CIVITATE - INCENTIVADORES

sábado, 26 de dezembro de 2009

ESTUDO INDICA QUE ALGUMAS PESSOAS PODEM SENTIR A DOR DOS OUTROS

"Se você acha que pode sentir a dor física de outra pessoa, você pode estar certo. Recentemente publicado na revista científica Pain, um estudo que utilizou ressonância magnética funcional para observar imagens cerebrais mostra que algumas pessoas podem ter verdadeiras reações físicas a lesões de outras pessoas. Os testes mostraram que pessoas que dizem sentir as dores dos outros apresentam maior atividade em regiões do cérebro associadas às sensações de dor ao observar uma pessoa sendo ferida.

De acordo com os autores, os resultados podem ter sérias implicações para o entendimento, e possível tratamento, de casos inexplicáveis de dores "funcionais". "Pacientes com dor funcional experimentam a dor na falta de uma doença óbvia ou lesão para explicar sua dor", explicou o pesquisador Stuart W. G. Derbyshire, da Universidade de Birmingham, no Reino Unido. "Consequentemente, há considerável esforço para revelar outras formas na quais a dor pode ser gerada", acrescentou.

No estudo, os pesquisadores submeteram 108 estudantes universitários a diversas imagens de situações dolorosas – incluindo atletas sofrendo lesões e pacientes recebendo injeções. E cerca de um terço dos participantes relatou que, pelo menos em uma imagem, sentiu não apenas reação emocional, mas também dor temporária no mesmo local mostrado pela imagem.

Em testes com a ressonância magnética funcional em 10 voluntários que relataram a dor e 10 que não relataram essa reação, os pesquisadores notaram que, enquanto viam imagens dolorosas, os dois grupos apresentavam atividade em centros emocionas do cérebro. Mas aqueles que relataram a dor tiveram maior atividade cerebral em regiões cerebrais associadas à dor, comparados com o outro grupo. "Acreditamos que isso confirma que pelo menos algumas pessoas têm uma reação física ao observar outros sendo feridos ou expressando dor", concluíram os autores."

(Fonte: Boa Saúde e Uol)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.