CIVITATE - INCENTIVADORES

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

APÓS INTERNAÇÃO, LULA CHEGA A SÃO PAULO E VAI PARA SUA CASA

"De acordo com a assessoria do governo, Lula está com a pressão arterial regularizada e ficará em repouso no fim de semana, apenas por precaução. Todos os compromissos do presidente até domingo foram cancelados - incluindo a ida parao Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, onde receberia o prêmio de Estadista Global.

Ao contrário do que estava previsto, o presidente foi de carro até São Bernardo, e não de helicóptero. Ele desceu do avião presidencial e caminhou até o carro que o levou para a cidade do Grande ABC. Segundo a assessoria, Lula não se queixou de nenhuma indisposição durante o voo.

Lula teve uma crise de hipertensão na noite de quarta-feira, quando estava no avião que o levaria para o Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, e foi internado no Real Hospital Português de Beneficência (RHP), na capital pernambucana, onde passou a madrugada. O embarque do presidente de Pernambuco para São Paulo ocorreu por volta das 7h (8h, horário de Brasília).

Lula começou a passar mal após um jantar oferecido pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos, no Palácio do Campo das Princesas. Já no avião, prestes a embarcar para a Suíca, seu médico, Cléber Ferreira, examinou o presidente e recomendou a internação, pois a pressão de Lula chegou a 18 por 12.

Segundo Ferreira, o presidente foi submetido a uma série de exames e, após receber medicação, sua pressão voltou ao normal, por volta das 3h (hora local, 4h em Brasília).

Em entrevista, Ferreira afirmou que a crise hipertensiva de Lula foi um caso atípico, que não condiz com o padrão de saúde do presidente. "Foi um quadro esporádico. Ele não é hipertenso e a pressão dele é absolutamente normal, sempre foi. Para uma pessoa na idade dele, a pressão dele é invejável: 11 por 8", afirmou. Lula tem 64 anos.

O médico atribuiu a crise a um "conjunto de fatores", mais especificamente ao estresse, ao cansaço e a uma gripe. "Foi um pouquinho de cada coisa", disse. "Mas a pressão dele se normalizou rapidamente, quase sem nenhuma medicação", completou o médico.

"Cansado e indisposto"

De acordo com a assessoria de imprensa, o presidente já estava "cansado e indisposto" durante os compromissos de sua agenda no Recife. Em discurso, na inauguração de uma unidade de pronto-atendimento, Lula reclamou de dor de garganta. Estava muito calor na cidade.

O presidente foi acompanhado pela ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, e os ministros Franklin Martins, Comunicação, e Alexandre Padilha, Relações Institucionais."

(Fonte: Agência Estado e Ig)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.