CIVITATE - INCENTIVADORES

sábado, 5 de dezembro de 2009

POLICIAL MILITAR E ASSESSORA DE IMPRENSA DA PMCE SÃO ENCONTRADOS MORTOS A BALA EM FORTALEZA

"A jornalista Kérsia Maia Porto (foto acima) e um integrante da Polícia Militar do Ceará foram encontrados mortos, na madrugada deste sábado (5/12), no Bairro do Parreão - Vila União, em Fortaleza - CE.

As primeiras informações dão conta que o PM era o Sargento Francisco Antônio de Lima Amorim, do Ronda do Quarteirão, com quem Kérsia estava casada atualmente. A Jornalista trabalhava na TV Assembleia, como repórter, e era desde 2006 Assessora de Imprensa da Polícia Militar do Ceará.

De acordo com o delegado Hélio Barbosa, de Plantão no 34º DP, que cobriu a ocorrência, por volta das 3h30min de hoje, uma moradora do condomínio ouviu uma rajada de tiros e, pouco tempo depois, mais disparos. Em seguida, ela acionou a polícia que, ao chegar ao local, encontrou os corpos das vítimas. A moradora informou, ainda, que não teria ouvido nenhuma discussão.

O perito Alderley Barbosa, da Perícia Forense do Estado do Ceará (PERFORCE), em entrevista ao Programa Paulo Oliveira, da Rádio Verdes AM, disse que o corpo da jornalista tinha pelo menos seis ou sete ferimentos a bala (duas na coxa, duas nas costas, uma no peito, uma no braço e outra na boca), enquanto o PM apresentava uma marca de bala na boca.


O perito, durante a entrevista, não quis classificar o caso como um crime passional, tipo homicídio seguido de suicídio, e afirmou que caberá ao delegado de Polícia Civil responsável pelas investigações confirmar ou não as circustâncias da morte do PM, já que havia marcas de balas de pistola calibre . 40 até na lataria do veículo, de Placas XYO 8805. Outrossim, o relatório da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança, da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (CIOPS/SSPDS), deste sábado, registrou o caso como homicídio seguido de suicídio.

No local foi encontrada uma Pistola .4O, exclusiva das Forças Armadas e das Polícias, inclusive da PMCE. A Pistola possui alto poder de fogo. Estranha-se o fato do PM, mesmo de folga e à paisana, pudesse está armado com uma Pistola da Corporação.

Ambos ocupavam o carro Corsa Classic e foram encontrados próximos do Condomínio Gaspar Mendes, na Rua Tianguá 195, Bairro do Parreão - Vila União, na área do Grande Montese.

Eles eram evangélicos e vinham de uma festa.

Os corpos de ambos devem ser liberados ainda hoje, pois encontram-se sendo necropsiados por médicos legistas, a quem compete esclarecer alguns fatos obscuros de toda a ocorrência."


(Fonte: Ceará Agora e Portal do SVM)

Um comentário:

  1. Quantos policiais terão que praticar um ato igual ou pior para que seja feita uma inspeção de saúde mental a cada seis meses na corporação, pois não foi o único caso esse ano e nada foi feito para solucionar tal problema.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.