 vagas para defensor público, com remuneração prevista de R$ 14.549,53. O edital já foi publicado e as inscrições poderão ser feitas a partir desta terça-feira, dia 5, no site do Cespe/UnB . Para participar, é preciso ser graduado em direito, ter inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e experiência jurídica.

A outra seleção da DPU será para 311 profissionais de níveis médio e superior. Neste caso, o órgão terá até junho para publicar o edital. Para quem tem formação superior, haverá vagas para analista técnico-administrativo, arquivista, assistente social, bibliotecário, contador, economista, psicólogo, sociólogo, técnico em assuntos educacionais e técnico em comunicação social. Para nível médio, serão 70 chances para agente administrativo.

A Advocacia Geral da União (AGU) vai abrir processo seletivo que visa a preencher 64 vagas imediatas, além de formar cadastro reserva para procurador federal, função que também exige graduação em direito e inscrição na OAB. A remuneração é de R$ 14.549,53.

Ministérios terão 782 novos postos de trabalho

Além dos Ministérios do Trabalho e do Planejamento, que estão com seus processos seletivos em andamento para o preenchimento de 334 vagas, outras três pastas estão autorizadas a promover concursos, totalizando outros 448 postos de trabalho. O Ministério da Educação deverá abrir seleção para 25 oportunidades, sendo 21 para assistente de alunos (nível médio), duas para técnico em enfermagem (nível técnico) e duas para bibliotecário (nível superior). Estas vagas deverão substituir funcionários terceirizados do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES).

Já o Ministério da Cultura terá 253 novas chances. Destas, 226 serão para agente administrativo (nível médio) e 27 para analista técnico-administrativo (nível superior). De acordo com a autorização dada pelo Ministério do Planejamento, o edital terá que ser lançado até o fim de abril.

Na pasta de Transportes, serão 170 ofertas, divididas entre as atividades de agente administrativo (nível médio) e analista técnico-administrativo (nível superior). Haverá 70 oportunidades para agente e 100 para analista. O prazo para a publicação do edital se esgota em fevereiro."

(Fonte: Ione Luques - o Globo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.