CIVITATE - INCENTIVADORES

quarta-feira, 2 de março de 2011

NÚMERO DE HOMICÍDIOS CRESCE NA GRANDE FORTALEZA

"O número de homicídios cometidos na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) durante os dois primeiros meses do ano aumentou. É o que mostra o levantamento feito pela editoria de Polícia do Diário do Nordeste por meio do Mapa de Homicídios.

Em 2010 foram registrados 146 homicídios em janeiro e 151 em fevereiro, totalizando 297 mortes - a maioria vítima de bala. Neste ano, o número saltou para 328, sendo 186 em janeiro e 142 em fevereiro.

Os números, contudo, divergem. Para a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado (SSPDS/CE), em janeiro de 2011 foram 155 homicídios na RMF, contra os 186 constatados no Mapa de Homicídios. A grande diferença se explica, neste caso, na forma como os dados são analisados.

Metodologias

Segundo o editor de Polícia Fernando Ribeiro, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que a RMF abrange 15 municípios, "mas para a Secretaria de Segurança, seis destes estão fora". Para o IBGE, a Grande Fortaleza é composta, além da Capital, por Aquiraz, Eusébio, Itatinga, Maracanaú, Maranguape, Pacatuba, Caucaia, Guaiúba, São Gonçalo, Pacajus, Horizonte, Chorozinho, Cascavel e Pindoretama.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado dividiu este montante em duas áreas que respondem pelos seguintes departamentos: Comando de Policiamento da Capital (CPC) e Comando de Policiamento do Interior (CPI). "Os municípios de São Gonçalo do Amarante, Pacajus, Horizonte, Chorozinho, Cascavel e Pindoretama fazem parte da CPI e não entraram no atual levantamento do órgão", explica Fernando Ribeiro.

Para a SSPDS/CE, a divisão se deu a partir do grau de relevância na incidência de casos ocorridos. "O Comando de Policiamento da Capital, que representa nove municípios da Grande Fortaleza, foi criado para atuar de forma mais intensa no combate à criminalidade. São regiões com maior incidência de assassinatos ligados ao tráfico de drogas. Estamos investindo novamente nos departamentos de Inteligência da Polícia e trabalhando para que estas ocorrências diminuam", afirmou a assessoria de Imprensa do órgão.

No comunicado da SSPDS, os números relacionados ao mês de fevereiro não foram fechados e, até o presente momento, 406 armas de fogo foram apreendidas pela Polícia."

(Fonte: Site do Diário do Nordeste)

Um comentário:

  1. No Rio de Janeiro a taxa de homicídios é a menor absoluta em 20 anos e isso acorreu depois das UPPs. EU SOU A FAVOR DAS UNIDADES DE POLÍCIA PACIFICADORA em todo BRASIL!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.