CIVITATE - INCENTIVADORES

terça-feira, 14 de setembro de 2010

CIDADES DO CEARÁ CONTINUAM SENDO SITIADAS POR BANDIDOS QUE ATACAM BANCOS

( Cidade de Milhã - CE )

Mais uma assalto ousado de um grupo de bandidos fortemente armados no Interior do Ceará. Desta vez, a quadrilha formada por 15 homens, encapuzados e fortemente armados de escopeta, fuzis e pistola, tentou arrombar o cofre do Banco do Brasil, nesta cidade, localizada na região Sertão Central (300Km de Fortaleza), nos primeiros minutos da madrugada de ontem. Os assaltantes não conseguiram abrir o cofre, mas fugiram levando R$ 20 mil que estavam nos caixas.

A ação dos bandidos durou cerca de 30 minutos e começou um pouco depois da meia-noite. De acordo com a delegada plantonista, em Senador Pompeu, Sulamita Alves Teixeira, os assaltantes chegaram atirando e renderam os três policiais militares que estavam no destacamento local.

O soldado da PM, identificado por Renan, foi levado como refém, juntamente com dois operários de uma empresa prestadora de serviço para a Coelce, que faziam um reparo na rede de energia. Os assaltantes levaram os funcionários, o militar e a camioneta Hilux da empresa.

Barricadas

No banco, arrombaram a porta de vidro com marretadas e um dos bandidos feriu a mão, segundo relato de uma das testemunhas. Enquanto parte da quadrilha agia no banco, outros bandidos ficaram na esquina do cemitério em frente à unidade da Polícia Militar.

A cidade foi isolada com barricadas de pneus e troncos que foram incendiados. A população viveu momentos de apreensão e pânico.

Não havia vigia no banco. Os bandidos tentarem abrir o cofre com maçarico, mas não conseguiram. Fugiram levando dinheiro dos caixas. "O cofre tem abertura programada e essa quantia roubada estava nas gavetas dos caixas", explicou a delegada Sulamita Teixeira Mendes, que preside o inquérito. "Já ouvimos os que foram tomados como reféns e solicitamos perícia da Polícia Federal.

De acordo com a delegada, a Polícia já tem suspeita sobre o paradeiro da quadrilha e está realizando levantamentos. Até o fim da tarde de ontem, os bandidos não haviam sido localizados. Durante o dia, policiais civis e militares de Senador Pompeu, Quixeramobim, Quixadá e Banabuiú realizaram diligências na região. Os bandidos chegaram à cidade usando um veículo Corsa e duas motocicletas. O carro foi abandonado e incendiado numa estrada de terra próxima ao distrito de Ipueiras, zona rural de Milhã. A camioneta Hilux foi deixada numa estrada que dá acesso à cidade de Banabuiú.

Invasões

Ataques a cidades do Interior cearense viraram rotina. Bandidos aproveitam-se do pouco efetivo policial e dominam completamente a situação. As agências bancárias e dos Correios são os principais alvos dos delinquentes. Na semana passada, cena igual aconteceu na cidade de Palmácia, no Maciço de Baturité. Na ocasião, dois bandidos acabaram sendo detidos.

NO CEARÁ OS ASSALTOS A BANCOS AUMENTARAM QUASE 500% EM 2010

Em 2010 já foram assaltados mais de 20 (vinte) bancos nas cidades cearenses de Fortaleza (2), Palhano, Pedra Branca (2), Banabuiú, Novo Oriente, Aiuaba, Guaraciaba do Norte, Saboeiro, Nova Russas, Orós, Piquet Carneiro, Monsenhor Tabosa, Reriutaba, Lavras da Mangabeira, Cruz, Catarina e Milhã.

Afora isso, bandidos também furtaram um banco em Juazeiro do Norte, Limoeirto do Norte e outro em Banabuiú. Outras tentativas também foram registradas em 2010, uma novamente em Novo Oriente, outra em Quixeré e duas em Ibicuitinga. Também em Novo Oriente, no decorrer da semana, dois Policiais Militares foram fuzilados na praça da cidade por um bando fortemente armado. Um dos PMs já está paraplégico.

Por outro lado foram assaltados nos últimos dias os Correspondentes Bancários que funcionam em agências dos Correios e Lotéricas em Palmácia, Itatira, Aiuaba, General Sampaio e Quiterianópolis, onde inclusive os PMs e os Agentes do Pró-Cidadania da Guarda Municipal foram dominados, algemados e amarrados após invasão à Delegacia da cidade.

(Fonte: Com informações do Jornal Diário do Nordeste e Blogosfera Policial)

Um comentário:

  1. Sr. Coronel essa não foi a 1ª, mas também infelizmente não é a ultima que nossos companheiros(PM) serviram de bucha para esses vagabundos que o Sr. secretario de segurança chama de “fenômeno”, já eu digo falta de administração por parte dele (secr.) mas numa coisa ele acertou: o inicio do século XX estar voltando com os “gangaceiros”, nosso querido Padre Cícero, não esta mais entre nós. Na cidade onde eu morro (Stª. Quitéria) tem apenas o mínimo dos mínimos com relação a policiamento, o que fazer Coronel? Quem é o culpado por essa falta de PM no interior? Aguardo sua resposta

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.