CIVITATE - INCENTIVADORES

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

MENSAGEM NATALINA DO TENENTE CORONEL PM HUGO ABREU

CRÔNICA NATALINA

Os preparativos para a festa se deram uma semana antes, até porque as medidas a serem tomadas deveriam ser compartilhadas por todos que ali estariam na data marcada.

Margarida ficara responsável pela decoração que incluia a iluminação do jardim, aluguel das mesas e cadeiras e, principalmente da árvore de natal.

Roberta deveria providenciar a relação dos convidados e coordenar o sorteio do "amigo secreto".

Teodoro, por ser comerciante e ter obtido grandes lucros por causa do período, ficara responsável para arrecadar com seus pares algumas lembranças para serem distribuídas com os que ali estariam.


Firmino e outros estavam responsável pelas bebidas e pelo gelo.

Um grupo de senhoras capitaniadas por Dona Zezinha, tinha por incubência preparar as comidas e as sobremesas.

Bem chegou o grande dia, todos estavam presentes desfilando com seus modelitos especialmente encomendados para aquela ocasião, os homens andavam de um lado para outro com suas taças, todos campareceram, porém havia um grande vazio, alguém não tinha chegado.

Roberta, já apresentando um certo nervosismo, lia e relia a relação de convidados e não conseguia identificar o que ainda não tinha chegado, não sabia identificar.

Tudo realmente estava de acordo com o que fora planejado, o que todos não haviam percebido era que o anivesariante não tinha sido convidado.

Esqueceram que o aniversário era de nascimento de Jesus Cristo, tinham esquecido a real importância da comemoração do Natal.

Os seus corações estavam ocupados com preocupações vãs, a melhor roupa, o melhor presente, o que iriam comer e beber, os lucros obtidos durante o ano e suas bondosas gratificações e, esqueceram do principal, da presença de Jesus Cristo em seus corações.

Aí estava o grande motivo daquela festa não ter sentido e nem empolgar os que ali se encontravam.

Nunca devemos esquecer do real motivo da celebração de natal.

(Fonte: Por e-mail do Hugo Abreu)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.